segunda-feira, 28 de março de 2022

Segunda-feira.Quarta Semana da Quaresma.

28/03  Segunda-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Roxos

Intróito/Sal. 53, 3-4.
Deus, salve-me pelo seu nome e me dê justiça pelo seu poder. Ó Deus, ouça minha oração; dá ouvidos às palavras da minha boca.Sal. 121,  Pois estranhos se levantaram contra mim, e valentes tentaram tirar-me a vidaV/. Glória Patri.

Coleta
Dá-nos a graça, ó Deus Todo-Poderoso, de que, praticando todos os anos estas santas observâncias com fidelidade religiosa, possamos agradar-te em corpo e alma. Por Nosso Senhor.

Leitura da Epístola do livro 

Terceiro livros Reis 3,16-28
16 Vieram duas prostitutas apresentar-se ao rei. 17 Uma delas disse: Ouve, meu senhor: Esta mulher e eu habitamos na mesma casa, e eu dei à luz junto dela no mesmo aposento. 18 Três dias depois, deu também ela à luz. Ora, nós vivemos juntas, e não havia nenhum estranho conosco nessa casa, pois somente nós duas estávamos ali. 19 Durante a noite morreu o filho dessa mulher, porque o abafou enquanto dormia. 20 Levantou-se ela então, no meio da noite, e enquanto a tua serva dormia, tomou o meu filho que estava junto de mim e o deitou em seu seio, deixando no meu o seu filho morto. 21 Quando me levantei pela manhã para amamentar o meu filho, encontrei-o morto; mas, examinando-o atentamente à luz, verifiquei que não era o filho que eu dera à luz. 22 É mentira!, replicou a outra mulher, o que está vivo é meu filho; o teu é que morreu. A primeira contestou: Não é assim; o teu filho é o que morreu, o que está vivo é o meu. E assim disputavam diante do rei. 23 O rei disse então: Tu dizes: é o meu filho que está vivo, e o teu é o que morreu; e tu replicas: não é assim; é o teu filho que morreu, e o meu é o que está vivo. 24 Vejamos, continuou o rei; trazei-me uma espada. Trouxeram ao rei uma espada. 25 Cortai pelo meio o menino vivo, disse ele, e dai metade a uma e metade à outra. 26 Mas a mulher, mãe do filho vivo, sentiu suas entranhas enternecerem-se e disse ao rei: Rogo-te, meu senhor, que dês a ela o menino vivo; não o mateis; a outra, porém, dizia: Ele não será nem teu, nem meu; seja dividido! 27 Então o rei pronunciou o seu julgamento: Dai, disse ele, o menino vivo a essa mulher; não o mateis, pois é ela a sua mãe. 28 Todo o Israel, ouvindo o julgamento pronunciado pelo rei, encheu-se de respeito por ele, pois via-se que o inspirava a sabedoria divina para fazer justiça.

Gradual/Sal. 30, 3.
Seja eu um Deus protetor e uma casa de refúgio, para que você me salve.
V / Sal. 70,1 Ó Deus, tenho esperado em ti, Senhor, que nunca serei confundido.

Trato/ Sal. 102, 10.
Senhor, não nos trates segundo os nossos pecados, e não nos castigues segundo as nossas iniqüidades.
V/. Sal. 78, 8-9.Senhor, não se lembre mais de nossas antigas iniqüidades; que suas misericórdias venham apressadamente ao nosso encontro, pois estamos reduzidos à última miséria.
(Hic genuflectitur) V/. Adiuva nos, Deus, salutáris noster: et propter glóriam nóminis tui, Dómine, libera nos: et propítius esto peccátis nostris, propter nomen tuum Ajoelhamo-nos V/. Ajuda-nos, ó Deus, nosso Salvador, e para a glória do teu nome, Senhor, livra-nos e perdoa-nos os nossos pecados, por amor do teu nome.

Sequência do Santo Evangelho 

São João 2,13-25
13 Estava próxima a Páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. 14 Encontrou no templo os negociantes de bois, ovelhas e pombas, e mesas dos trocadores de moedas. 15 Fez ele um chicote de cordas, expulsou todos do templo, como também as ovelhas e os bois, espalhou pelo chão o dinheiro dos trocadores e derrubou as mesas. 16 Disse aos que vendiam as pombas: Tirai isto daqui e não façais da casa de meu Pai uma casa de negociantes. 17 Lembraram-se então os seus discípulos do que está escrito: O zelo da tua casa me consome (Sl 68,10). 18 Perguntaram-lhe os judeus: Que sinal nos apresentas tu, para procederes deste modo? 19 Respondeu-lhes Jesus: Destruí vós este templo, e eu o reerguerei em três dias. 20 Os judeus replicaram: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu hás de levantá-lo em três dias?! 21 Mas ele falava do templo do seu corpo. 22 Depois que ressurgiu dos mortos, os seus discípulos lembraram-se destas palavras e creram na Escritura e na palavra de Jesus. 23 Enquanto Jesus celebrava em Jerusalém a festa da Páscoa, muitos creram no seu nome, à vista dos milagres que fazia. 24 Mas Jesus mesmo não se fiava neles, porque os conhecia a todos. 25 Ele não necessitava que alguém desse testemunho de nenhum homem, pois ele bem sabia o que havia no homem.

Ofertório/ Sal. 99, 1-2.
Louvado seja Deus, toda a terra; servir ao Senhor com alegria. Entre em sua presença com alegria, pois o Senhor é Deus.

Secreta
Este sacrifício é oferecido a ti, ó Senhor, que ele sempre nos dê vida e nos forneça sua ajuda. Por Nosso Senhor.

Prefácio da Quadragésima.Prefácio à Quaresma .
 
Comunhão/ Sal. 18, 13 e 14.
Purifica-me, Senhor, de minhas faltas ocultas, e preserva teu servo da corrupção de estranhos.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Tendo ingerido este salutar sacramento, nós Vos suplicamos, Senhor, concedei-nos a bênção da eterna redenção. Por Nosso Senhor.

Super populum: Oremus. Humiliate capita vestra Deo.Sobre o povo: Oremos. Humilhem suas cabeças diante de Deus.Oração.Deprecatiónem nostram, quǽsumus. Dómine, benígnus exáudi: et, quibus supplicándi præstas afféctum, tríbue defensiónis auxílio. Por Dominum.Rezar Nós Vos pedimos sinceramente, Senhor, conceda em sua benevolência nossas súplicas e conceda a assistência de sua proteção àqueles a quem você dá a vontade de orar a você. Por Nosso Senhor.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.