domingo, 28 de fevereiro de 2021

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DCXCVI (697) – (21 de novembro de 2020)

 

VIGANÒ RESPONDE

Graças a Deus pela voz clara e católica de Viganò.

Estes “Comentários” poderiam escolher suas palavras todas as semanas.

 No último mês de agosto, um jornalista do Life Site News enviou para o Arcebispo Viganò, que está escondido na Itália, um artigo sobre a vida cotidiana no mundo de hoje para os católicos que desejam manter a fé. O título era Questions for Viganò: His Excellency is right about Vatican II. But what does he think Catholics should do now? [Perguntas para Viganò: Sua Excelência tem razão sobre o Vaticano II. Mas o que acha que os católicos devem fazer agora?]. O Arcebispo começou sua resposta de 1º de setembro assegurando a Stephen Kokx, o jornalista, que ficaria feliz em responder às perguntas, porque tratavam de “assuntos que são muito importantes para os fiéis”. A resposta está aqui resumida, e no final dela estes "Comentários" destacarão um ponto em particular.

Kokx perguntou ao Arcebispo: “Quem pertence à Igreja Católica, e quem está separado dela?”. Ele respondeu que quem quer que proponha alguma das doutrinas adulteradas do Concílio não pode ser católico. Tampouco pode ser católico qualquer um que aceite qualquer uma dessas doutrinas sabendo que elas estão em ruptura com a doutrina católica imutável. Por outro lado, se uma pessoa é batizada, se considera a si mesma como católica e reconhece a Hierarquia católica, isso não significa necessariamente que aceite a doutrina conciliar, ou que adira à equipe conciliar, sabendo que esta está em ruptura com a Tradição Católica; e tampouco está necessariamente fora da Igreja. Mas mesmo os detentores de cargos que têm autoridade dentro da Igreja são duvidosamente católicos se aceitam a doutrina conciliar sabendo que é contrária à Tradição Católica. Eles têm autoridade na Igreja, mas não podem exercê-la. Somente sua autoridade dá a esses conciliares o direito de alegarem que são católicos, e não apenas membros de uma seita.




 Portanto, os católicos tradicionais pertencem à Igreja, e os modernistas não. Ademais, os leigos fiéis à Tradição podem e devem buscar com frequência sacerdotes, comunidades e institutos que também sejam fiéis à Tradição, especialmente na celebração da Missa. A esse respeito, o clero é menos livre que os leigos, porque pertence a uma hierarquia que normalmente requer obediência, mas tem o mesmo direito e dever de praticar sua Fé, aquela Fé que justifica e requer que se use o antigo rito da Missa. E se a Igreja vai ressurgir dos vários horrores da Nova Igreja, observe-se que a fidelidade de verdadeiros crentes sob perseguição é necessária dentro da Igreja para derrotar o Modernismo.




Foi permanecendo dentro da Igreja que o Arcebispo Lefebvre foi um modelo de fidelidade sob perseguição. Sua Fraternidade Sacerdotal São Pio X foi uma reprovação permanente para os modernistas, e foi capaz de sobreviver pelas consagrações episcopais de 1988, de modo que a verdadeira Missa pudesse ser libertada novamente e o Vaticano II pudesse ser desmascarado. O Bispo Tissier de Mallerais tem razão quando diz que no momento existem tanto a verdadeira Igreja quanto uma falsa “igreja” sob o mesmo teto, mas esse teto é católico, de modo que pertence à verdadeira Igreja, enquanto a falsa Igreja Conciliar não é mais do que uma intrusa. Devemos esperar e rezar para que vários pastores que agora dormem despertem para ver como foram enganados.

É um privilégio participar desta luta necessária por Nosso Senhor e por Sua Mãe, e assim ajudar a reavivar a honra, a fidelidade e o heroísmo. Pelo sacramento da Confirmação somos soldados de Cristo, e os cristãos tiveram de participar em uma grande batalha após a outra para defender a Verdade, o Bem e o Belo. Resistamos aos modernistas com a Verdade e a caridade. Os que praticam o Modernismo são os culpados, não nós que os denunciamos! Que os leigos não hesitem em assistir às Missas que não escandalizam, mas alimentam sua fé. Os verdadeiros pastores nos serão devolvidos por Deus, e os pastores falsos morrerão. Que os leigos se ocupem dos bons sacerdotes, recriem a caridade, evitem divisões e rebeliões, ofereçam conselhos respeitosos, questionando não a autoridade da Igreja, mas como ela está sendo mal utilizada. Deus não deixará de recompensar a nossa fidelidade e de restaurar a Sua Igreja, atraindo vocações de famílias que tiverem conservado a fé. Todos os problemas sérios são problemas humanos. Todos os problemas humanos têm uma solução católica.

 E o ponto por destacar? Observe-se como o Arcebispo mede tudo pela Verdade e pela Fé.

Kyrie eleison.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.

Rezem todos os dias o Santo.

28 de fevereiro dia de São Romão,Confessor.


   São Romão, que viveu no século 5, foi o primeiro eremita que existiu na França. Natural de Borgonha, entrou bem cedo no célebre e mais antigo mosteiro da França, Ainay.
  Tendo aprendido os princípios da vida religiosa, retirou-se para a solidão, num lugar chamado Condat, entre a Suíça e Borgonha, onde mais tarde se lhe associou o irmão, Lupicino. Algum tempo viveram juntos, entregues às práticas religiosas, quando começaram a experimentar impertinentes perseguições do demônio, que procurou assustá-los de mil modos. Bastante incomodados com as artimanhas do inimigo, retiraram-se daquele lugar, em demanda de um outro. Surpreendidos pela noite, hospedaram-se na choupana de uma pobre mulher. Esta, sabendo do motivo da fuga, disse-lhes: “Fizestes mal em ter abandonado a vossa casa. Se tivésseis lutado com mais coragem e pedido sossego a Deus, teríeis vencido as insídias do demônio”.  Envergonhados com esta advertência, voltaram ao lugar de onde tinham saído e de fato nunca mais o demônio os incomodou.
  A fama dos dois santos homens chamou muita gente ao lugar onde estes moravam, uns para pedir conselho, oração e consolo, outros, a estes em maior número, para, sob sua direção, levar uma vida em Deus. Santo Hilário tinha conferido a Romão as ordens do sacerdócio. Junto com seu irmão Lupicino fundou três conventos: o de Condat, hoje Santa Claude, o de Laucone e de la Baume. Ao redor deste último se agrupou a cidadezinha de St. Romain-de-Roche. Estes conventos gozavam de grande reputação na França, devido ao bom espírito, à vida santa que lá se levava.São Romão era para todos o modelo de perfeição.
  Em certa ocasião fez uma romaria ao túmulo de São Maurício e levou em sua companhia o monge Paládio. À noite os surpreendeu e tiveram de abrigar-se numa gruta, que servia de albergue a dois leprosos. Grande foi o espanto destes, ao avistarem os dois religiosos na pobre habitação. Romão, para convencê-los de que nada precisavam temer, abraçou-os e beijou-os com muito afeto. Quando, no dia seguinte, os romeiros se despediram dos pobres lázaros, Romão fez o sinal da cruz sobre eles e no mesmo momento a lepra os deixou.
  Este grande milagre aumentou ainda mais o grande conceito do Santo, em que o tinha todo o povo. Romão, porém muito se aborreceu com as honras de que o fizeram alvo e retirou-se para o convento de St. Claude, onde morreu no odor de santidade.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

23 de fevereiro dia de São Pedro Damião, Cardeal e Bispo de doutor.

http://4.bp.blogspot.com/-jXBWHvOLR8w/USQkTXcX4rI/AAAAAAAACAc/mPQPGSkNYy0/s1600/sao+pedro+damiao.jpg
 Nasceu em Ravena e foi uma destas difuras severas que, como São João Batista, surgem nas épocas de relaxamento para afastar os homens do erro e trazer-lhes de volta ao estreito caminho da virtude. Devido à prematura morte de seus pais, o santo foi criado pelo seu irmão, convertendo-se em um excelente discípulo, e mais tarde em um profundo servidor de Cristo. Pedro decidiu abandonar o mundo exterior e abraçar a vida religiosa entrando no convento de Fonte Avellana, comunidade de heremitas que gozavam de grande reputação.
Aí se dedicou à oração, leitura espiritual e estudos sagrados, vivendo com grande austeridade.
Pedro assumiu a direção da abadia em 1043, apesar de não querê-lo, governando com grande prudência e piedade Fundou outras cinco comunidades de heremitas, onde fomentou entre os monges o espírito de retiro, caridade e humildade e ademais esteve ao serviço da Igreja, sendo nomeado Cardeal e Bispo de Ostia em 1057. São Pedro escreveu vários documentos que ajudaram a manter a observância da moral e da disciplina, particularmente no que se refere aos deveres dos clérigos e monges. Apesar da sua severidade, o santo sabia tratar os pecadores com bondade e indulgência, quando a caridade e a prudência o pediam. Morreu no dia 22 de fevereiro de 1072.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias Santo o Rosário.

domingo, 21 de fevereiro de 2021

21 de fevereiro dia Santa Abadessa Adelaide,Virgem.

(+ 1015)
  A Santa Virgem e abadessa Adelaide descendia dos célebres condes de Geldern. Os pais, Megengoz e Gerberga tiveram, fora de Adelaide, ainda um filho e duas filhas. Uma destas entrou para o convento de Santa Maria em Colônia - Alemanha, Adelaide fez-se religiosa de Santa Úrsula, na mesma cidade.
  Ambas foram eleitas abadessas pela respectiva comunidade a que pertenciam. Quando os pais, por ocasião da morte do filho, construíram uma Igreja e um convento em Villich, Adelaide passou a ser abadessa desse mosteiro. Com ela entraram muitas donzelas e foi introduzida a regra de São Bento.
   Em Adelaide possuíam as religiosas uma verdadeira mãe que, com muita habilidade, guiava as filhas no caminho da perfeição e santidade, sendo-lhes em todas as virtudes cristãs modelo perfeito.
  A mesma caridade que reinava no convento, Adelaide tinha para com os pobres e doentes, que se lhe dirigiam. Quinze pobres eram seus hóspedes quotidianos. No tempo de uma grande fome, o convento de Villich foi a salvação para muita gente. Grande parte de sua herança destinou Adelaide para a pobreza. Pela morte de sua irmã Bertrada, abadessa do Convento de Santa Maria, no Capitólio, em Colônia, para lá foi transferida, na mesma qualidade de abadessa. Lá morreu em 1015. Deus se serviu de sua serva para operar grandes milagres, dos quais dois sejam aqui mencionados. Uma pessoa possessa do demônio ficou livre desta escravidão, e um menino paralítico recuperou o uso dos membros.


  Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Fraternidade dos homens decaídos?

Principalmente destes bispos da CNBB.

Vazio é o cardeal Odilo Scherer“A Campanha da Fraternidade é uma grande iniciativa da Igreja no Brasil, é uma campanha de evangelização popular. Durante a Quaresma, sempre se recorda um aspecto da dimensão social da nossa fé. A fé em Deus tem sempre a dimensão social, ou seja, da caridade e da fraternidadehttps://pt.wikipedia.org/wiki/ Fraternidade. Sem a fraternidade, nossa fé em Deus pode estar sendo vazia. 
Isso não sou eu quem digo, é São João quem diz”.
fraternidade 

É São João quem diz: Que os anti-cristo sairiam do meio de nós.Isto que uma verdade que vemos com bastante clareza nos tempos de hoje pela palavras deste Cardial se comportando como anticristo isso não sou que digo e SIM São João .1São João 2:18 “Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora.”

 Cristo é a nossa paz. Essa paz só vem pela verdade.

Não de fraternidade que é um conceito filosófico profundamente ligado às ideias de Liberdade e Igualdade e com as quais forma o tripé que caracterizou grande parte do pensamento revolucionário francês. "Liberdade, Igualdade e fraternidade".  fraternidadehttps://pt.wikipedia.org/wiki/ 


  Ideologia de gênero esta indo contra verdade que Deus criou um homem e uma mulher. A verdade está também nos mandamentos. Fala para não pecar contra a castidade.


1 São João 2:19 & 26 “Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco... Estas coisas vos escrevo a respeito daqueles que vos querem enganar.”

Rezem pelas pobres almas dos bispos da campanha da portal do inferno;  para eles não irem para o inferno.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Esgotado: O livro Orientações para a alma que quer ser perfeita.

 


  
Resumo:O livro contem 166 Orientações para a alma que quer ser perfeita.
Pontos de exame de conciência para a alma que quer ser perfeita.
 E algumas orações para a alma que quer ser perfeita.
Otimo para o aprofundamento basico para as almas.
Formato: 15 x 11cm
nº de pág: 48 pag's
R$ 3,00 esgotado


5 MIL livrinhos esgotados daqui 20 dias voltará com 4 paginas mais e nova capa aguardem.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

domingo, 7 de fevereiro de 2021

07 de fevereiro dia de Santo Romualdo, Abade.


Ravenna é a cidade, onde nasceu, em 956, descendente de nobre família dos duques de Onesti, Romualdo. Pais sem religião, como foram os de Romualdo, nenhuma educação deram ao filho que, entregue à própria vontade, pode gozar de toda a liberdade, até a idade de 20 anos. Vivendo segundo os princípios do mundo, faltavam-lhe aspirações superiores e os dias corriam-lhe alegres, entre os exercícios de esportes. Oração, audição da palavra de Deus, leitura de bons livros, exercícios espirituais não eram de seu gosto; antes pelo contrário, o aborreciam. Deus, porém, abriu-lhe os olhos, por um fato que muito o impressionou. O pai, Sérgio, em duelo, na presença de Romualdo, matou um dos melhores amigos, cena a que Romualdo teve de assistir. 
O resultado foi Romualdo retirar-se para o convento beneditino em Classis, com a intenção de, no sossego do claustro achar a tranqüilidade do espírito. Foi a primeira vez na vida que fez exercícios de piedade. Um dos religiosos, que mais se interessava pela salvação do jovem conde, sugeriu a idéia de abandonar o mundo e tomar o hábito da Ordem. Romualdo, porém, não se mostrou disposto a seguir este conselho. Só depois de uma aparição que teve, de Santo Apolinário, padroeiro do convento, resolveu dedicar-se ao serviço de Deus, na Ordem de São Bento. Tal foi o seu zelo e dedicação, que em pouco tempo chegou a ser um religioso modelo. O rigor e a pontualidade com que observava a regra da Ordem, no meio dos próprios religiosos, provocaram indisposição e animosidade tão fortes contra Romualdo, que este achou indicado, como medida de prudência, sair do convento. Com licença do Superior, procurou o eremita Marinho, em cuja companhia continuou as práticas da vida religiosa.

Este exemplo abriu também a alguns amigos o caminho para a vida monástica. O próprio pai de Romualdo fez-se religioso e entrou num Convento. Se bem que lutasse com muitas dificuldades e mais de uma vez estivesse a ponto de voltar para o século, a palavra e a oração do filho fizeram-no com que perseverasse no serviço de Deus.

