terça-feira, 25 de abril de 2017

Aniversario de 26 anos vida de Dom Antonio de Castro Maio

 http://2.bp.blogspot.com/-2uq9UB7_kSQ/UNX8JHn-TVI/AAAAAAAAArs/NLYHd9x2rkY/s250/Dantonio1.jpg
Antônio de Castro Mayer (Campinas, 20 de junho de 1904 — 25 de abril de 1991) foi bispo católico da Diocese de Campos, no estado brasileiro do Rio de Janeiro. Foi o fundador e líder da "União Sacerdotal São João Maria Vianney". Nos anos 70 devido a sua resistência ao progressismo e ao modernismo teológico na Igreja Católica — durante 20 anos desde a criação da Missa Nova, proibiu que esta fosse celebrada em sua Diocese, até que foi aposentado e substituído por outro bispo —. Foi apelidado de "Leão de Campos".


 Dom Antônio de Castro Mayer fala sobre Fátima - Bom Jesus R.J - 1978 
Fatima nos guiara como diz Monsenhor acima nunca desistam os que seguem os ensinamentos deixados por Monsenhor 
Dom Antônio de Castro Mayer

Dom Mayer tornou-se notório especialmente porque em 1969, com ou sem a autorização do papas Modernista, preservou na diocese de Campos, a Missa de Pio V, não implantando a reforma litúrgica e editando várias cartas pastorais corrigindo novos erros doutrinários.


Dois sempre falaram as mesma língua mais seus que ficaram com os prédios que eles lutaram para construir para guardar a fé.Não guardam mais seus ensinamentos, foram traz da Roma Modernistas.

Resposta do Monsenhor:
Arcebispo Marcel Lefebvre - Roma se encontra em apostasia
 

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário.