terça-feira, 5 de junho de 2018

05 de junho dia de São Bonifácio OSB, Bispo e Mártir

05/06 Terça-feira
Festa de Terceira Classe 
Paramentos Vermelhos

 Pertencendo a uma rica família de nobres ingleses, ao nascer, em 672 ou 673, em Devonshire, recebeu o nome de Winfrid. Como era o costume da época, foi entregue ao mosteiro dos beneditinos ainda na infância para receber boa educação e formação religiosa. Logo, Winfrid percebeu que sua vocação era o seguimento de Cristo. Aos dezenove anos professou as regras na abadia de Exeter, iniciando o apostolado como professor de regras monásticas primeiro nesta mesma abadia, depois na de Nurslig. Em seguida, decidiu iniciar seu trabalho missionário para a evangelização dos povos germânicos do além Reno, mas por questões políticas entre o duque Radbod, um pagão, e o rei cristão Carlos Martel, os resultados foram frustrantes. Em 718, fez, então, uma peregrinação a Roma, onde, em audiência com o papa Gregório II, conseguiu seu apoio para reiniciar sua missão na Alemanha. Além disso, o papa o orientou também a assumir, como missionário, o nome de Bonifácio, célebre mártir romano. Bonifácio parou primeiro na Turíngia, depois dirigiu-se à Frísia, realizando as primeiras conversões nessas regiões. Durante três anos percorreu quase toda a Alemanha e, numa segunda viagem a Roma, o papa, agora já outro, entusiasmado com seu trabalho, nomeou-o bispo de Mainz. Esse contato constante com os pontífices foi importante, pois a Igreja na Alemanha foi implantada em plena consonância com a orientação central da Santa Sé. Bonifácio fundou o mosteiro de Fulda, centro propulsor da cultura religiosa alemã, só comparável ao italiano de Montecassino. E muitos outros mosteiros masculinos e femininos, igrejas e catedrais de norte a sul do país, recrutando os beneditinos da Inglaterra. Acabou estendendo sua missão até a França.
 Incansável, com sua sede episcopal fixada em Mainz, atuou em vários concílios e promulgou várias leis. Em 754, foi para o norte da Europa, região onde atualmente se encontra a Holanda. No dia 5 de junho do mesmo ano, dia de Pentecostes, foi ao encontro de um grande grupo de catecúmenos de Dokkun, os quais receberiam o crisma. Mal iniciou a santa missa, o local foi invadido por um bando de pagãos frísios. Os cristãos foram todos trucidados e Bonifácio teve a cabeça partida ao meio por um golpe de espada. Mesmo que são Bonifácio não tenha evangelizado por completo a Alemanha, ao menos se pode afirmar que foi graças a ele que isso aconteceu, nos tempos seguintes, como herança de seu trabalho. São Bonifácio é venerado como o "Apóstolo da Alemanha". Seu corpo foi sepultado na igreja do mosteiro de Fulda, que ainda hoje o conserva, pois em vida havia expressado essa vontade.
Leitura da Epístola dos

Eclesiástico 44, 1-15

1.Façamos o elogio dos homens ilustres, que são nossos antepassados, em sua linhagem.2.O Senhor deu-lhes uma glória abundante, desde o princípio do mundo, por um efeito de sua magnificência.3.Eles foram soberanos em seus estados, foram homens de grande virtude, dotados de prudência. As predições que anunciaram adquiriram-lhes a dignidade de profetas:4.eles governaram os povos do seu tempo e, com a firmeza de sua sabedoria, deram instruções muito santas ao povo.5.Com sua habilidade cultivaram a arte das melodias, publicaram os cânticos das escrituras.6.Homens ricos de virtude, que tinham gosto pela beleza, e viviam em paz em suas casas.7.Todos eles adquiriram fama junto de seus contemporâneos, e foram a glória de seu tempo.8.Aqueles que deles nasceram deixaram um nome que publica seus louvores.9.Outros há, dos quais não se tem lembrança; pereceram como se nunca tivessem existido. Nasceram, eles e seus filhos, como se não tivessem nascido.10.Os primeiros, porém, foram homens de misericórdia; nunca foram esquecidas as obras de sua caridade.11.Na sua posteridade permanecem os seus bens.12.Os filhos de seus filhos são uma santa linhagem, e seus descendentes mantêm-se fiéis às alianças.13.Por causa deles seus filhos permanecem para sempre, e sua posteridade, assim como sua glória, não terá fim.14.Seus corpos foram sepultados em paz, seu nome vive de século em século.15.Proclamem os povos sua sabedoria, e cante a assembléia os seus louvores!

Sequência do Santo Evangelho

São Mateus 5, 1-12
1.Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele.2.Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo:3.Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus!4.Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados!5.Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra! 6.Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados!7.Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia!8.Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus!9.Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus!10.Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus!11.Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim.12.Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.
 
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário