sábado, 12 de março de 2022

Sábado das Quatro Têmporas.

12/03 Sábado 
Festa de Segunda Classe 
Paramentos Roxos
Jejum e penitência.


Intróito/Sal. 87, 3.
Deixe minha oração penetrar em você, Senhor, dê ouvidos à minha súplica.Sal. 56, 2.Senhor, Deus da minha salvação, diante de ti clamei dia e noite. V/. Glória Patri.

Coleta
Post Kyrie, eleison , dicitur: Depois do Kýrie, eléison , dizemos:
Oremus. Flectamus genua. Vamos rezar. Vamos dobrar os joelhos.
V/. Levante. V/. Ficar de pé.
Oração. Rezar
Pópulum tuum, quǽsumus, Dómine, propítius respice: atque ab eo flagella tuæ iracúndiæ clementer avérte. Por Dominum. Olha para o teu povo com favor, ó Senhor, e na tua misericórdia afasta dele os flagelos da tua ira

Leitura do livro de 

Deuteronômio 26, 12-19.
 "12.Quando tiveres acabado de separar o dízimo de todos os teus produtos, no terceiro ano, que é o ano do dízimo, e o tiveres distribuído ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que tenham em tua cidade do que comer com fartura,* 13.dirás em presença do Senhor, teu Deus: ‘Tirei de minha casa o que era consagrado para dá-lo ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, como me ordenastes; não transgredi nem omiti nenhum dos vossos mandamentos. 14.Não comi dessas coisas durante o meu luto, nem delas separei coisa alguma em estado de impureza, e delas nada dei a um morto. Obedeci à voz do Senhor meu Deus e conformei-me inteiramente às vossas ordens.* 15.Olhai de vossa santa morada, do alto dos céus, e abençoai vosso povo de Israel, e a terra que nos destes, como jurastes a nossos pais, terra que mana leite e mel’.” 16.“O Senhor, teu Deus, ordena-te hoje que guardes estas leis e estes preceitos. Observa-os cuidadosamente e pratica-os de todo o teu coração e de toda a tua alma. 17.Hoje, fizeste o Senhor, teu Deus, prometer que ele seria teu Deus, e que andarias nos seus caminhos, observando suas leis, seus mandamentos e seus preceitos, e obedecendo-lhe fielmente. 18.E o Senhor fez-te prometer neste dia, também de tua parte, que serias um povo que lhe pertenceria de maneira exclusiva, como te disse, e que observarias todos os seus mandamentos, 19.para que ele te eleve em glória, renome e esplendor, acima de todas as nações que criou, e sejas, assim, um povo consagrado ao Senhor, teu Deus, como te disse.”"

Gradual/ Sal. 78, 9 e 10.
Senhor, perdoa-nos os nossos pecados, para que não digam entre as nações: Onde está o seu Deus?
V / Ajuda-nos, ó Deus, nosso Salvador, e pela honra do teu nome, Senhor, livra-nos.

Post Kyrie, eleison , dicitur: Depois do Kýrie, eléison , dizemos:
Oremus. Flectamus genua. Vamos rezar. Vamos dobrar os joelhos.
V/. Levante. V/. Ficar de pé.
Oração. Rezar
Protéctor noster, aspice, Deus: ut, qui malórum nostrorum póndere prémimur, percépta misericórdia, líbera tibi mente famulémur. Por Dominum. Ó Deus, nosso protetor, olhe para nós que somos esmagados sob o peso de nossos males, para que, por sua misericórdia, possamos servir com espírito livre.

Leitura do livro de 

Deuteronômio 11, 22-25.
"22.Se observardes fielmente todos os mandamentos que vos prescrevo, amando o Senhor, vosso Deus, andando em seus caminhos e apegando-vos a ele, 23.então o Senhor expulsará de dian­te de vós todas essas nações, e des­pojareis povos mais numerosos e mais fortes do que vós. 24.Todo lugar em que pisar a plan­ta de vossos pés vos pertencerá. Vossas fronteiras irão desde o deserto até o Líbano e desde o rio Eufrates até o mar do ocidente. 25.Ninguém vos poderá resistir. O Senhor, vosso Deus, semeará o pânico e o terror de vós em todas as terras onde pisardes, como vos prometeu."

