segunda-feira, 16 de março de 2015

Pode bater palmas na missa?Sim formação Litúrgica em Mutirão CNBB.

http://3.bp.blogspot.com/-HRwOryxctks/T1YaEmc2QXI/AAAAAAAAC1Y/NcfY2B9vz5U/s1600/liturgia+em+mutir%C3%A3o.jpeg
Ato de se Reunir
Os ritos iniciais (CNBB, Doc 43, n. 231-261)

Formação Litúrgica em Mutirão
CNBB - rede celebra - revista de liturgia
Ficha 22

Os modernistas fazem sua nova liturgia de mutirão partir da nova missa do Papa Paulo VI Porque?

Para revolução litúrgica projetada pelo Vaticano II.

Pode-se bater Palmas e dançar nesta nova missa?
Sim.
Vejam abaixo as permissão da liderança modernista da CNBB.

 Canto inicial, canto de todos e que dura até o final da procissão de entrada. Cantar juntos o mistério celebrado une as vozes e os corações. Valorizar a procissão com a entrada dos ministros diversos; levar cruz, velas, e, conforme o tempo, círio, incenso, etc. Se oportuno, procissão dançada como expressão de fé orante: “Em certos povos, o canto é instintivamente acompanhado do bater de mãos, de movimentos ritmados e de passos de dança dos participantes” (A Liturgia Romana e a inculturação, 1994, n. 42).

Saudar a comunidade. Após o sinal da cruz e a saudação ritual (falada ou cantada), o missal prevê uma palavra espontânea de quem preside ou de outro ministro. Pode ser bom saudar os visitantes ou pessoas específicas em ocasiões especiais (pais, mães, batizandos etc.) até com canto de boas-vindas e palmas.

Quando o documento Musicam Sacram, de 1965, trata da participação do povo na liturgia ele diz o seguinte no n. 15: Esta participação:

a)     Deve ser antes de tudo interior; quer dizer que, por meio dela, os fiéis se unem em espírito ao que pronunciam ou escutam e cooperam com a graça divina.

b) Mas a participação deve ser também exterior; quer dizer que a participação interior deve expressar-se por meio de gestos e atitudes corporais, pelas respostas e pelo canto. Eduquem-se também os fiéis no sentido de se unirem

 A CNBB entende que não? Para uma cultura mestiça como a do povo brasileiro, repleta de elementos indígenas, europeus e africanos, o texto de um estudo da CNBB (n. 79 passeado no Concilio Vaticano II) admite palmas como fazendo parte da liturgia. Por exemplo, para as aclamações, como participação do povo, devem ser incentivadas e mais variadas, através do canto, das palmas ou dos vivas

Portanto, o ensinamento conciliar já previa e incluía as diferentes tradições musicais – reconhecidas pelas autoridades eclesiásticas territoriais competentes.

Então muitos ditos tradicionais entre aspas ficam pega texto,frases de Papas pos Concilio Vaticano II, dali e daqui para se defenderem para não bater palmas.Enquanto o modernista carismático,neucatumenato,cursilhistas e outros defendesem o bater palmas na missa com os textos conciliares que estão do seu lado.

Nesta missa da revolução do Papa Paulo VI é liberal, os em cima do muro ditos "tradicionalistas" querem  remendar com a tradição de não querer bater palmas na missa nova.Mais não adianta pois esta missa não foi criada para fim católico, mais sim seu fim ecumenismo para nova velha religião do homem decaído. Eles querem ser como os protestante que batem palmas.Os modernos em sua missa vão bater palma  sim acima estão o textos anti-catolicos que os defende.Por isto provamos que romperam com a tradição e se unem com os protestantes duvidam?

Nunca na Santa Missa Tridentina será visto e nem permitido bater palmas pois a Santa Missa de sempre é puramente católica e culto a Deus e não ao agrado do homem e não somos ecumênicos e nem cultuamos a homens.Fazemos o que Deus transmitiu ao seus apostolo nunca bateram palma o santo Sacrifício da Cruz e chegou até os dias de hoje.

Nos católicos de sempre assistimos a Santa Missa de sempre assim: 

 http://3.bp.blogspot.com/-3iFVzPqmip8/U2UtnTI6oLI/AAAAAAAAZ0Q/Aq8MvWtRPwU/s1600/doutrina%2Bcatolica%2Bantes%2Bdo%2Bv2.jpg

  Um outro grande Santo Capuchinho, o Padre Pio de Pieltrecina, certa vez foi chamado a responder pergunta sobre como assistir a Santa Missa:



http://www.imagemdedeus.com.br/arq/a20/642_25-05-2014_16-57-35.jpeg
“Padre, como devemos assistir à Santa Missa?

  “Como assistiram a Santíssima Virgem e as piedosas mulheres. Como assistiu S. João Evangelista ao Sacrifício Eucarístico e ao Sacrifício cruento da Cruz.” (São Pio de Pietrelcina)

E nenhum modernistas,protestante,macumbeiro,cismático,maçons nunca vão mudar a Santa Missa de sempre.

 Nesta Santa quaresma façam reparação dos que chamam o erro  de verdade.

REZEM TODOS OS DIAS O SANTO ROSÁRIO,façam penitência.