quarta-feira, 11 de setembro de 2019

11 de setembro dia de Santo Proto e São Jacinto, Martires.



11/09 Quarta-feira
Festa de Quarta Classe
Paramentos Verdes

Segundo o martirológio romano, “Em Roma, na antiga via Salária, no cemitério de Basila, (deu-se) o natalício dos irmãos mártires Proto e Jacinto, eunucos da bem-aventurada Eugênia. Descobertos como cristãos sob o imperador Galieno, receberam ordem de sacrificar aos idolos. Como recusassem fazê-lo, foram duramente açoitados, e logo em seguida degolados”.Em 1845, arqueólogos encontraram intacto o túmulo de um santo mártir, onde se podia ler a inscrição latina DP III IDUS SEPTEBR YACINTHUS MARTYR: “Deposição em 11 de setembro de Jacinto mártir”. Agora poderia ser esclarecido o destino das relíquias dos dois santos.Julgava-se que suas relíquias estivessem em Roma, na Igreja de São João dos Florentinos. Após muitos séculos descobriu-se na catacumba da Basila, a oeste da via Salária, o túmulo, ainda intacto, de São Jacinto, com seu nome, exatamente como o martirológio havia registrado desde tempos imemoriais. Perto dali encontrou-se um fragmento de pedra com a inscrição “Sepulcro de Proto M.” Confirmava-se, assim, que o túmulo de São Proto estaria nos arredores. Sem demora, os estudiosos inteiraram-se de como seus antecessores transladaram para a sobredita igreja apenas as relíquias de São Proto. Quando tentaram entrar no túmulo, este ruiu inteiramente, atestando que estava vazio, contendo apenas alguns fios de ouro, único resto do tecido que teriam envolvido os ossos do santo.

Galieno, o imperador em cujo reinado se deu o martírio dos dois irmãos, era filho do perseguidor Valeriano (253-260) e reinou de 260-268. Foi muito tolerante para com os cristãos, tendo proclamado o primeiro edito de tolerância para com o cristianismo. Mesmo assim houve atos de hostilidade isolados sob seu governo. Santa Eugênia, a quem São Proto e São Jacinto serviam, também é comemorada como mártir no dia 25 de dezembro, tendo sofrido o martírio sob o mesmo imperador.
 


Leitura da Epístola dos                                                        
Gálatas 3,16-22    
16.Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: aos seus descendentes, como se fossem muitos, mas fala de um só: e a tua descendência (Gn 12,7), isto é, a Cristo.17.Afirmo, portanto: a lei, que veio quatrocentos e trinta anos mais tarde, não pode anular o testamento feito por Deus em boa e devida forma e não pode tornar sem efeito a promessa.18.Porque, se a herança se obtivesse pela lei, já não proviria da promessa. Ora, pela promessa é que Deus deu o seu favor a Abraão.19.Então que é a lei? É um complemento ajuntado em vista das transgressões, até que viesse a descendência a quem fora feita a promessa; foi promulgada por anjos, passando por um intermediário.20.Mas não há intermediário, tratando-se de uma só pessoa, e Deus é um só.21.Portanto, é a lei contrária às promessas de Deus? De nenhum modo. Se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, em verdade a justiça viria pela lei;22.mas a Escritura encerrou tudo sob o império do pecado, para que a promessa mediante a fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 17,11-19                                                                         
11.Sempre em caminho para Jerusalém, Jesus passava pelos confins da Samaria e da Galiléia.12.Ao entrar numa aldeia, vieram-lhe ao encontro dez leprosos, que pararam ao longe e elevaram a voz, clamando:13.Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!14.Jesus viu-os e disse-lhes: Ide, mostrai-vos ao sacerdote. E quando eles iam andando, ficaram curados.15.Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.16.Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano.17.Jesus lhe disse: Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove?18.Não se achou senão este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus?!19.E acrescentou: Levanta-te e vai, tua fé te salvou.



 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.