terça-feira, 4 de outubro de 2016

04 de outubro dia de São Francisco de Assis, Confessor

04/10 Terça-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos
 
  Numa época em que o apego intemperante às riquezas minava profundamente a espiritualidade medieval, Deus suscitou Francisco, o enamorado da Dama Pobreza, para restaurar o equilíbrio necessário. Francisco foi uma das colunas sobre as quais a Santa  Igreja se sustentou naquele século. Renunciou à rica herança paterna e decidiu viver sem nada, levando a prática da virtude da pobreza até um radicalismo difícil de conceber. Fundou a Ordem dos Frades Menores, que em poucos anos se transformou numa das maiores da Cristandade. Fundou, com Santa Clara de Assis, o ramo feminino da mesma Ordem. Para os leigos que viviam no mundo, mas desejavam ser fiéis ao espírito de pobreza e participar das graças e privilégios da espiritualidade franciscana, fundou a Ordem Terceira. Por sua semelhança com o Divino Salvador, mereceu ter gravados em seu corpo os estigmas da Santa Paixão.

Leitura da Epístola aos 
                                                                                                                                     
Gálatas 6,14-18 
14. Quanto a mim, não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. 15. Porque a circuncisão e a incircuncisão de nada valem, mas sim a nova criatura. 16. A todos que seguirem esta regra, a paz e a misericórdia, assim como ao Israel de Deus. 17. De ora em diante ninguém me moleste, porque trago em meu corpo as marcas de Jesus. 18. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com vosso espírito, irmãos. Amém.


Sequência do Santo Evangelho
 

São Mateus 11,25-30
25. Por aquele tempo, Jesus pronunciou estas palavras: Eu te bendigo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequenos. 26. Sim, Pai, eu te bendigo, porque assim foi do teu agrado.   
27. Todas as coisas me foram dadas por meu Pai; ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho quiser revelá-lo.   
28. Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei.   
29. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. 30. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve.




Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário