terça-feira, 26 de julho de 2016

26 de julho dia de Santa Ana, Mãe da Santíssima Virgem.

26/07Terça-feira
Festa de Segunda Classe
Paramentos Brancos

Santa Ana ou Sant'Ana (do latim Anna, por sua vez do hebraico transliterado Hannah, "Graça") foi mãe de Maria, mãe de Jesus Cristo. São João Damasceno exorta Joaquim e Ana como modelos de pais e esposos cujo principal dever era educar seus filhos. São Paulo diz que a educação dos filhos pelos pais é sagrada.

A tradição diz que Joaquim nasceu em Nazaré, e casou-se com Anna quando ele era jovem. Ele era um rico fazendeiro e possuía um grande rebanho. Como não tivessem filhos durante muitos anos Joaquim era publicamente debochado, (não ter filhos era considerado na época uma punição de Deus pela sua inutilidade). Um dia o padre do templo recusou a oferta de Joaquim de um cordeiro e Joaquim foi para o deserto e jejuou e rezou por 40 dias. O Pai de Ana teria sido um judeu nômade chamado Akar que trouxe sua mulher para Nazaré com sua filha Anna. Após o casamento de sua filha com Joaquim tambem ficou triste de não terem sido agraciados com netos. Ana chorava e orava a Deus para atende-la. Um dia ela estava orando e um anjo disse a ela que Deus atenderia as suas preces. Ela estava sob uma árvore pensando que Joaquim a havia abandonado(ele estava no deserto). O anjo disse ainda que o filho que teriam seria honrado e louvado por todo o mundo. Anna teria respondido; "Se Deus vive e se eu conceber um filho ou filha será um dom do meu Deus e eu servirei a Ele toda a minha vida."

O anjo disse a ela para ir correndo encontrar com o seu marido o qual, em obediência a outro anjo, retornava com o seu rebanho. Eles se encontraram em um local que a tradição chama de Portão de Ouro. Santa Anna deu a luz a Maria quando ela tinha 40 anos. É dito que Anna cumpriu a sua promessa e ofereceu Maria a serviço de Deus, no templo, quando ela tinha 3 anos. De acordo com a tradição ela e Joaquim viveram para ver o nascimento de Jesus e Joaquim morreu logo após ver o seu Divino neto presente no templo de Jeruzalém.

O Imperador Justiniano construiu em Constantinopla, uma igreja em honra de Santa Anna lá pelo anos de 550.Seu corpo foi trasladado da Palestina para Constantinopla em 710 e algumas porções de suas relíquias estão dispersas no Oeste. Algumas em Duren (Rheinland-Alemanha), em Apt-en-Provence, (França) e Canterbury (Inglaterra).
O culto litúrgico de Santa Ana apareceu no sexto século no leste e no oitavo século no Ocidente. No século décimo a festa da concepção de Santa Anna era celebrada em Nápoles e se espalhou para Canterbury lá pelos anos de 1100 DC e daí por diante até século 14, quando o seu culto diminui pelo crescente interesse pela sua filha, a Virgem Maria.O culto a Santa Ana chegou a ser até atacada por Martinho Lutero, especialmente as imagens com Jesus e Maria, um objeto favorito dos pintores da Renascença. A devoção aos pais de Nossa Senhora é muito antiga no Oriente, onde foram cultuados desde os primeiros séculos de nossa era, atingindo sua plenitude no século VI. Já no Ocidente, o culto de Santana remonta ao século VIII, quando, no ano de 710, suas relíquias foram levadas da Terra Santa para Constantinopla, donde foram distribuídas para muitas igrejas do Ocidente, estando a maior delas na igreja de Sant’Ana, em Düren, Renânia, Alemanha. Seu culto foi tornando-se muito popular na Idade Média, especialmente na Alemanha. Em 1378, o Papa Urbano IV oficializou seu culto . Em 1584, o Papa Gregório XIII fixou a data da festa de Sant’Ana em 26 de Julho, e o Papa Leão XIII a estendeu para toda a Igreja, em 1879. Na França, o culto da Mãe de Maria teve um impulso extraordinário depois das aparições da santa em Auray, em 1623.

Ladainha de Santa Ana
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo , tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus Pai Céu, tende piedade de nós.
Deus filho Redentor do mundo, tende piedade de nós.
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós.
Deus Uno e Trino, tende piedade de nós.
Nossa Senhora filha de Santa Ana, rogai por nós.
Santa Ana, Mãe de Maria Virgem, rogai por nós.
Santa Ana, avó de Jesus Cristo, rogai por nós.
Santa Ana, esposa digníssima de Joaquim, rogai por nós.
Santa Ana, sogra do santo patriarca José, rogai por nós.
Santa Ana, arca de Aliança, rogai por nós.
Santa Ana, monte de Horeb, rogai por nós.
Santa Ana, raiz de José, rogai por nós.
Santa Ana, descendente de estirpe real de Davi, rogai por nós.
Santa Ana, alegria dos Anjos, rogai por nós.
Santa Ana, filha dos Patriarcas, rogai por nós.
Santa Ana, oráculo dos Profetas, rogai por nós.
Santa Ana, glória dos Santos, rogai por nós.
Santa Ana, alegria dos Sacerdotes e Levitas, rogai por nós.
Santa Ana, nuvem resplandecente, rogai por nós.
Santa Ana, cheia e cumulada de graças, rogai por nós.
Santa Ana, espelho de devoção, rogai por nós
Santa Ana, espelho de ternura, rogai por nós
Santa Ana, espelho de obediência, rogai por nós
Santa Ana, espelho de misericórdia, rogai por nós
Santa Ana, espelho de bondade, rogai por nós
Santa Ana, espelho de misericórdia, rogai por nós
Santa Ana, modelo acabado de paciência, rogai por nós.
Santa Ana, baluarte da Santa Igreja, rogai por nós
Santa Ana, Refúgio de todos os pecadores, rogai por nós.
Santa Ana, protetora dos cristãos, rogai por nós.
Santa Ana, padroeira do parto, rogai por nós
Santa Ana, patrono das mãe cristãs, rogai por nós
Santa Ana, padroeira das viúvas, rogai por nós
Santa Ana, protetora das mulheres que procuram a maternidade, rogai por nós
Santa Ana, mestra e educadora das Virgens, rogai por nós.
Santa Ana, protetora eficaz dos navegantes, rogai por nós.
Santa Ana Porto de salvação, rogai por nós.
Santa Ana Padroeira da boa morte, rogai por nós.
Santa Ana, especialíssima advogada de seus devotos, rogai por nós.
Santa Ana, alívio e alegria dos aflitos, rogai por nós.
Santa Ana, luz e refúgio de todos que a invocam, rogai por nós.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, escutai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.
Senhor tende piedade de nós.
Jesus Cristo, compadecei-vos de nós.
V. Amou Deus a Santa Ana.
R. E teve muitas virtudes. 
 

Rogai por nós  Santa Ana para que sejam dignos das promessas de Cristo.                                                   
Oremos: 
Senhor, seja eternamente bendita a gloriosa Senhora Santa Ana, por ter tido a tarefa de levar em seu seio a Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus.                             
A acompanhamos a tão grande Santa com todo nosso afeto e particular devoção na alegria que experimentou sua bendita alma no nascimento de sua Filha e a felicitamos pelo generoso sacrifício que fez ao Altíssimo quando a presentou no Templo. Dignai-vos, grande Santa, apresentarmos com vossas mãos a Jesus e a Maria, e sede perante eles nossa especial protetora e advogada terníssima.Tudo devemos esperar, amada Santa minha, de vosso eficaz valimento e poderoso patrocínio, e temos a tarefa de dar graças em vossa soberana presença. Não é em vão que colocamos em vos toda nossa confiança. Amém. 
Oração: 
Oh! Deus que Vos dignastes fazer a Senhora Santa Ana a graça de ser mãe da Mãe de teu Unigênito filho! 
Concedei-nos por tua bondade e misericórdia que nós que veneramos a tão grande Santa com particular devoção na terra, mereçamos ter seu poderoso patrocínio, para depois estarmos em sua companhia na eterna bem-aventurança do céu. Amém.

Leitura da Epístola dos 

Provérbios  31,10-31 
10.Uma mulher virtuosa, quem pode encontrá-la? Superior ao das pérolas é o seu valor.11.Confia nela o coração de seu marido, e jamais lhe faltará coisa alguma.12.Ela lhe proporciona o bem, nunca o mal, em todos os dias de sua vida.13.Ela procura lã e linho e trabalha com mão alegre.14.Semelhante ao navio do mercador, manda vir seus víveres de longe.15.Levanta-se, ainda de noite, distribui a comida à sua casa e a tarefa às suas servas.16.Ela encontra uma terra, adquire-a. Planta uma vinha com o ganho de suas mãos.17.Cinge os rins de fortaleza, revigora seus braços.18.Alegra-se com o seu lucro, e sua lâmpada não se apaga durante a noite.19.Põe a mão na roca, seus dedos manejam o fuso.20.Estende os braços ao infeliz e abre a mão ao indigente.21.Ela não teme a neve em sua casa, porque toda a sua família tem vestes duplas.22.Faz para si cobertas: suas vestes são de linho fino e de púrpura.23.Seu marido é considerado nas portas da cidade, quando se senta com os anciãos da terra.24.Tece linha e o vende, fornece cintos ao mercador.25.Fortaleza e graça lhe servem de ornamentos; ri-se do dia de amanhã.26.Abre a boca com sabedoria, amáveis instruções surgem de sua língua.27.Vigia o andamento de sua casa e não come o pão da ociosidade.28.Seus filhos se levantam para proclamá-la bem-aventurada e seu marido para elogiá-la.29.Muitas mulheres demonstram vigor, mas tu excedes a todas.30.A graça é falaz e a beleza é vã; a mulher inteligente é a que se deve louvar.31. Dai-lhe o fruto de suas mãos e que suas obras a louvem nas portas da cidade.  
Sequência do Santo Evangelho

São Mateus 13,44-52 
44.O Reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido num campo. Um homem o encontra, mas o esconde de novo. E, cheio de alegria, vai, vende tudo o que tem para comprar aquele campo.45.O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas.46.Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra.47.O Reino dos céus é semelhante ainda a uma rede que, jogada ao mar, recolhe peixes de toda espécie.48.Quando está repleta, os pescadores puxam-na para a praia, sentam-se e separam nos cestos o que é bom e jogam fora o que não presta.49.Assim será no fim do mundo: os anjos virão separar os maus do meio dos justos50.e os arrojarão na fornalha, onde haverá choro e ranger de dentes.51.Compreendestes tudo isto? Sim, Senhor, responderam eles.52.Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas.
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário