terça-feira, 31 de maio de 2022

Festa de Nossa Senhora Maria Rainha Paz

31/05 Terça-feira
Festa de Segunda Classe 
Paramentos Brancos

Primeira padroeira  da Nossa Sociedade Religiosa Regina Pacis ou Escravas de Maria Rainha da Paz
e do Nosso Blog.

 A encíclica Ad Caeli Reginam (Rainha do Céu), do Papa Pio XII, de 11 de outubro de 1954 trata sobre a Realeza de Maria e a instituição Festa de Nossa Senhora Rainha, celebrada a cada dia 31 de maio com o costume de coroar-se a imagem da Virgem e da recitação pública da Consagração do Gênero Humano ao Imaculado Coração de Maria.Na mesma encíclica o Papa Pio XII escreveu: “Maria é Rainha não só por ser a Mãe de Deus, mas também por ter sido associada, pela vontade de Deus, a Jesus Cristo na obra da salvação. Isenta de qualquer culpa pessoal ou hereditária, e sempre estreitissimamente unida ao Filho, ela o ofereceu no Calvário ao Eterno Pai, sacrificando seu amor de mãe em benefício de toda a humanidade manchada pelo pecado. Por isso, assim como Jesus é Rei não só por ser o Filho de Deus, mas também por ser o nosso Redentor, assim pode-se afirmar que Maria é Rainha não só por ser a Mãe de Deus, mas também porque se associou a Cristo na redenção do gênero humano. "Maria participa da dignidade real - ensina Pio XII - porque desta união com Cristo Rei deriva para ela tão esplendente sublimidade, que supera a excelência de todas as coisas criadas. Desta mesma união com Cristo nasce aquele poder real, pelo qual ela pode dispor dos tesouros do Reino do Redentor divino". O Reino de Maria é vasto como o de seu Filho, porque nada se exclui de seu domínio.”

Intróito/Sal. 26, 7, 8 e 9.
Alegremo-nos juntos no Senhor, pois a festa que celebramos hoje é a da Bem-Aventurada Virgem Maria Rainha. Esta solenidade alegra os Anjos e todos em coro louvam o Filho de Deus. (TP Aleluia, aleluia. )
Sal. 44, 2.Do meu coração brotou uma palavra excelente, que consagro minhas obras ao meu Rei.
V/. Glória Patri.

Coleta
Concedei-nos, rogamos, Senhor: enquanto celebramos a Solenidade (Comemoração) da Bem-Aventurada Virgem Maria, nossa Rainha; sejamos fortalecidos por sua proteção e mereçamos obter a paz no presente e a glória no futuro.
E recordamos Santa Petronilla, Virgem:
Oração.Exáudi nos, Deus, salutáris noster: ut, sicut de beátæ Petroníllæ Vírginis tuæ festivitáte gaudémus; ita piæ devotionis erudiámur effectu. Per Dominum nostrum.Ouvi-nos, ó Deus nosso Salvador, para que, como a festa da Beata Petronilla, vossa Virgem, nos dê alegria, ela também nos ensine o fervor de uma santa devoção.

