sexta-feira, 13 de setembro de 2019

13 de setembro dia Santa Notburga, Empregada.



13/09 Sexta-feira
Festa de Quarta Classe
Paramentos Verdes
  Relatórios tradição que ele era uma mulher solteira e veio de uma família de agricultores pobres, com a idade de 18, ele entrou para o serviço do conde do castelo de Rottenburg como cozinheira, que ela usou para dar aos pobres o que o avanço da mesa do mestre , que incomodou o nobre mesmo para forçar Notburga para sair e procurar outro emprego.
Ele encontrou um fazendeiro com quem formou um pacto: o Vésperas de sábado até a manhã de segunda-feira, não teria trabalhado para santificar dignamente domingo. O homem concordou inicialmente, mas depois se arrependeu e começou a reclamar e ele acha que esta pausa muito prejudicial ao seu trabalho agrícola. Devido a estas queixas, Notburga estava irritado: devocional tradição, levou uma foice, ele chamou Deus para testemunhar o acordo e lançou a ferramenta no ar, e este permanecia imóvel no ar, deixando o homem atordoado. O agricultor não mudar a sua atitude, de modo que Notburga deixou, voltando para onde estava como cozinheira.
Quando ela morreu, os aldeões religiosos (que já é considerado sagrada, assim como o episódio da foice, porque a vida irrepreensível) confiou o cavalo o seu corpo: os animais se cruzam "milagrosamente" o rio Inn parando em Eben am Achensee . Os peregrinos usado para levar um pouco de "terra da sepultura de Notburga, para ajudar nas curaras doenças de humanos e animais.
  A pequena igreja de Eben, em que ele foi enterrado, foi ampliado em várias ocasiões: em 1434 , em 1516 e embelezou a preocupação direta do imperador Maximiliano de Habsburgo . Em 1718 , as relíquias foram remontados, ouro e mudou-se debaixo do altar principal. Culto, oficialmente autorizado pelo Papa Pio IX , com o decreto de 27 de marco 1862 , já era particularmente intensa em Baviera , Áustria , Tirol e Ístria : um tempo engoliu os vinhetas, tão grande quanto uma unha. O santo é considerado o protetor dos agricultores domésticos e suas filhas.

Leitura da Epístola dos                                                        
Gálatas 3,16-22    
16.Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: aos seus descendentes, como se fossem muitos, mas fala de um só: e a tua descendência (Gn 12,7), isto é, a Cristo.17.Afirmo, portanto: a lei, que veio quatrocentos e trinta anos mais tarde, não pode anular o testamento feito por Deus em boa e devida forma e não pode tornar sem efeito a promessa.18.Porque, se a herança se obtivesse pela lei, já não proviria da promessa. Ora, pela promessa é que Deus deu o seu favor a Abraão.19.Então que é a lei? É um complemento ajuntado em vista das transgressões, até que viesse a descendência a quem fora feita a promessa; foi promulgada por anjos, passando por um intermediário.20.Mas não há intermediário, tratando-se de uma só pessoa, e Deus é um só.21.Portanto, é a lei contrária às promessas de Deus? De nenhum modo. Se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, em verdade a justiça viria pela lei;22.mas a Escritura encerrou tudo sob o império do pecado, para que a promessa mediante a fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 17,11-19                                                                         
11.Sempre em caminho para Jerusalém, Jesus passava pelos confins da Samaria e da Galiléia.12.Ao entrar numa aldeia, vieram-lhe ao encontro dez leprosos, que pararam ao longe e elevaram a voz, clamando:13.Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!14.Jesus viu-os e disse-lhes: Ide, mostrai-vos ao sacerdote. E quando eles iam andando, ficaram curados.15.Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz.16.Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano.17.Jesus lhe disse: Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove?18.Não se achou senão este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus?!19.E acrescentou: Levanta-te e vai, tua fé te salvou.



 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.