terça-feira, 29 de março de 2022

Terça-feira da Quarta Semana da Quaresma.

29/03 Terça-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Roxos

Intróito/Sal. 54, 2-3.
Ouve, ó Deus, a minha oração, e não desprezes a minha súplica; me escute e me responda.Ps. ib., 3-4. Eu estava cheio de tristeza em minha provação, e problemas me apoderaram da voz do inimigo e da opressão do pecador. V/. Glória Patri.

Coleta
Dignai-vos, Senhor, que os jejuns que observamos neste tempo santo nos ajudem a progredir na piedade e obtenham para nós a assistência contínua de vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Leitura da Epístola do livro do  

Exôdo 32,7-14
7 O Senhor disse a Moisés: ?Vai, desce, porque se corrompeu o povo que tiraste do Egito. 8 Desviaram-se depressa do caminho que lhes prescrevi; fizeram para si um bezerro de metal fundido, prostraram-se diante dele e ofereceram-lhe sacrifícios, dizendo: eis, ó Israel, o teu Deus que te tirou do Egito. 9 Vejo, continuou o Senhor, que esse povo tem a cabeça dura. 10 Deixa, pois, que se acenda minha cólera contra eles e os reduzirei a nada; mas de ti farei uma grande nação.? 11 Moisés tentou aplacar o Senhor seu Deus, dizendo-lhe: ?Por que, Senhor, se inflama a vossa ira contra o vosso povo que tirastes do Egito com o vosso poder e à força de vossa mão? 12 Não é bom que digam os egípcios: com um mau desígnio os levou, para matá-los nas montanhas e suprimi-los da face da terra! Aplaque-se vosso furor, e abandonai vossa decisão de fazer mal ao vosso povo. 13 Lembrai-vos de Abraão, de Isaac e de Israel, vossos servos, aos quais jurastes por vós mesmo de tornar sua posteridade tão numerosa como as estrelas do céu e de dar aos seus descendentes essa terra de que falastes, como uma herança eterna.? 14 E o Senhor se arrependeu das ameaças que tinha proferido contra o seu povo. 

Gradual/Pr. 43, 26 e 2.
Levanta-te, Senhor, ajuda-nos e redime-nos por amor do teu nome.
V /Ó Deus, nós ouvimos com nossos ouvidos: nossos pais nos falaram da obra que Senhor fez em seus dias e nos dias da antiguidade.

Sequência do Santo Evangelho 

São João 7,14-31
14 Lá pelo meio da festa, Jesus subiu ao templo e pôs-se a ensinar. 15 Os judeus se admiravam e diziam: Este homem não fez estudos. Donde lhe vem, pois, este conhecimento das Escrituras? 16 Respondeu-lhes Jesus: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. 17 Se alguém quiser cumprir a vontade de Deus, distinguirá se a minha doutrina é de Deus ou se falo de mim mesmo. 18 Quem fala por própria autoridade busca a própria glória, mas quem procura a glória de quem o enviou é digno de fé e nele não há impostura alguma. 19 Acaso não foi Moisés quem vos deu a lei? No entanto, ninguém de vós cumpre a lei!... 20 Por que procurais tirar-me a vida? Respondeu o povo: Tens um demônio! Quem procura tirar-te a vida? 21 Replicou Jesus: Fiz uma só obra, e todos vós vos maravilhais! 22 Moisés vos deu a circuncisão (se bem que ela não é de Moisés, mas dos patriarcas), e até no sábado circuncidais um homem! 23 Se um homem recebe a circuncisão em dia de sábado, e isso sem violar a Lei de Moisés, por que vos indignais comigo, que tenho curado um homem em todo o seu corpo em dia de sábado? 24 Não julgueis pela aparência, mas julgai conforme a justiça. 25 Algumas das pessoas de Jerusalém diziam: Não é este aquele a quem procuram tirar a vida? 26 Todavia, ei-lo que fala em público e não lhe dizem coisa alguma. Porventura reconheceram de fato as autoridades que ele é o Cristo? 27 Mas este nós sabemos de onde vem. Do Cristo, porém, quando vier, ninguém saberá de onde seja. 28 Enquanto ensinava no templo, Jesus exclamou: Ah! Vós me conheceis e sabeis de onde eu sou!... Entretanto, não vim de mim mesmo, mas é verdadeiro aquele que me enviou, e vós não o conheceis. 29 Eu o conheço, porque venho dele e ele me enviou. 30 Procuraram prendê-lo, mas ninguém lhe deitou as mãos, porque ainda não era chegada a sua hora. 31 Muitos do povo, porém, creram nele e perguntavam: Quando vier o Cristo, fará mais milagres do que este faz? 

Ofertório/ Pr. 39, 2, 3 e 4.
Esperei e esperei novamente pelo Senhor, e ele prestou atenção em mim. Ele respondeu à minha oração e colocou um novo cântico em minha boca, um hino ao nosso Deus.

Secreta
Que esta hóstia, nós vos imploramos, Senhor, nos purifique de nossas faltas e santifique os corpos e as almas de seus fiéis para a celebração deste sacrifício. Por Nosso Senhor.

Prefácio da Quadragésima.Prefácio à Quaresma .
 
Comunhão/ Sal. 19, 6.
Regozijaremos em sua salvação e nos gloriaremos em nome de nosso Deus.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Concede, ó Senhor, que a recepção deste sacramento nos purifique de toda culpa e nos conduza ao reino celestial. Por Nosso Senhor.

Super populum: Oremus. Humiliate capita vestra Deo.Sobre o povo: Oremos. Humilhem suas cabeças diante de Deus.
Oração.Miserére, Dómine, pópulo tuo: et contínuis tribulatiónibus laborántem, propítius respiráre concede. Por Dominum.RezarTem misericórdia de teu povo, ó Senhor, e em tua misericórdia dá-lhes algum descanso, pois é em meio a tribulações contínuas que eles buscam seus esforços. Por Nosso Senhor.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.