terça-feira, 4 de julho de 2017

04 de julho dia de São Ulrico,Confessor.

  04/07 Terça-feira
Festa de Quarta Classe 
Paramentos Verdes
 São Ulrico Nasceu em Bristol, Inglaterra. Inicialmente Ulrico estava entregue aos vícios da nobreza inglesa. Muitos sacerdotes não observavam as normas da Igreja. Certa vez, Ulrico foi abordado por um mendigo. Este o advertiu a respeito de seus atos e da decadência dos costumes daquela época. Ulrico reconheceu envergonhado a verdade nas palavras daquele mendigo.Resolveu juntar-se a um grupo de padres que viviam disciplinadamente, trabalhando na agricultura e na indústria de lã. Eles trabalhavam, estudavam e pregavam o evangelho, distanciando-se da vida mundana. Ulrico desaparece das festas e penitencia seu corpo, vestindo uma malha de ferro sobre a pele nua. Passa a dizer as Santas Miissas, pregar apaixonadamente, trabalhar pela Santa Igreja e copiar livros. Enfim, ele havia reencontrado o caminho que o levaria de volta a Deus.O padre Ulrico ficou muito conhecido entre os pobres e humildes, tornando-se um dos poucos que os escutavam. Tornou-se a voz dos pobres, pregando a esperança. Alguns diziam que ele tinha o dom da profecia e o próprio rei Henrique II fora visitá-lo a fim de ouvir seus conselhos.O sacerdote Ulrico viveu os últimos anos de sua vida numa pequena cela na Igreja de Haselbury. Tinha conquistado a fama de um homem santo e gente de todo o país vinha em peregrinação para vê-lo e ouví-lo. Quando da sua morte, aos 20 de fevereiro de 1154, uma grande comoção tomou conta do povo humilde que o amava. Sua cela tornou-se sacristia da Igreja de Haselbury.



Leitura da Epístola dos 

Romanos 6,19-23                                                                                                                      
19.Vou-me servir de linguagem corrente entre os homens, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois, como pusestes os vossos membros a serviço da impureza e do mal para cometer a iniquidade, assim ponde agora os vossos membros a serviço da justiça para chegar à santidade.20.Quando éreis escravos do pecado, éreis livres a respeito da justiça.21.Que frutos produzíeis então? Frutos dos quais agora vos envergonham. O fim deles é a morte.22.Mas agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes por fruto a santidade; e o termo é a vida eterna.23.Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Sequência do Santo Evangelho

São Mateus 7,15-21                                                                                                             
15.Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores.16.Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos?17.Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos.18.Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos.19.Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo.20.Pelos seus frutos os conhecereis.21.Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário