terça-feira, 31 de outubro de 2017

Halloween uma brincadeira! Não se brinca com as trevas.

  http://www.big1news.com.br/wp-content/uploads/2013/08/modelos-fantasias-halloween-adultos-criancas-300x167.jpg

Hallo= OLÁ ween=crer, ser de opinião...

http://4.bp.blogspot.com/-Y4v2s4YqPZA/UlcCkiEI3fI/AAAAAAAABQM/mhg02bIg2YA/w1200-h630-p-k-no-nu/halloween-dia-das+-bruxas.jpg
 O Halloween surgiu entre o povo celta, através das festividades pagãs do fim do período de verão( Sol que indica Luz que é Deus) e início do inverno( para eles significa escuridão as trevas do demônio), o “Festival de Samhain”A palavra Samhain significa fim de verão e deriva de duas palavras "samh",verão, e "fuin", fim, que acontecia no final do mês de outubro.


https://cms.hostelbookers.com/hbblog/wp-content/uploads/sites/3/2011/10/Beware.jpg Eles acreditam que nesta data, os espíritos malignos visitam as casas e também para amaldiçoar os animais e as colheitas e homens.Por isto as fantasias diabólicas que visitam as casas. 

Porque se vestem com fantasias diabólicas!E dizem : Estamos brincando. Com o mal não se brinca e estão fazendo sim atos de imoralidade e blasfêmias e sacrilégios.



 Este dia também marcado pela seitas protestantes.
 http://3.bp.blogspot.com/-_RlSdGiBMVs/UnJ69W3OTKI/AAAAAAAABR0/O3aGr18c8f4/s400/reforma+protestante.jpg
 O demônio inaugura seus templos nestes dias. As dos protestante também começaram neste dia com Martinho Lutero.  Naquela manhã de 31 de outubro de 1517, na véspera do Dia de Todos os Santos, Martinho Lutero, sacerdote apóstata,deu início à Reforma diabólica. Naquela manhã, Lutero afixou na porta da Catedral de Wittenberg (pronuncia-se “vitemberk”) um pergaminho que continha 95 declarações. Estas, conhecidas como tal teses blasfêmias.

 "All Hallow’s Eve"(Véspera de Todos os Santos)

 All=TODOS Hallow’s=SANTIFICADO,CONSAGRADO Santo Eve=VÉSPERA”
   A Santa Igreja usava o nome  All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos)
   No Martirológio Romano (latim: Martyrologium Romanum) registra, no dia 31 de outubro, acontece a vigília de preparação para o dia de todos os Santos. 


http://www.receitastudogostoso.com/wp-content/uploads/static/hot-dog-dedos-de-halloween.jpg  Olha forma de sua comidahttp://cf.inkatrinaskitchen.com/wp-content/uploads/2016/10/Halloween-Dessert-Table-93-500-wm_.jpg


 Agora anticatólicos usam esse nome Halloween é a transformações, da expressão All Hallow’s Eve para essa Halloween para dizer: Diabolicamente Hallo=OLÁ ween=católico quero te comer ai começa meu festival de  travessuras. 

 He made "Catholic Saint Soup" and ...

Por isto os filmes de Hollywood sobre o Halloween só tem 

 http://br.web.img3.acsta.net/pictures/15/03/10/19/02/389690.jpg

assassinatos horríveis e imoralidades.

Dando incentivos para jovens fazerem o mesmo vingança de matar o outro por causa de deboches. Não ensina a orar pelos que nos caluniam(São Lucas 6,28-38). Mais sim vingança e morte e muito sangue, este ensinamento de satanás e como estamos vendo nas noticias no Brasil e mundo.

 Convidamos a todos a mudar isto neste dia de hoje: 

Vigília Jejum e oração.
Em Reparação este dia que transformaram em dia ruim: pois é inicio da revolta de Lutero e dos seguidores do Halloween.

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

domingo, 29 de outubro de 2017

Hoje festa do Cristo Rei nossos 4 Bispos consagram a Russia ao Imaculado Coração de Maria Santissima.

 

FÁTIMA: LOS OBISPOS DE LA RESISTENCIA CONSAGRAN RUSIA AL CORAZÓN INMACULADO DE LA SMA. VIRGEN MARÍA 

Viva Cristo Rey
Un grito de guerra se escucha
En la faz de la tierra y en todo lugar
Los prestos guerros empuñan su espada
Y se enlistan para pelear
Para eso han sido entrenados
Defenderán la verdad
Y no les será arrebatado
El fuego que en su sangre está

Viva cristo rey viva cristo rey
El grito de guerra que enciende la tierra
Viva cristo rey, nuestro soberano señor
Nuestro capitán campeón, pelear por él
Esto todo un honor

Sabemos que esta batalla no es fácil
Y muchos se acobardarán
Y bajo los dardos de nuestro enemigo
Sin duda perecerán
Yo tendre mi espada en alto
Como la usa mi señor
A él nada lo ha derrotado
Su fuerza es la de dios

Viva cristo rey viva cristo rey
El grito de guerra que enciende la tierra
Viva cristo rey, nuestro soberano señor
Nuestro capitán campeón, pelear por él
Esto todo un honor

No conocemos mayor alegría
No existe mas honroso afán
Que con mis hermanos estar en la línea
Y juntos la vida entregar, a él que merece la gloria
Y nos reclutó por amor
Ante él las rodillas se doblan y se postra el corazón

Viva cristo rey viva cristo rey
El grito de guerra que enciende la tierra
Viva cristo rey, nuestro soberano señor
Nuestro capitán campeón, pelear por él
Esto todo un honor

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário


sábado, 28 de outubro de 2017

100 anos de Fatima; nossos 4 Bispos dentro do centro peregrinação do seu Imaculado Coração.


 

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

28 de outubro dia de São Judas Tadeu e São Simão, Apóstolos e Mártir

28/10 Sábado
Festa de Segunda Classe
Paramentos Vermelhos
 São Simão e São Judas Tadeu, Apóstolos e Mártires
 A tradição conta que São Judas pregou o Evangelho na Judeia, Samaria, Idumeia, Síria, Mesopotâmia e Líbia antiga. Acredita-se também que ele visitou Beirute e Edessa, embora o emissário desta última missão seja também identificado por outras fontes como sendo Tadeu de Edessa, um dos Setenta. Sua morte teria ocorrido junto com a de Simão, o zelote na Pérsia, onde teriam sido martirizados. Ainda que São Judas  nasceu de uma família judaica em Paneas, uma cidade Caná na Galileia que, quando foi posteriormente reconstruída pelos romanos, foi renomeada para Cesareia de Filipe. É quase certo que ele falava tanto o grego quanto o aramaico, assim como os seus contemporâneos naquela região, e que era um fazendeiro de profissão. Ainda de acordo com a lenda, São Judas era filho de Cleofas e sua esposa, Maria, uma prima- irmã da Virgem Maria. Esta mesma tradição afirma que seu pai fora assassinado por sua devoção aberta e irrestrita ao Cristo ressucitado. Depois viajou para a Samaria e outras populações judaicas divulgando o Evangelho. Tomou parte no primeiro Concílio de Jerusalém (50) e em seguida passou evangelizando pela Mesopotâmia, atual Pérsia, Edessa, Arábia e Síria. Parece claro que destacou-se principalmente na Armênia, Síria e Norte da Pérsia (43-66), sendo o primeiro a manifestar apoio ao rei estrangeiro, Algar de Edessa.
Embora São Gregório, o Iluminador seja creditado como sendo o "Apóstolo dos Armênios", quando ele batizou o rei Tiridates III da Armênia em 301 d.C., convertendo os armênios, os apóstolos Judas e Bartolomeu são tradicionalmente acreditados como tendo pela primeira vez levado o cristianismo para a Armênia e são, por isso, venerados como santos padroeiros pela Igreja Apostólica Armênia. Ligada à esta tradição estão os mosteiros de São Tadeu (hoje no norte do Irã) e o São Bartolomeu (hoje no sudeste da Turquia), ambos tendo sido construídos no que então era parte da Armênia (província romana). Suas relíquias se encontram supostamente na Basílica de São Pedro, em Roma, para onde teriam sido trasladadas e são veneapós Tiago. E Maria Salomé, a única irmã, foi mãe dos apóstolos Tiago o Maior e João Evangelista. Também chamado  Tadeu, é um dos doze citados nominalmente por Mateus e Marcos, em seus Evangelhos, e um dos mais fervorosos do grupo. Depois da ascensão de Jesus e que os Apóstolos receberam o Espírito Santo, no Cenáculo em Jerusalém, iniciou a pregação de sua fé no meio dos maiores sofrimentos e perseguições, pela Galiléia.

Na Mesopotâmia ganhou a companhia de outro apóstolo, Simão o Zelota, aparentemente viajando em companhia de quinto Apóstolo a ir ao Oriente. Segundo relata São Jerônimo, ambos foram martirizados cruelmente quando estavam na Pérsia, mortos a golpes de machado (70), desferidos por sacerdotes pagãos, por se recusarem a prestar culto à deusa Diana.

Leitura da Epístola dos

Efésios 4, 7-13
7 Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo, 8 pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19). 9 Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra? 10 Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas. 11 A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores, 12 para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo, 13 até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo. 

Sequência do Santo Evangelho


São João 15,17-25
17 O que vos mando é que vos ameis uns aos outros. 18 Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou a mim antes que a vós. 19 Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia. 20 Lembrai-vos da palavra que vos disse: O servo não é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também vos hão de perseguir. Se guardaram a minha palavra, hão de guardar também a vossa. 21 Mas vos farão tudo isso por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou. 22 Se eu não viesse e não lhes tivesse falado, não teriam pecado; mas agora não há desculpa para o seu pecado. 23 Aquele que me odeia, odeia também a meu Pai. 24 Se eu não tivesse feito entre eles obras, como nenhum outro fez, não teriam pecado; mas agora as viram e odiaram a mim e a meu Pai. 25 Mas foi para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem motivo (Sl 34,19; 68,5)


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário


quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DXXXVI (536) (21 de outubro de 2017)

  

Nós tendemos a desejar restaurar o passado,
Mas o que cada um de nós precisa fazer hoje é manter-se abaixado.

Todas as profecias são misteriosas, incluindo o famoso Segredo de La Salette revelado a uma menina camponesa francesa nos Alpes do leste da França em 1846. No entanto, esse Segredo segue sem dúvida os contornos gerais da Quinta, Sexta e Sétima Idades da Igreja do Venerável Holzhauser, de modo que uma grande parte do Segredo se aplica ao nosso próprio final da Quinta Idade. Aqui está um extrato substancial dessa parte do Segredo, em itálico, seguido da apresentação, de autoria de um sacerdote da Resistência, de como esse fim de Idade se parece com nosso próprio tempo. Em primeiro lugar, Nossa Senhora de La Salette:

Haverá em toda parte prodígios extraordinários, porque a verdadeira fé foi extinta, e uma luz falsa ilumina o mundo... O Vigário de Meu Filho terá muito que sofrer, porque por algum tempo a Igreja será entregue a grandes perseguições: será o tempo das trevas; a Igreja passará por uma crise espantosa. Com a Santa Fé de Deus esquecida, cada indivíduo quererá dirigir-se por si mesmo e ser superior a seus semelhantes. Os poderes civis e eclesiásticos serão abolidos, toda ordem e justiça serão pisoteadas. Somente assassinatos, ódio, inveja, mentiras e discórdias serão vistos, não amor pelo país ou pela família... Os governos civis terão todos o mesmo objetivo, que será o de abolir e fazer desaparecer todos os princípios religiosos para darem dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espiritismo e a todos os tipos de vícios...

E, em segundo lugar, um sacerdote de hoje: "A Revolução teve um enorme impacto, e em 2017 é uma tempestade que está atingindo seu clímax. Agora é hora de mantermo-nos abaixados, e ajudar-nos uns aos outros a sobrevivermos à tempestade. Isso requer um abandono total à Providência de Deus, e requer mais e mais oração e estudo para navegarmos e sobrevivermos na tempestade. De nada adianta ansiar por esse estilo de vida "católico dominical" que os tradicionalistas fizeram um grande esforço para restaurar após o terremoto do Vaticano II. Tanto a década de 1950 como a década de 1970 se foram para sempre. Por esta crise Deus está purificando Sua Igreja, que pode ser reduzida em número e em estilo de vida a algo próximo da Igreja primitiva. Os belos edifícios, relíquias, obras de arte e museus foram perdidos primeiro para os modernistas, e eles serão perdidos novamente para os muçulmanos, por causas naturais, por guerras. Vamos preparar-nos para ver toda a herança cristã desaparecer, e assim como Lot fugiu de Sodoma, vamos fugir da Roma neomodernista sem olhar para trás!

"Há quem sonhe que, no próximo Conclave em Roma, por uma intervenção direta de Deus, seja eleito Papa aquele que é o verdadeiramente melhor dos Cardeais. Mas o que ele poderia fazer para restaurar a Igreja? Praticamente nada, a não ser oferecer a Deus todas as perseguições que lhe aconteceriam no dia seguinte às eleições. Por quê? Porque, certamente, como no caso do presidente Trump nos Estados Unidos, todo o mecanismo administrativo da Igreja ainda estaria nas mãos dos inimigos do Papa, e ele não teria bons homens para substituí-los. E mesmo que por uma série de milagres toda Roma fosse verdadeiramente católica novamente, o resto do mundo no curso atual ainda não seria praticamente inconvertível? O que agora pode impedir a humanidade de tornar-se quase totalmente desumana, antinatural, irreal? Como poderia até uma Roma convertida evangelizar os zumbis de amanhã?

"Estamos passando por um Novo Dilúvio, o da Revolução, onde a Arca salvadora que havia sido Roma foi sequestrada pelos inimigos de Deus, e eles estão em processo de afundá-la. A Fraternidade Sacerdotal São Pio X era um bote salva-vidas, mas desde 2012 jogou uma corda em direção à arca que naufraga, e agora está unida a ela. Nós, pobres almas da "Resistência", estamos balançando para cima e para baixo nas águas, agarrando pedaços de madeira para salvar a vida. E é assim que as coisas são, e devemos encarar a realidade que nos rodeia".
 
Kyrie eleison.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DXXXV(535) (14 de outubro de 2017)

 


Quando as pessoas sofrem, então é que aprendem.
Eis por que o Ocidente terá que quebrar e queimar!

Quando tudo no mundo ao nosso redor está sendo virado de cabeça para baixo, não deve nos surpreender encontrar o Papa falando como um político comunista e o líder da Rússia falando como um papa católico. Assim, um leitor desses "Comentários" ficou surpreso ao vê-los (5 de agosto) referindo-se a "Santa Rússia", quando, desde 1917, é a Rússia que vem espalhando seus erros em todo o mundo. Mas a "Santa Rússia" é uma expressão que refere-se a muito mais do que o século XX. Refere-se à inclinação natural do povo russo para a religião. Se de 1917 a 1989 eram o leito do comunismo internacional, isto se deu apenas porque eles o serviram com um fervor religioso, porque era - e ainda é - o messianismo do materialismo, a principal religião substituta judaica para os pós-cristãos (que só podem culpar a si mesmos).

Mas 72 anos de comunismo causaram tanto sofrimento aos russos que eles aprenderam a lição e estão agora encontrando o caminho de volta para Deus, e a sua nação voltando-se para Ele tem merecido de Deus um verdadeiro estadista como seu líder, que é a esperança de muitas almas decentes em todo o mundo. Alguns especialistas na perfídia da Nova Ordem Mundial ainda desconfiam de Vladimir Putin, o que é compreensível, mas, como os americanos dizem, se ele fala, caminha e age como um seguidor de Cristo, então o senso comum diz que ele é um seguidor de Cristo. Leia aqui uma versão (tirada de uma legenda de video) de um discurso seu há um ano na Rússia e julgue por si mesmo se sua visão de mundo não é cristã:

Um outro desafio para a identidade nacional russa está ligado aos processos que observamos fora da Rússia. Eles incluem política externa, moral e outros aspectos. Vemos que muitos Estados do Euroatlântico tomaram o caminho de negar ou rejeitar suas raízes cristãs que constituem a base da civilização ocidental. Nesses países, a base da moral e de qualquer identidade tradicional está sendo negada - as identidades nacionais, religiosas, culturais e até mesmo de gênero estão sendo negadas ou relativizadas. Lá, a política trata uma família com muitas crianças como juridicamente igual a uma parceria homossexual - a fé em Deus é igual à fé em Satanás. Os excessos e os exageros do "politicamente correto" nesses países levam a uma séria consideração pela legitimação de partidos políticos que promovam propaganda da pedofilia.

As pessoas nos Estados europeus estão realmente envergonhadas de suas afiliações religiosas e estão até com medo de falar sobre elas. Feriados e celebrações cristãs são abolidos ou recebem nomes neutros, como se houvesse vergonha desses feriados cristãos. Assim, o valor moral mais profundo dessas celebrações está escondido. E esses países tentam forçar esse modelo para outros países. Estou profundamente convencido de que viver dessa maneira levará diretamente a cultura a ser degradada e retornada a uma condição primitiva. E isso torna a crise demográfica e moral do Ocidente ainda mais profunda. Hoje, quase todos os países do Ocidente não podem sobreviver reprodutivamente, nem mesmo com o aumento de população pela imigração. Que prova mais clara da crise moral no Ocidente poderia haver que essa incapacidade de se reproduzir?

Sem os valores morais que estão enraizados no Cristianismo e outras religiões mundiais, sem as regras e os valores morais que foram formados e desenvolvidos ao longo de milhares de anos, as pessoas inevitavelmente perdem a dignidade humana. Quanto a nós mesmos, pensamos que é correto e natural defender esses valores morais provenientes do Cristianismo. Devemos respeitar o direito à autodeterminação de cada minoria, mas, da mesma forma, não pode e não deve haver qualquer dúvida sobre os direitos da maioria.

Ao mesmo tempo em que observamos essa decadência em nível nacional no Ocidente, em nível internacional observamos a tentativa de unificar o mundo de acordo com um modelo unipolar, relativizar e remover instituições de direito internacional e soberania nacional. Em um mundo assim tão unipolar unificado, não há lugar para os Estados soberanos, porque tal mundo exige apenas vassalos. Do ponto de vista histórico, tal mundo unipolar significaria a rendição da própria identidade e da diversidade criada por Deus.

Kyrie eleison.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

domingo, 15 de outubro de 2017

15 de outubro dia de Santa Teresa Ávila, Virgem.


  Santa Teresa de Cepeda e Ahumada nasceu em Ávila, Espanha, no ano de 1515, numa família da baixa nobreza. Seus pais chamavam-se Alonso Sánchez de Cepeda e Beatriz Dávila e Ahumada. Teresa refere-se a eles com muito carinho. Alonso teve três filhos do seu primeiro casamento. Beatriz deu-lhe outros nove. Teresa tinha 20 anos quando entrou no Convento da Encarnação. Seu pai, ao vê-la tão decidida, deixou de opor -se à sua vocação. Um ano depois fez a profissão dos votos. Pouco depois, piorou de uma enfermidade que começara a molestá-la antes de professar. Seu pai a retirou do convento. A irmã Joana Suárez acompanhou Teresa para ajudá-la. Os médicos, apesar de todos os tratamentos, deram-se por vencidos e a enfermidade, provavelmente impaludismo(malária), se agravou. Teresa conseguiu suportar aquele sofrimento, graças a um livrinho que lhe fora dado de presente por seu tio Pedro: "O terceiro alfabeto espiritual", do Padre Francisco de Osuna. Teresa seguiu as instruções da pequena obra e começou a praticar a oração mental. Finalmente, após três anos, ela recuperou a saúde e retornou ao Carmelo. Sua prudência, amabilidade e caridade conquistavam a todos. Segundo o costume dos conventos espanhóis da época, as religiosas podiam receber todos os visitantes que desejassem, a qualquer hora. Teresa passava grande parte de seu tempo conversando no locutório. Isto a levou a descuidar-se da oração mental. Vivia desculpando-se dizendo que suas enfermidades a impediam de meditar. Pouco depois da morte de seu pai, o confessor de Teresa fê-la ver o perigo em que se achava sua alma e aconselhou-a a voltar à prática da oração. Desde então, a santa jamais a abandonou. No entanto, ainda não se decidira a entregar-se totalmente a Deus nem a renunciar totalmente às horas que passava no locutório trocando conversas e presentes com os visitantes. Cada vez mais convencida de sua indignidade, Teresa invocava com freqüência os grandes santos penitentes, Santo Agostinho e Santa Maria Madalena, aos quais estão associados dois fatos que foram decisivos na vida da santa. O primeiro foi a leitura das "Confissões" de Santo Agostinho. O segundo foi um chamamento à penitência que ela experimentou diante de um quadro da Paixão do Senhor: "Senti que Santa Maria Madalena vinha em meu socorro... e desde então muito progredi na vida espiritual". Sentia-se muito atraída pelas imagens de Cristo ensangüentado em agonia. Certa ocasião, ao deter-se sob um crucifixo muito ensanguentado, perguntou: "Senhor, quem vos colocou aí?" Pareceu-lhe ouvir uma voz: "Foram tuas conversas no parlatório que me puseram aqui, Teresa". Ela chorou muito e a partir de então não voltou a perder tempo com conversas inúteis e nas amizades que não a levavam à santidade. Teresa estabeleceu em seu convento a mais estrita clausura e o silêncio quase perpétuo. Teresa estabeleceu em seu convento a mais estrita clausura e o silêncio quase perpétuo. A comunidade vivia na maior pobreza. As religiosas vestiam hábitos toscos, usavam sandálias em vez de sapatos (por isso foram chamadas "descalças") e eram obrigadas a abstinência perpétua de carne. A fundadora, a princípio, não aceitou comunidades com mais de treze religiosas. Mais tarde, nos conventos que possuiam alguma renda, aceitou que residissem vinte monjas. Teresa é uma das maiores personalidades da mística católica de todos os tempos. Suas obras, especialmente as mais conhecidas (Livro da Vida, Caminho de Perfeição, Moradas e Fundações), contém uma doutrina que abraça toda a vida da alma, desde os primeiros passos até à intimidade com Deus no centro do Castelo Interior. Foi canonizada em 1622.

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sábado, 14 de outubro de 2017

14 de outubro dia São Calisto, Papa e Mártir

14/10 Sábado
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos

 
Papa (217-222) e santo da Igreja Cristã Romana nascido em Roma, sucessor do papa Zeferino, cujo pontificado foi marcado pelo início do cisma que colocou Hipólito de Roma como anti-papa. Era diácono durante o pontificado de São Zeferino e, eleito (217), durante cinco anos, lutou contra a heresia do presbítero e teólogo Hipólito, para preservar a doutrina. Mandou construir as famosas catacumbas da Via Apia, onde foram enterrados 46 Papas e uns 200.000 mártires. Foi acusado por Tertuliano e Hipólito de ser demasiado indulgente ao administrar o sacramento da penitência, quando o papa concedeu a absolvição aos pecadores de adultério, homicídio e apostasia. "Todo pecado pode ser perdoado pela Santa Igreja, cumpridas as devidas penitências." A frase conclusiva é do papa Calisto I, ao se posicionar no combate às idéias heréticas, surgidas dentro do clero, que iam contra a Igreja. Até então esta absolvição só era dada uma vez na vida e após uma dura penitência pública, enquanto os reincidentes eram excluídos da comunhão eclesial. Acrescentaram-se às divergências pessoais de oposição, a inveja de Hipólito, que nunca se conformou em ser preferido a ele como sucessor do Papa Zeferino. Hipólito chegou mesmo à ruptura total e fez-se ordenar bispo e fundou uma igreja própria, arrastando no cisma parte do clero e do povo de Roma, defendendo sua radical condenação em relação aos adúlteros, para os quais não aceitava a reconciliação e o perdão, que por sua vez eram concedidos pelo Papa. Inconformado continuou fomentando as acusações, calúnias e interpretações de desprezo à pessoa e ao trabalho do papa. Assim, durante uma rebelião popular, o papa foi espancado e, ainda vivo, jogado em um poço onde hoje se acha a Igreja de Santa Maria, em Trastevere. Enterrado como mártir, em Roma, o local de seu sepulcro gerou o histórico sítio denominado de Catacumbas de São Calisto.
O termo catacumba é a denominação dos primitivos cemitérios cristãos, constituídas por galerias, cubículos e outras cavidades. Escavados sob os cemitérios ou terrenos baldios situados fora dos muros das cidades, as catacumbas, numerosas sobretudo em Roma como as de Calisto, Domitilae Priscila, também são encontradas em outras localidades do Império Romano, como Marselha, Sevilha, Siracusa, Poitiers. O cisma continuou durante o pontificado de Ponciano, que contudo conseguiu, com a sua magnanimidade trazer Hipólito e o seu grupo de volta à Igreja, depois de 20 anos de separação reconciliar-se-ia com a Igreja, tornando-se mártir da Igreja por não negar sua fé em Cristo.


Leitura da Epístola de

I São Pedro 5 1-4 e 10-11
1 Eis a exortação que dirijo aos anciãos que estão entre vós; porque sou ancião como eles, fui testemunha dos sofrimentos de Cristo e serei participante com eles daquela glória que se há de manifestar. 2 Velai sobre o rebanho de Deus, que vos é confiado. Tende cuidado dele, não constrangidos, mas espontaneamente; não por amor de interesse sórdido, mas com dedicação; 3 não como dominadores absolutos sobre as comunidades que vos são confiadas, mas como modelos do vosso rebanho. 4 E, quando aparecer o supremo Pastor, recebereis a coroa imperecível de glória.10 O Deus de toda graça, que vos chamou em Cristo à sua eterna glória, depois que tiverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, vos tornará inabaláveis, vos fortificará. 11 A ele o poder na eternidade! Amém.  


Sequência do Santo Evangelho 

 São Mateus 16,13-19 
13 Chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: No dizer do povo, quem é o Filho do Homem? 14 Responderam: Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas. 15 Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que eu sou? 16 Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo! 17 Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus. 18 E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. 19 Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. 
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DXXXIV(534) (7 de outubro de 2017)

 



Deus quer que somente na Verdade eu creia,
Quando Ela é subvertida as almas podem perder-se.
A grande lição ensinada pelo Arcebispo Lefebvre (1905-1991) aos católicos que tiveram ouvidos para ouvir é que a Fé é superior à obediência. A triste lição que aprendemos desde então é que a obediência continua sendo mais enaltecida do que a Fé. Estes “Comentários”, que a confusão de hoje faz com que continuamente tenham de voltar ao básico, vêm tentando muitas vezes explicar por que a Fé deve vir em primeiro lugar. Uma nova tentativa de um ângulo ligeiramente diferente não será demais.
 Todo ser humano vivo na Terra – e não apenas os católicos! – tem uma alma imortal sem a qual não estaria vivo. Essa alma não foi produzida em massa, mas foi criada individualmente por Deus, do nada, para que seja feliz com Ele no Céu para sempre. Ela é a parte mais importante da natureza humana; por isso pertence à ordem natural, não sendo em si mesma sobrenatural, mas chegará ao Céu sobrenatural de Deus se fizer reto uso de sua faculdade natural de livre-arbítrio para cooperar com a graça sobrenatural de Deus. Sua graça não faltará, seja qual for a forma em que Ele opte por oferecê-la, porque quer que todas as pessoas vão para o Céu (I Tm II, 4). A questão passa a ser, então, a seguinte: que cooperação humana é necessária – e não apenas dos católicos – para chegar ao Céu?
A Fé é, sem dúvida, a base dessa cooperação. O Concílio de Trento chama Fé “o princípio da salvação”, e a Palavra de Deus diz que “sem a fé é impossível agradar a Deus” (Hb XI, 6). Muitas vezes nos Evangelhos, quando Nosso Senhor realiza um milagre, Ele diz que é a recompensa da “fé” dos interessados, por exemplo Mt XV, 28 (cura da mulher cananeia), Mc X, 52 (visão para um cego), Lc VII, 50 (conversão de Maria Madalena), e assim por diante. No que então consiste essa “fé”, e por que ela é tão preciosa para Deus e, portanto, para as almas?
Distingamos imediatamente duas realidades, diferentes, mas conectadas: a qualidade subjetiva da fé na alma, pela qual alguém sobrenaturalmente crê, e o corpo objetivo de realidades sobrenaturais, objetos da Fé Católica, em que o católico crê. Para distingui-las, devemos empregar na primeira um “f” minúsculo, e na segunda um “F” maiúsculo. Que elas são distintas é óbvio: um homem pode perder sua fé (subjetiva) sem que se produza a menor mudança na Fé (objetiva).
 Duas coisas tornam-se claras então. Em primeiro lugar, a fé que salva uma alma é essa qualidade subjetiva da pessoa que Nosso Senhor elogia e recompensa nos Evangelhos. Ele não elogia ou recompensa um corpo objetivo de verdades. Por outro lado, em segundo lugar, a qualidade subjetiva da fé é determinada ou especificada pela Fé objetiva. Não estou salvo, não mereço ser elogiado ou recompensado por crer em qualquer absurdidade tola. A mulher cananeia não creu em nenhuma tolice, ela certamente creu na vontade e em algum poder divino de Nosso Senhor. Aquilo em que ela creu era não só sobrenatural, ou algo que estava acima dos poderes meramente naturais do sua mente para entender e acreditar, como verdadeiro. E, provavelmente, assim que os Apóstolos começaram a estabelecer, logo após a ascensão do Senhor ao Céu, as verdades básicas em que um seguidor de Nosso Senhor deve crer, ela ficou feliz por ter sua fé subjetiva focada e especificada, ou determinada, pela então emergente Fé objetiva.
 Em outras palavras, a Fé objetiva focaliza essa fé subjetiva sem a qual nenhuma alma é salva. Portanto, os clérigos que manipulam a Fé objetiva estão colocando em perigo a salvação eterna das almas. Se, então, a fé subjetiva é de valor inestimável, assim o é a Fé objetiva. Esta deve vir primeiro.
 Kyrie eleison.
 
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

domingo, 8 de outubro de 2017

08 de outubro dia de Santa Brigida, Viuva.



  Viúva, religiosa da Terceira Ordem (1302-1373). Fundadora da Ordem das Irmãs de São Salvador. Canonizada por Bonifácio IX em 7 de outubro de 1392. Palavras da Rainha do Céu à sua querida filha, ensinando-lhe que deve amar e louvar seu Filho junto de sua Mãe.   
Livro 1 - Capítulo 9
Sou a Rainha do Céu. Ama meu Filho, porque ele é o honestíssimo e quando tens a Ele, tens tudo o que é honesto. Ele é o mais desejável e quando tens a Ele tens tudo o que é desejável. Ama-o também porque Ele é virtuosíssimo e quando o tens, tens todas as virtudes. Vou te contar como foi maravilhoso seu amor pelo meu corpo e minha alma e quanta honra deu ao meu nome. Ele, meu Filho, me amou antes que eu o amasse, pois é meu Criador. Ele uniu meu pai e a minha mãe em um matrimonio tão casto que não se pode encontrar nenhum casal mais casto.
Nunca desejaram unir-se exceto de acordo com a Lei, só para terem descendência. Quando o anjo lhes anunciou que teriam uma Virgem pela qual chegaria a salvação do mundo, antes desejariam morrer do que unir-se em um amor carnal, pois a luxuria estava extinta neles. Asseguro-te que, pela caridade divina e devido à mensagem do anjo, eles se uniram na carne, não por concupiscência, mas contra sua vontade e por amor a Deus. Dessa forma, minha carne foi gerada de suas sementes e através do amor divino.
Quando meu corpo se formou, Deus enviou nele a alma criada a partir da sua divindade. A alma foi imediatamente santificada junto com o corpo e os anjos a vigiavam e custodiavam dia e noite. É impossível expressar-te que grandíssimo gozo sentiu minha mãe quando minha alma santificada se uniu ao meu corpo. Depois, quando o curso da minha vida se cumpriu, meu Filho primeiro elevou minha alma, por ter sido a dona do corpo, a um lugar mais eminente que os demais, perto da glória de sua divindade, e depois meu corpo, da forma que nenhum outro corpo de criatura esteja tão perto de Deus como o meu.
Veja quanto meu Filho amou a minha alma e meu corpo! Existem pessoas, entretanto, que maliciosamente negam que eu tenha sido assunta em corpo e alma, e existem outras que simplesmente não tem maior conhecimento. Mas a verdade disso é certa: Fui elevada até a Gloria de Deus em corpo e alma! Escuta agora o muito que meu Filho honrou meu nome! Meu nome é Maria, como diz o evangelho.
Quando os anjos olham esse nome, se regozijam em sua consciência e dão graças a Deus pela grandíssima graça que operou em mim e comigo, porque eles veem a humanidade de meu Filho glorificada em sua divindade. As almas do purgatório se regozijam de maneira especial, como quando um homem enfermo que está na cama escuta alentadoras palavras de outros e isto agrada seu coração fazendo-o sentir-se contente. Ao ouvir meu nome, os anjos se aproximam imediatamente das almas dos justos, a quem foram dados como guardiões, e se regozijam em seus progressos. Os anjos bons foram designados a todos como proteção e os anjos maus como provação.
Não é que os anjos estejam separados de Deus, mas assistem a alma sem deixar Deus, e permanecem constantemente em sua presença, enquanto seguem inflamando e incitando a alma a fazer o bem. Os demônios todos se espantam e temem meu nome. Ao som do nome de Maria, soltam imediatamente a presa que tenham em suas garras. Da mesma forma que uma ave de rapina com a presa em suas garras, a deixa quando escuta um ruído e volta depois quando vê que não era nada, igualmente os demônios deixam a alma, assustados, ao ouvir meu nome, mas voltam de novo rápidos como uma flecha a menos que vejam que depois se produziu uma emenda.
Ninguém está tão frio no amor de Deus – a menos que esteja condenado- que o demônio não se distancie dele se invoca meu nome com a intenção de não retornar mais aos seus maus hábitos, e o demônio se mantém longe dele a menos que volte a consentir em pecar mortalmente.
Palavras da Virgem Maria à sua filha, oferecendo-lhe um proveitoso ensino sobre como deve viver, e descrevendo maravilhosos detalhes da paixão de Cristo. 



Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sábado, 7 de outubro de 2017

07 de outubro dia de Nossa Senhora do Rosário

07/10 Sábado
Festa de Segunda Classe
Paramentos Brancos 
  Nossa  Senhora do Santo Rosário ou Nossa Senhora do Santíssimo Rosário) é o título recebido pela aparição mariana a São Domingos de Gusmão em 1208 na igreja de Prouille, em que Maria dá o rosário a ele.                                                                                          
Em agradecimento pela vitória da Batalha de Muret, Simon de Montfort construiu o primeiro santuário dedicado a Nossa Senhora da Vitória. Em 1572 Papa Pio V instituiu "Nossa Senhora da Vitória" como uma festa litúrgica para comemorar a vitória da Batalha de Lepanto. A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por ter sido feita uma procissão do rosário naquele dia na Praça de São Pedro, em Roma, para o sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa. Em 1573, Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para "Festa do Santo Rosário" e esta festa foi estendida pelo Papa Clemente XII à Igreja Universal. A festa tem a classificação litúrgica de memória universal e é comemorada dia 7 de outubro, aniversário da batalha de Lepanto. 
  Nossa Senhora de Fátima (ou Nossa Senhora do Rosário de Fátima) é uma das designações atribuídas à Virgem Maria que, segundo os relatos da época e da Igreja Católica, apareceu repetidamente a três pastores, crianças na altura das aparições, no lugar de Fátima, tendo a primeira aparição acontecido no dia 13 de Maio de 1917. Estas aparições continuaram durante seis meses seguidos, sempre no mesmo dia (excetuando em Agosto). A aparição é associada também a Nossa Senhora do Santo Rosário, sendo portanto aceito a combinação dos dois nomes - dando origem a "Nossa Senhora do Santo Rosário de Fátima" - pois, segundo os relatos, "Nossa Senhora do Santo Rosário" teria sido o nome pelo qual a Virgem Maria se haveria identificado, dado que a mensagem que trazia consigo era um pedido de oração, nomeadamente, a oração do Santo Rosário.

Leitura da Epístola dos  
Provérbios 8,22-24,32-35
22 O Senhor me criou, como primícia de suas obras, desde o princípio, antes do começo da terra. 23 Desde a eternidade fui formada, antes de suas obras dos tempos antigos. 24 Ainda não havia abismo quando fui concebida, e ainda as fontes das águas não tinham brotado.32 E agora, meus filhos, escutai-me: felizes aqueles que guardam os meus caminhos. 33 Ouvi minha instrução para serdes sábios, não a rejeiteis. 34 Feliz o homem que me ouve e que vela todos os dias à minha porta e guarda os umbrais de minha casa! 35 Pois quem me acha encontra a vida e alcança o favor do Senhor.  

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 1,26-38
 26 No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27 a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. 28 Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. 29 Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. 30 O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. 31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. 32 Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, 33 e o seu reino não terá fim. 34 Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem? 35 Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus. 36 Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril, 37 porque a Deus nenhuma coisa é impossível. 38 Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DXXXIII (533) (30 de setembro de 2017)

  


Como não estar mais ou menos confusa a totalidade dos homens poderia,
Quando é recusada a realidade por sua maioria?