Gradual. Sal. 83, 10 e 9. Gradual
Protéctor noster, aspice, Deus e réspice super servos tuos. Você que é nosso protetor, olhe, ó Deus, e lance seus olhos sobre seus servos.
V/. Dómine, Deus virtútum, exáudi preces servórum tuórum. Senhor, Deus dos exércitos, ouve as orações dos teus servos.
Post Kyrie, eleison , dicitur: Depois do Kýrie, eléison , dizemos:
Oremus. Flectamus genua. Vamos rezar. Vamos dobrar os joelhos.
V/. Levante. V/. Ficar de pé.
Oração. Rezar
Adésto, quǽsumus, Dómine, supplicatiónibus nostris: ut esse, te largiente, mereámur et inter próspera húmiles, et inter advérsa secúri. Por Dominum. Digna-te, rogamos-te, Senhor, que estejas atento às nossas súplicas, para que, pela tua graça, possamos permanecer humildes na prosperidade e confiantes na adversidade.

Leitura do livro de 

Macabeus.2 Mach. 1, 23-26 e 27.
"23.Enquanto se consumia o sacrifício, os sacerdotes puseram-se a rezar, e todos rezavam com eles. Jônatas entoava e os outros, inclusive Neemias, juntavam sua voz à dele. 24.Eis a oração: “Senhor, Senhor Deus, criador de todas as coisas, temível e forte, justo e misericordioso, que sois o rei único e bom, 25.único generoso, único justo, Todo-poderoso e eterno, vós que salvastes Israel de todo mal, que fizestes de nossos pais vossos escolhidos e os santificastes, 26.aceitai este sacrifício, oferecido por todo o vosso povo de Israel; guardai vossa parte de eleição e santificai-a.""27.Congregai nossos irmãos dispersos, devolvei a liberdade aos que estão escravizados entre os pagãos, deitai vosso olhar sobre os que são desprezados e abominados, para que as nações saibam que sois nosso Deus."

Gradual
Convértere, Dómine, aliquántulum e deprecáre super servos tuos. Volta, Senhor, deixa-te inclinar a favor dos teus servos.
V/. Dómine, refúgium factus es nobis, uma geração e descendência. Senhor, tu tens sido um refúgio para nós de geração em geração.
Post Kyrie, eleison , dicitur: Depois do Kýrie, eléison , dizemos:
Oremus. Flectamus genua. Vamos rezar. Vamos dobrar os joelhos.
V/. Levante. V/. Ficar de pé.
Oração. Rezar
Preces pópuli tui, quǽsumus, Dómine, clementer exáudi: ut, qui iuste pro peccátis nostris afflígimur, pro tui nóminis glória misericórditer liberémur. Per Dominum nostrum. Suplicamos-te, Senhor, em tua misericórdia, ouve as orações do teu povo, para que nós, que somos afligidos com justiça por nossos pecados, sejamos misericordiosamente libertos para a glória do teu nome.

Leitura da Epístola de São Paulo

I Tessalonicenses 5, 14-23
14 Pedimo-vos, porém, irmãos, corrigi os desordeiros, encorajai os tímidos, amparai os fracos e tende paciência para com todos. 15 Vede que ninguém pague a outro mal por mal. Antes, procurai sempre praticar o bem entre vós e para com todos. 16 Vivei sempre contentes. 17 Orai sem cessar. 18 Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo. 19 Não extingais o Espírito. 20 Não desprezeis as profecias. 21 Examinai tudo: abraçai o que é bom. 22 Guardai-vos de toda a espécie de mal. 23 O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!

Gradual. Sal. 140, 2. Gradual
Dirigátur orátio mea sicut incensum in conspéctu tuo, Dómine. Que minha oração, Senhor, suba diante de ti como incenso.
V/. Elevátio mánuum meárum sacrifícium vespertínum. Que a elevação de minhas mãos seja como o sacrifício da tarde para você.
Post Kyrie, eleison , dicitur: Depois do Kýrie, eléison , dizemos:
Oremus. Flectamus genua. Vamos rezar. Vamos dobrar os joelhos.
V/. Levante. V/. Ficar de pé.
Oração. Rezar
Actiones nostras, quǽsumus, Dómine, aspirándo prǽveni, et adiuvándo proséquere: ut cuncta nostra orátio et operatio a te sempre incípiat, et per te cœpta finiátur. Por Dominum. Suplicamos-te, Senhor, que antecipes as nossas ações por tua inspiração e as guies por tua graça, para que todas as nossas orações e todas as nossas obras tenham sempre seu início e seu término em ti.

Leitura do livro do 

Profeta Daniel3, 47-51.
"47.Então, as chamas, subindo a quarenta e nove côvados acima da fornalha, 48.ultrapassaram a grade e queimaram os caldeus que se achavam perto. 49.Mas o anjo do Senhor havia descido com Azarias e seus companheiros à fornalha e afastava o fogo. 50.Fez do centro da fogueira como um lugar onde soprasse uma brisa matinal: o fogo nem mesmo os tocava, nem lhes fazia mal algum, nem lhes causava a menor dor. 51.Então, os três jovens elevaram suas vozes em uníssono para louvar, glorificar e bendizer a Deus dentro da fornalha, neste cântico:"

Hic non respondetur Deo gratias. aqui não respondemos Damos graças a Deus
Hino. Dan. ibid., 52-53. Hino.
Benedictus es, Dómine, Deus patrum nostrorum. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Et benedíctum nomen glóriæ tuæ, quod est sanctum. E laudábile et gloriósum in sǽcula.
Benedictus es in templo sancto glóriæ tuæ. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Benedictus es super thronum sanctum regni tui. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Benedíctus es super sceptrum divinitátis tuæ. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Benedictus es, qui sedes super Chérubim, intuens abýssos. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Benedíctus es, qui ámbulas super pennas ventórum et super undas maris. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula.
Bendito te omnes Angeli et Sancti tui. Et laudent te et gloríficent in sǽcula.
Benedícant te cæli, terra, lagoa, et ómnia quæ in eis sunt. Et laudent te et gloríficent in sǽcula.
Glória Patri, e Fílio, e Spirítui Sancto. E laudábili et glorióso in sǽcula.
Sicut erat in princípio, et nunc, et sempre: et in sǽcula sæculórum. Um homem. E laudábili et glorióso in sǽcula.
Benedictus es, Dómine, Deus patrum nostrorum. Et laudábilis et gloriósus in sǽcula. Bendito és tu, Senhor, Deus de nossos pais. E digno de louvor e glória para sempre.


E bendito seja o nome da tua glória, que é santo. E digno de louvor e glória para sempre.
Você é abençoado no santo templo de sua glória. E digno de louvor e glória para sempre.
Você é abençoado no trono sagrado do seu reino. E digno de louvor e glória para sempre.
Você é abençoado no cetro de sua divindade. E digno de louvor e glória para sempre.
Bem-aventurados vós que, sentados sobre os Querubins, vedes o fundo do abismo. E digno de louvor e glória para sempre.
Bem-aventurados vocês que andam nas asas dos ventos e nas ondas do mar, e dignos de louvor e glória pelos séculos dos séculos.
Que todos os Anjos e Santos te abençoem. Que eles te louvem e glorifiquem para sempre.
Que os céus, a terra e o mar, e tudo o que eles contêm, te abençoem. Que eles te louvem e glorifiquem para sempre.
Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. E para aquele que é digno de louvor e glória para sempre.
Como era no princípio, e agora, e sempre, e sempre e sempre. Que assim seja. E para aquele que é digno de louvor e glória para sempre.
Bendito és tu, Senhor, Deus de nossos pais. E digno de louvor e glória para sempre.
Hic dicitur V/. Dóminus vobíscum , sine Flectamus génua. Aqui dizemos V/. O Senhor esteja convosco , sem dobrar os joelhos.
Oração. Rezar
Deus, qui tribus púeris mitigásti flammas ígnium: concede propítius; ut nos fámulos tuos non exúrat flamma vitiorum. Per Dominum nostrum. Ó Deus, que removeste o ardor das chamas da fornalha para os três jovens, concede-nos em tua misericórdia que nós, teus servos, não sejamos queimados pelo fogo das paixões.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos 

Tessalonicenses.1 Tes. 5, 14-23.
"14.Pedimo-vos, porém, irmãos, corrigi os desordeiros, encorajai os tímidos, amparai os fracos e tende paciência para com todos.* 15.Vede que ninguém pague a outro mal por mal. Antes, procurai sempre praticar o bem entre vós e para com todos. 16.Vivei sempre contentes. 17.Orai sem cessar. 18.Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo. 19.Não extingais o Espírito.* 20.Não desprezeis as profecias. 21.Examinai tudo: abraçai o que é bom. 22.Guardai-vos de toda a espécie de mal. 23.O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!*"

Gradual/Sal. 116, 1-2.
Nações, todas louvam ao Senhor; povos, louvai-o a todos.
V /  Pois a sua misericórdia foi estabelecida, e a verdade do Senhor dura para sempre.

Sequência do Santo Evangelho 

São Mateus 17, 1-9
1 Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os à parte a uma alta montanha. 2 Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura. 3 E eis que apareceram Moisés e Elias conversando com ele. 4 Pedro tomou então a palavra e disse-lhe: Senhor, é bom estarmos aqui. Se queres, farei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias. 5 Falava ele ainda, quando veio uma nuvem luminosa e os envolveu. E daquela nuvem fez-se ouvir uma voz que dizia: Eis o meu Filho muito amado, em quem pus toda minha afeição; ouvi-o. 6 Ouvindo esta voz, os discípulos caíram com a face por terra e tiveram medo. 7 Mas Jesus aproximou-se deles e tocou-os, dizendo: Levantai-vos e não temais. 8 Eles levantaram os olhos e não viram mais ninguém, senão unicamente Jesus. 9 E, quando desciam, Jesus lhes fez esta proibição: Não conteis a ninguém o que vistes, até que o Filho do Homem ressuscite dos mortos. 

Ofertório/ Sal. 87, 2-3.
Senhor, Deus da minha salvação, diante de ti clamei dia e noite; que minha oração te alcance, Senhor.

Secreta
Nós vos suplicamos, Senhor, dignai-vos santificar nossos jejuns por este sacrifício presente, para que a mudança que sua observação marca exteriormente possa ser realizada interiormente em nossas almas.

Prefácio da Quadragésima.Prefácio à Quaresma .

Comunhão/Sal. 7, 2.
Senhor, meu Deus, esperei em ti; salva-me de todos os que me perseguem e livra-me.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Deus Todo-Poderoso, graças à tua ajuda santificadora, nossos vícios sejam curados e nossa alma provida de remédios espirituais para a eternidade.
Super populum: Oremus. Humiliate capita vestra Deo.Sobre o povo: Oremos. Humilhem suas cabeças diante de Deus.
Oração. Rezar
Fiel tuos, Deus, benedíctio desideráta confírmet: quæ eos et a tua voluntáte numquam fáciat discrepáre, et tuis sempre indúlgeat benefíciis gratulári. Por Dominum. Que a tua bênção, ó Deus, fortaleça os teus fiéis que a desejam, que ela os retenha na tua vontade e lhes permita regozijar-se sem cessar nos teus benefícios.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.