sexta-feira, 11 de março de 2022

Sexta-feira das têmporas.

11/03 Sexta-feira
Festa de Segunda Classe
Paramentos Roxos
Jejum e abstinência
Façam penitência.


Intróito/Sal. 24, 17 e 18.
Senhor, livra-me da minha angústia; veja minha humilhação e minha dor e perdoe-me todos os meus pecados.Ps. ibid., 2. A ti, Senhor, elevo a minha alma; meu Deus, confio em ti, para não ter de corar V/. Glória Patri.

Coleta
Sê, Senhor, propício ao teu povo; você o inspira com piedade para com você, que sua misericórdia o sustente com sua ajuda benéfica.

Leitura da Epístola do livro do profeta

Ezequiel 18,20-28
20 É o pecador que deve perecer. Nem o filho responderá pelas faltas do pai nem o pai pelas do filho. É ao justo que se imputará sua justiça, e ao mau a sua malícia. 21 Se, no entanto, o mau renuncia a todos os seus erros para praticar as minhas leis e seguir a justiça e a eqüidade, então ele viverá decerto, e não há de perecer. 22 Não lhe será tomada em conta qualquer das faltas cometidas: ele há de viver por causa da justiça que praticou. 23 Terei eu prazer com a morte do malvado? - oráculo do Senhor Javé. - Não desejo eu, antes, que ele mude de proceder e viva? 24 E, se um justo abandonar a sua justiça, se praticar o mal e imitar todas as abominações cometidas pelo malvado, viverá ele? Não será tido em conta qualquer dos atos bons que houver praticado. É em razão da infidelidade da qual se tornou culpado e dos pecados que tiver cometido que deverá morrer. 25 Dizeis: não é justo o modo de proceder do Senhor. Escutai-me então, israelitas: o meu modo de proceder não é justo? Não será o vosso que é injusto? 26 Quando um justo renunciar à sua justiça para cometer o mal e ele morrer, então é devido ao mal praticado que ele perece. 27 Quando um malvado renuncia ao mal para praticar a justiça e a eqüidade, ele faz reviver a sua alma. 28 Se ele se corrige e renuncia a todas as suas faltas, certamente viverá e não perecerá.

Gradual/Sal. 85, 2 e 6.
Salva, meu Deus, o teu servo que em ti espera.
V / Dá ouvidos, Senhor, à minha oração.

Trato/ Sal. 102, 10.
Senhor, não nos trates segundo os nossos pecados, e não nos castigues segundo as nossas iniqüidades.
V/.  Sal. 78, 8-9.Senhor, não se lembre mais de nossas antigas iniqüidades; que suas misericórdias venham apressadamente ao nosso encontro, pois estamos reduzidos à última miséria.
Ajoelhamo-nos V/.Ajuda-nos, ó Deus, nosso Salvador, e para a glória do teu nome, Senhor, livra-nos e perdoa-nos os nossos pecados, por amor do teu nome.

Sequência do Santo Evangelho 

São João 5,1-15
1 Depois disso, houve uma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. 2 Há em Jerusalém, junto à porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, que tem cinco pórticos. 3 Nestes pórticos jazia um grande número de enfermos, de cegos, de coxos e de paralíticos, que esperavam o movimento da água. 4 [Pois de tempos em tempos um anjo do Senhor descia ao tanque e a água se punha em movimento. E o primeiro que entrasse no tanque, depois da agitação da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse.] 5 Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. 6 Vendo-o deitado e sabendo que já havia muito tempo que estava enfermo, perguntou-lhe Jesus: Queres ficar curado? 7 O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; enquanto vou, já outro desceu antes de mim. 8 Ordenou-lhe Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. 9 No mesmo instante, aquele homem ficou curado, tomou o seu leito e foi andando. Ora, aquele dia era sábado. 10 E os judeus diziam ao homem curado: E sábado, não te é permitido carregar o teu leito. 11 Respondeu-lhes ele: Aquele que me curou disse: Toma o teu leito e anda. 12 Perguntaram-lhe eles: Quem é o homem que te disse: Toma o teu leito e anda? 13 O que havia sido curado, porém, não sabia quem era, porque Jesus se havia retirado da multidão que estava naquele lugar. 14 Mais tarde, Jesus o achou no templo e lhe disse: Eis que ficaste são; já não peques, para não te acontecer coisa pior. 15 Aquele homem foi então contar aos judeus que fora Jesus quem o havia curado.

Ofertório/ Pr. 102, 2 e 5.
Minha alma, bendiga ao Senhor, e nunca se esqueça de todas as suas bênçãos; e a tua mocidade se renovará como a da águia.

Secreta
Nós te imploramos, Senhor, aceita as ofertas oferecidas a ti por nosso ministério, e em tua misericórdia, santifica teus dons.
Prefácio da Quadragésima.Prefácio à Quaresma .

Comunhão/Ps6, 11.
Deixe todos os meus inimigos corarem e serem tomados de medo; que eles recuem rapidamente e logo sejam confundidos.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Concede, Senhor, pela virtude deste mistério que nossos erros sejam apagados e nossos justos desejos realizados.

Sobre o povo: Oremos. Humilhem suas cabeças diante de Deus.
Oração. Ouve-nos, ó Deus de misericórdia, manifesta às nossas almas a luz da tua graça.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.