Romualdo voltou para o convento de Classis, onde tinha feito o noviciado. Deus permitiu que fosse provado pelas mais fortes tentações contra a virtude da pureza, contra a vida religiosa e contra a fé. Parecia-lhe quase impossível continuar na vocação. O remédio e a salvação em tão duro transe foi a oração. No meio da sua atribuição se dirigiu a Jesus Cristo, e com a alma angustiada, perguntou ao Salvador: “Jesus, por que me abandonastes? Entregaste-me inteiramente ao poder do inimigo?”

Como o Patriarca Jacó, viu ele em sonho uma misteriosa escada, que se apoiava na terra e cuja extremidade tocava no céu. Religiosos de hábito branco subiam e desciam por ela.

A grande obra para a qual Deus tinha chamado seu servo e que este, apesar de muitas dificuldades interiores e exteriores, com ótimo resultado realizou, foi a reforma da disciplina monástica. O convento mais célebre fundado por Romualdo foi o de Camaldoli, em Toscana, que deu à Ordem toda o nome de Ordem dos Camaldulenses.
Extraordinário era em Romualdo o espírito de penitência, sendo-lhe a vida um constante jejum, uma mortificação ininterrupta. “Como me confunde a vida dos Santos! Contemplando-a, queria morrer de vergonha”, ouviu-se o Santo muitas vezes dizer. Já no fim da vida, disse a um religioso de sua confiança: “Vai para vinte anos, que estou me preparando para a morte; quanto mais faço, tanto mais me convenço de que não sou digno de comparecer na presença de Deus”. Romualdo morreu em 1027. O túmulo tornou-se-lhe glorioso, pela multidão de milagres, que Deus obrou pela intercessão do Santo. Quando, cinco anos depois do seu trânsito, abriram o túmulo de Romualdo, o corpo foi encontrado intacto, sem sinal algum de decomposição. O mesmo espetáculo se repetiu 440 anos depois. Romualdo foi canonizado por Clemente VIII, em 1569. 

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário.

sábado, 6 de fevereiro de 2021

06 de fevereiro dia de São Tito, Bispo e Confessor

 06/ 02 Sábado 
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos


 São Tito, cujo nome é de origem latina, era grego e pagão (cf. Gl 2, 3). Ainda jovem se converteu ao cristianismo, foi batizado pelo Apóstolo São Paulo e se tornou companheiro e inestimável colaborador do apóstolo. Quando Paulo disse a Tito: «Isto deves ensinar, recomendar e reprovar com toda autoridade», fez surgir um outro grande evangelizador, que permaneceu trabalhando ao seu lado. Encarregado pelo apóstolo para executar importantes missões, foi uma vez a Jerusalém para entregar a importância duma coleta em favor dos cristãos pobres. «Meu companheiro e colaborador», como escreveu o apóstolo na segunda carta aos Corintos. Companheiro dos momentos importantes, como a famosa reunião do concílio de Jerusalém, que tratou da necessidade de renovação e diversificação dos ritos devido a evangelização no mundo pagão. 
  São Tito, porém, foi também um mediador persuasivo, e entusiasmou Paulo resolvendo uma grave crise entre ele e os Corintos. Enviado por São Paulo a Corinto com a tarefa de reconduzir aquela indócil comunidade à obediência, Tito restabeleceu a paz entre a Igreja de Corinto e o Apóstolo, que lhe escreveu nestes termos: «Deus, porém, que consola os humildes, consolou-nos com a chegada de Tito, e não só com a sua chegada mas também com a consolação que ele tinha recebido de vós. Contou-nos ele o vosso vivo desejo, a vossa aflição, a vossa solicitude por mim… Foi por isso que ficamos consolados» (2 Cor 7, 6-7.13). Entre os anos 64 e 65, tendo sido libertado da prisão romana o apóstolo Paulo foi com ele para a ilha de Creta, onde fundou uma comunidade cristã, que confiou a Tito. Mais tarde, visitou a Paulo em Nicópolis. Voltou novamente à Ilha de Creta, onde recebeu uma carta do próprio mestre, Paulo, que figura entre os livros sagrados. Depois, retornou à Roma para se avistar com o apóstolo que o mandou provavelmente evangelizar a Dalmácia, onde seu culto ainda hoje é intenso. Segundo a tradição mais antiga, Tito permaneceu como bispo de Creta até sua morte, que ocorreu em idade avançada, por causa natural e não por martírio, em Creta no ano 105 depois de Cristo. Ele teria conservado a virgindade até a morte. São Paulo o chama repetidamente «meu companheiro e colaborador», e na segunda carta aos Corintos, num momento de especial amargura, diz: «Deus me consolou com a chegada de Tito».

S. Tito, bispo, companheiro de S. Paulo, séc.I exímio colaborador de São Paulo, recebeu uma carta preciosa, em que se lê: “Exorta os jovens a serem equilibrados em tudo, mostrando-te como modelo de boa conduta, correção e ensino, dignidade, palavra sã e irrepreensível”. São Tito foi o chefe da comunidade cristã de Creta, onde deve ter sofrido muitos dissabores, apesar de sua grande habilidade.


Leitura da Epístola extraída do livro do

Eclesiástico 44,16-27
16 Henoc agradou a Deus e foi transportado ao paraíso, para excitar as nações à penitência. 17 Noé foi julgado justo e perfeito, e no tempo da ira tornou-se o elo de reconciliação. 18 Por isso foram deixados alguns na terra, quando veio o dilúvio. 19 Ele foi o depositário das alianças feitas com o mundo, a fim de que ninguém doravante fosse destruído por dilúvio. 20 Abraão é o pai ilustre de uma infinidade de povos. Ninguém lhe foi igual em glória: guardou a lei do Altíssimo, e fez aliança com ele. 

Sequência do Santo Evangelho 

São Lucas 10, 1-9
1. Depois disso, designou o Senhor ainda setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir.2. Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe.3. Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos.
4.Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho.5. Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa!
6. Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós.7. Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa.8. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir.
9. Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo. 

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DCCI (701) – (19 de dezembro de 2020)

 

A LÓGICA DA COVID

Satanás é sempre, em todos os lugares, derrotado,

Mas não sem que se repitam as perdas das almas.

“A cada dia basta o seu cuidado”, diz Nosso Senhor no Sermão da Montanha (Mt VI, 34). Nunca devemos preocupar-nos excessivamente com o que pode acontecer amanhã, dentre outros motivos, porque pode ser que nunca aconteça. Portanto, o plano do governo canadense para o futuro da Covid-19, já apresentado brevemente em um parágrafo destes "Comentários" seis semanas atrás, pode não ser muito interessante pelos detalhes e pelo calendário que anuncia, os quais podem mudar, porque, segundo as instruções de Lenin, a Revolução deve permanecer extremamente adaptável. O que é de real valor para as almas é discernir a lógica dos elementos da Revolução para que não se confundam completamente com a forma como os acontecimentos correm o risco de desenrolarem-se.

Na atual crise mundial, a Revolução explorou em primeiro lugar a economia (terciária) no outono de 2019, quando o Federal Reserve dos Estados Unidos começou a resgatar a cada vez mais cambaleante economia dos EUA por meio de injeções cada vez maiores de dinheiro virtual, escravizando os beneficiários sob montanhas de dívidas. Então, na primavera de 2020, os revolucionários começaram a escravizar a política (secundária) de todo o mundo nas cadeias da enorme mentira da Covid, ou seja, a que o coronavírus é, como a peste bubônica, um grande perigo para os seres humanos. Essa desculpa habilmente escolhida de saúde pública disfarçou também a escravidão da religião pública (primária), um bônus para os revolucionários cujo objetivo principal é a guerra contra Deus e a condenação das almas. O fato de os próprios clérigos católicos terem-se antecipado às autoridades do Estado ao fechar as portas da Igreja testemunhou o quão fraca a Igreja Católica se tornou desde o Vaticano II. E assim eles dificilmente levantam um grito de protesto contra a falsidade da “pandemia” da Covid-19, sobre a qual nos foi e continua sendo dito pelos “cientistas” e pelos políticos que matará milhões e milhões de pessoas.

Que mentira abjeta! A essa altura do campeonato, quase dez meses de estatísticas provam que o coronavírus é, se muito, um pouco pior do que um vírus de gripe de inverno comum; são apenas nossas "autoridades" científicas, médicas e políticas que têm conspirado para criar e manter um estado de pânico entre as pessoas para manipulá-las (o medo é um famoso manipulador). A Revolução vem de Satanás, e Satanás é “mentiroso e pai da mentira” (Jo VIII, 44). E assim a mentira abjeta continuou em novembro com um segundo lockdown, que se concluirá na virada do ano, e continuará com um terceiro, relacionado à Covid 21, no final do ano novo, quando essas autoridades forem capazes de liberar para seus propósitos um vírus muito mais grave do que o da Covid-19.

No início do próximo verão, o Canadá deverá recorrer novamente à economia para o episódio seguinte desta Revolução, um "Programa de Renda Básica Universal" que permitirá ao governo controlar a renda de cada indivíduo, tornando todo o dinheiro digital e o mais igualitário possível, sendo a igualdade uma parte importante do sonho antinatural da Revolução de eliminar toda a variedade e a hierarquia que Deus plantou em Sua Criação. O pano de fundo deve ser um colapso econômico mundial, projetado para forçar os cidadãos a entrarem no "Programa de Reajuste da Dívida Mundial", pelo qual o Fundo Monetário Internacional de Mamon fornecerá todo o dinheiro virtual necessário para pagar as dívidas pessoais de cada cidadão (hipotecas, empréstimos, cartões de crédito , etc.), em troca da renúncia à propriedade de todos e quaisquer bens e ativos para sempre e, em segundo lugar, para que aceite uma vacinação dupla para “protegê-lo” da Covid-19 e da Covid-21. No final da propriedade privada, os leitores podem reconhecer tanto um objetivo principal dos Protocolos dos Sábios de Sião quanto aquele que algumas pessoas chamam a essência do comunismo. Nas vacinações, eles podem lembrar-se de uma citação de Henry Kissinger de algumas décadas atrás: “Quando o povo aceitar ser vacinado, o jogo acabou”, o que significa que a Revolução terá triunfado de uma vez por todas. Os revolucionários se enganam profundamente em relação a Deus.

Mas eles estão tão convencidos de sua vitória final, que os canadenses que se recusarem a entrar nesta nova ordem de coisas serão detidos indefinidamente em novas "instalações de isolamento" que estão sendo construídas às pressas neste momento, até que aceitem, porque é claro que, ao recusarem as vacinas, eles serão uma “ameaça à saúde pública” – sempre a mesma mentira básica, que as autoridades se preocupam com a nossa saúde. Mas “não temais, pequeno rebanho” daqueles que verdadeiramente amam a Deus. Ele planejou dar-nos Seu Reino (Lc. XII, 32), e nem mesmo todos os vários Sábios do mundo, ou de Sião, podem detê-Lo.

Kyrie eleison.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.

Rezem todos os dias o Santo Rosário.

 

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Comentários Eleison – por Dom Williamson Número DCC (700) – (12 de dezembro de 2020)

 MADIRAN – PROPOSIÇÃO VII

Para todos os homens, Deus tem uma estrutura e um plano naturais,

Dos quais o homem moderno está a anos-luz.