O terrível castigo da persistência na mentira é aquele em que se perde todo senso da realidade. Este castigo está encerrando-se em nossa "civilização" ocidental. As pessoas não podem mais distinguir entre verdade e falsidade, entre fantasia e realidade. Infelizmente, a fantasia pode ser mais doce, mas a realidade sempre se reafirma no final, e quanto mais obstinadamente se apega à fantasia, mais violentamente a realidade é susceptível de retornar. As duas guerras mundiais do século passado foram retornos violentos à realidade. Estamos indo direto para uma terceira, porque estão elevando a preferência pela fantasia a uma ideologia. O seguinte exemplo claro da transformação de mentiras em ideologia vem de um site que se esforça para defender a verdade:

Em 2009, o americano nascido na Polônia, Herman Rosenblat, escreveu um memorando sobre o Holocausto para o qual, mesmo antes de poder ser publicado como um livro, os direitos cinematográficos tinham sido vendidos por vinte e cinco mil dólares. Angel at the fence [Anjo na cerca] diz como Rosenblat, preso durante a Segunda Guerra Mundial no campo de concentração de Buchenwald, encontrava-se através da cerca externa do campo com uma menina de nove anos que lhe jogava maçãs e pães sobre a cerca. Ao final da guerra, eles perderam contato um com o outro, e ele emigrou para os Estados Unidos. Anos depois, em Nova York, recorreu a uma agência de casamento para encontrar uma esposa, e quem havia de aparecer no encontro às cegas senão a mesma menina? Ela já era adulta, mas ele a reconheceu imediatamente e lhe propôs casamento, que foi aceito, e eles viveram felizes para sempre.

A história é das mais comoventes. Rosenblat deu a entender a todos que isso aconteceu na realidade, e parece que todos acreditaram nele. No entanto, os investigadores da história provaram com fatos da guerra, por exemplo, a impossibilidade de os presos de Buchenwald se aproximarem da cerca externa do campo, ou seja, provaram que essa história era pura invenção da imaginação de Rosenblat. Foi mais uma “história falsa do Holocausto”. Mas um visitante regular do site acima mencionado, Seymour Zak, protestou com veemência que não existiria algo como uma “história falsa do Holocausto”. Eis quão assustador é o seu raciocínio:

...O que os antissemitas continuam insistindo que sejam "histórias falsas do Holocausto", deve ser visto de uma luz mais positiva como "a verdade da imaginação", para citar a famosa frase do poeta John Keats. Se algo é percebido como verdadeiro pela mente, ainda que estritamente falando possa não ter acontecido, e se esse evento é visto posteriormente como uma verdade viva nas mentes de milhões de outras pessoas boas que foram expostas à mesma versão mais alta da realidade, então não deve ser descartado como uma "mentira"... Todas essas histórias são verdadeiras em um sentido metafísico superior, e negá-las é um sacrilégio... Temos a obrigação sagrada para com os seis milhões que morreram sob a tirania do malvado ditador nazista Adolf Hitler de lembrar os mortos e rejeitar com desprezo todas as tentativas de negar o Holocausto referindo-se às " histórias falsas do Holocausto". Repito: não existe algo como uma história falsa do Holocausto. Toda história do Holocausto é verdadeira, cem por cento verdadeira, tenha ela acontecido ou não... Nas palavras sublimes de Elie Wiesel: "Na literatura, certas coisas são verdadeiras, ainda que não tenham acontecido, enquanto outras não são verdadeiras, mesmo que tenham acontecido".

No raciocínio de Seymour Zak, não importa se os seis milhões mencionados aqui realmente morreram "sob a tirania, etc." ou não. O que importa é se os Seis Milhões constituem uma “versão mais alta da realidade, vista como uma verdade viva nas mentes de milhões de pessoas boas, etc.”, e se o fazem, então afirmar que elas morreram quando, na realidade, elas não morreram, já não é mais uma mentira, mas uma verdade mais alta! A realidade não é mais a medida da verdade, especialmente se essa verdade superior é quase religiosa, ou seja, uma "obrigação sagrada" que é "sacrilégio" negar, a saber, o holocaustianismo. Em outras palavras, há uma realidade histórica e uma realidade não histórica, e apenas a segunda merece o nome de "realidade"!

Isto é uma completa loucura, mas está em toda a sociedade à nossa volta, cada vez mais, e nós, seres humanos, somos animais sociais, necessariamente influenciados pela sociedade que nos rodeia. Católicos – e não católicos –, se vocês quiserem manter as cabeças acima do crescente inundação de loucura, rezem os Quinze Mistérios do Santo Rosário todos os dias. Nossa Senhora pode proteger sua sanidade. Estes "Comentários" não têm outro remédio para sugerir.

Kyrie eleison.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

domingo, 1 de outubro de 2017

Outubro Mês do Santo Rosário

A pratica do Santo Rosário e grande, sublime e divino.O céu nos há dado para conversão dos pecadores mais endurecidos e os hereges mais obstinado.(São Luis Grignion Montfort)
   
 A pratica do Santo Rosário que tem tantas Ave-Maria que converte as almas.
São Bernardo confirma dizendo:Que converteu mais almas por meio da Ave Maria, do que  através de seus sermões.(São João Maria Vianney)







 Rezem todos os dias o Santo Rosário em reparação aos modernistas que não divulgam Santo Rosário e mudaram este mês, para tal mês das missões.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário