sábado, 2 de abril de 2022

Sábado.Quarta Semana da Quaresma.

02/04 Sábado 
Festa de Terceira Classe
Paramentos Roxos

Intróito/Is. 55, 1.
Todos vocês que estão com sede, venham às águas, diz o Senhor, e vocês que não têm dinheiro, venham e bebam com alegria.Sal. 77, 1. Meu povo, ouça a minha lei, ouça as palavras da minha boca.V/. Glória Patri.

Coleta
Suplicamos-te, Senhor, que o sentimento de nossa devoção se torne frutífero por tua graça; porque os jejuns que empreendemos nos serão úteis quando forem agradáveis ​​à vossa bondade.Per Dominum nostrum.

Leitura da Epístola do livro do  

Isaías 49,8-15
8 Eis o que diz o Senhor: no tempo da graça eu te atenderei, no dia da salvação eu te socorrerei, (Eu te formei e designei para fazer a aliança com os povos), para restaurar o país e distribuir as heranças devastadas, 9 para dizer aos prisioneiros: Saí! E àqueles que mergulham nas trevas: Vinde à luz! Ao longo de todo o trajeto terão o que comer. Sobre todas as dunas encontrarão seu alimento. 10 Não sentirão fome nem sede; o vento quente e o sol não os castigarão, porque aquele que tem piedade deles os guiará e os conduzirá às fontes. 11 Tornar-lhes-ei acessíveis todas as montanhas, e caminhos atingirão as alturas. 12 Ei-los que vêm de longe, ei-los do norte e do poente, e outros da terra dos sienitas. 13 Cantai, ó céus; terra, exulta de alegria; montanhas, prorrompei em aclamações! Porque o Senhor consolou seu povo, comoveu-se e teve piedade dos seus na aflição. 14 Sião dizia: O Senhor abandonou-me, o Senhor esqueceu-me. 15 Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca. 

Gradual/Ps. 9, 14 e 1-2.
É a ti, Senhor, que ficou o cuidado dos pobres, tu serás o protetor do órfão.
V /Por que, Senhor, tu se retirou para longe e desdenha olhar para mim em tempo de necessidade e aflição? Enquanto os ímpios são orgulhosos, os pobres são consumidos.

Sequência do Santo Evangelho 


São João 8,12-20

12 Falou-lhes outra vez Jesus: Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. 13 A isso, os fariseus lhe disseram: Tu dás testemunho de ti mesmo; teu testemunho não é digno de fé. 14 Respondeu-lhes Jesus: Embora eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é digno de fé, porque sei de onde vim e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho nem para onde vou. 15 Vós julgais segundo a aparência; eu não julgo ninguém. 16 E, se julgo, o meu julgamento é conforme a verdade, porque não estou sozinho, mas comigo está o Pai que me enviou. 17 Ora, na vossa lei está escrito: O testemunho de duas pessoas é digno de fé (Dt 19,15). 18 Eu dou testemunho de mim mesmo; e meu Pai, que me enviou, o dá também. 19 Perguntaram-lhe: Onde está teu Pai? Respondeu Jesus: Não conheceis nem a mim nem a meu Pai; se me conhecêsseis, certamente conheceríeis também a meu Pai. 20 Estas palavras proferiu Jesus ensinando no templo, junto aos cofres de esmola. Mas ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora.

Ofertório/  Sal. 17, 3.
O Senhor se tornou meu forte apoio, meu refúgio e meu libertador; e eu espero nele.

Secreta
Aceitando nossas oferendas, que sua justiça seja aplacada, nós te imploramos, Senhor, e em sua bondade, traga de volta para você nossas vontades rebeldes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Prefácio da Quadragésima.Prefácio à Quaresma .
 
Comunhão/ Sal. 22, 1-2.
É o Senhor quem me guia, e nada pode me falhar: Ele me estabeleceu em um lugar de pastagem: Ele me trouxe para águas fortificantes.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que os vossos santos mistérios nos purifiquem, vos suplicamos, Senhor, e que operem em nossas almas e as tornem dignas de vos agradar. Por Nosso Senhor.
Super populum: Oremus. Humiliate capita vestra Deo.Sobre o povo: Oremos. Humilhem suas cabeças diante de Deus.
Oração.Deus, qui sperántibus in te miseréri potius éligis quam irasci: da nobis dignified flere mala, quae fecimus; ut tuæ consolatiónis grátiam inveníre mereámur. Por Dominum.Rezar:Ó Deus, que preferes ter piedade daqueles que esperam em ti do que te irritar; permite-nos chorar devidamente o mal que cometemos, para que mereçamos a graça de ser consolados por ti. Por Nosso Senhor.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário. 
Façam penitencia.