A Parte V não é a mais fácil das seis partes do livro de 1968 de Jean Madiran (1920–2013) sobre A Heresia do Século XX, pois trata da Lei Natural, que é um conceito de difícil compreensão para as mentes modernas. E isso ocorre porque Deus, o Criador, é tanto o escritor da Lei Natural como Aquele que a implanta em todas as Suas diversas criaturas, e o Grande e Bom Deus é um mistério fechado para a grande maioria das mentes modernas. No entanto, a Lei Natural é para Madiran tão importante como meio para chegar à heresia do século XX, que ele faz dela o centro da última das Sete Proposições que selecionou dos escritos do Bispo Schmitt de Metz, na França, para dar alguma forma a uma heresia que de outro modo não teria forma. Ei-la:

7 A lei natural é a expressão da consciência coletiva da humanidade. Daí se desprende que não existe uma lei natural objetiva moral, promulgada por Deus e inscrita no coração do homem.

A razão do Bispo Schmitt para negar a existência de tal lei divina nos homens parece ter sido que ela tornou a vida social do homem muito mecânica, como se as soluções para todos os problemas sociais dos homens pudessem ser lidas nele como um manual do fabricante. Mas o manual de Deus para o homem permite plenamente a liberdade humana mesmo na sociedade, enquanto a negação da lei natural, diz Madiran, fundamenta o bem e o mal não mais na lei divina objetiva, mas na consciência humana subjetiva, o que significa, em última análise, em nenhuma lei. O homem é livre e responsável, mas não é livre para fazer suas próprias leis. E o ensinamento social da Igreja parte certamente da lei natural de Deus, mas para ser aplicado à imensa variedade de novas situações concretas, como se verifica em nosso tempo, precisa de muito trabalho, como o que Pio XII realizou em seu tempo.

 Ademais, sem uma ordem ou lei natural no homem, como pode haver algo sobrenatural? (Se não há natureza abaixo, que natureza pode estar acima?) Já não pode haver Dez Mandamentos (que expressam a lei natural); nem caridade (que é o início e o fim dos Dez Mandamentos); nem religião natural (constituída pela lei natural); nem vida social (que pressupõe a justiça natural); nem vida cristã (que pressupõe as virtudes naturais); e assim por diante. Na verdade, se não há lei natural, toda noção de uma sociedade cristã se torna impossível, seja como sociedade ou como cristã.

Objeção: Toda boa lei é clara e certa. Mas se a lei natural requer tal elaboração, então ela não pode ser clara ou certa. Portanto, não é uma boa lei. Resposta: Em seu fundamento absoluto: “Faça o bem, evite o mal”, a lei natural é clara e inabalável. Tudo o que deriva desse fundamento não é tão claro para nós, seres humanos, e pode ser abalado ou contestado, mas é claro em si mesmo, como quando, por exemplo, um bom juiz tira a justiça de um processo judicial confuso. A lei natural é conhecida por nós desde dentro pela razão, e desde fora pela revelação, por exemplo, a revelação dos Dez Mandamentos a todos os homens por Moisés.

 No terceiro e último capítulo da Parte V de seu livro, Madiran apresenta as consequências espirituais da negação da lei natural que ele atribuiu anteriormente na P7 à heresia do século XX. O resultado no indivíduo católico é que ele se afasta de uma verdadeira compreensão tanto da vida cristã como do quão longe está sua própria vida dela. Ele já não tem ideia da necessidade absoluta da graça sobrenatural para viver uma vida cristã. Ele pensa que por suas próprias forças leva uma vida decente, mas dessa vida os Mandamentos 1 a 4 desapareceram, os 5 e 7 ainda podem estar vivos, mas o 8 está debilitado, e os 6, 9 e 10 muitas vezes também desapareceram. No entanto, por um amor sentimental ao próximo, disciplinado por nenhuma lei objetiva, ele crê que está cumprindo o mandamento de Cristo de amar-se uns aos outros como Cristo nos amou, então ele está satisfeito consigo mesmo. Neste estado, diz Madiran, não pode ser salvo. Não é de admirar-se que um homem assim clame por “uma mudança no próprio conceito de salvação trazido por Cristo” – e fechamos o círculo, de volta à primeira das Sete proposições nas quais Madiran resumiu a heresia do século XX.

Kyrie eleison.


 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.

Rezem todos os dias o Santo Rosário.