Leitura da Epístola de


Eclesiástico 24, 5-31

5 Ela diz: Saí da boca do Altíssimo; nasci antes de toda criatura. 6 Eu fiz levantar no céu uma luz indefectível, e cobri toda a terra como que de uma nuvem. 7 Habitei nos lugares mais altos: meu trono está numa coluna de nuvens. 8 Sozinha percorri a abóbada celeste, e penetrei nas profundezas dos abismos. Andei sobre as ondas do mar, 9 e percorri toda a terra. Imperei sobre todos os povos 10 e sobre todas as nações. 11 Tive sob os meus pés, com meu poder, os corações de todos os homens, grandes e pequenos. Entre todas as coisas procurei um lugar de repouso, e habitarei na moradia do Senhor. 12 Então a voz do Criador do universo deu-me suas ordens, e aquele que me criou repousou sob minha tenda. 13 E disse-me: Habita em Jacó, possui tua herança em Israel, estende tuas raízes entre os eleitos. 14 Desde o início, antes de todos os séculos, ele me criou, e não deixarei de existir até o fim dos séculos; e exerci as minhas funções diante dele na casa santa. 15 Assim fui firmada em Sião; repousei na cidade santa, e em Jerusalém está a sede do meu poder. 16 Lancei raízes no meio de um povo glorioso, cuja herança está na partilha de meu Deus; e fixei minha morada na assembléia dos santos. 17 Elevei-me como o cedro do Líbano, como o cipreste do monte Sião; 18 cresci como a palmeira de Cades, como as roseiras de Jericó. 19 Elevei-me como uma formosa oliveira nos campos, como um plátano no caminho à beira das águas. 20 Exalo um perfume de canela e de bálsamo odorífero, um perfume como de mirra escolhida; 21 como o estoraque, o gálbano, o ônix e a mirra, como a gota de incenso que cai por si própria, perfumei minha morada. Meu perfume é como o de um bálsamo sem mistura. 22 Estendi meus galhos como um terebinto, meus ramos são de honra e de graça. 23 Cresci como a vinha de frutos de agradável odor, e minhas flores são frutos de glória e abundância. 24 Sou a mãe do puro amor, do temor (de Deus), da ciência e da santa esperança, 25 em mim se acha toda a graça do caminho e da verdade, em mim toda a esperança da vida e da virtude. 26 Vinde a mim todos os que me desejais com ardor, e enchei-vos de meus frutos; 27 pois meu espírito é mais doce do que o mel, e minha posse mais suave que o favo de mel. 28 A memória de meu nome durará por toda a série dos séculos. 29 Aqueles que me comem terão ainda fome, e aqueles que me bebem terão ainda sede. 30 Aquele que me ouve não será humilhado, e os que agem por mim não pecarão. 31 Aqueles que me tornam conhecida terão a vida eterna. 

Gaude, María Virgo, cunctas hǽreses sola interemísti.Alegra-te, Virgem Maria, que aniquilou sozinha todas as heresias.
V/. Quæ Gabriélis Archángeli dictis creditísti. V/. Porque você acreditou na palavra do Arcanjo Gabriel.
V/. Dum Virgo Deum et hóminem genuísti: et post partum, Virgo, invioláta permansísti.V/. Pois, sendo virgem, você deu à luz o Homem-Deus: e depois de ter sido mãe, você permaneceu virgem inviolável.
V/. Dei Genetrix, interceda pro nobis.V/. Mãe de Deus, intercedei por nós.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 1, 26-33

26 No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27 a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. 28 Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. 29 Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. 30 O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. 31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.32 Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, 33 e o seu reino não terá fim.

Ofertório
Descendente de uma raça real, Marie irradia; Que a sua oração nos ajude, pedimos ardentemente com toda a nossa alma e com toda a nossa mente. (TP Aleluia. )

Secreta
Recebe, rogamos, Senhor, os dons da tua Igreja em festa e, graças aos méritos que intercedem por nós da Bem-Aventurada Virgem Maria Rainha, permite que eles nos ajudem a alcançar a nossa salvação.

Pro S. Petronilla Para Ste Petronille
secreta:Aceite tibi sit, Dómine, sacrátæ plebis oblátio pro tuorum honore Sanctórum: quorum se meritis de tribulatione percepísse cognóscit auxilium. Por Dominum. Agrade-te, Senhor, a oferenda que o teu povo santo te faz em honra dos teus santos, por cujos méritos reconhecem ter recebido ajuda na tribulação.
Prefatio de B. Maria Virg.

Prefácio da Bem-Aventurada Virgem Maria E nesta festa.
 
Comunhão
Ó Maria, digníssima Rainha do mundo e sempre Virgem, alcançai-nos a paz e a salvação, vós que gerastes Cristo, Senhor e Salvador de todos. (TP Aleluia. )(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Acabamos de celebrar as solenidades, Senhor, na festa (memorial) de Santa Maria, nossa Rainha: rogamos-te que por sua intercessão sejam salutares para nós; pois é em sua honra que as realizamos com alegria.

Pro S. Petronilla Para Ste Petronille
Pós-comunhão Pós-comunhão
Satiásti, Dómine, famíliam tuam munéribus sacris: eius, quǽsumus, sempre intervenção nos rénove, cuius sollémnia celebrámus. Por Dominum. Tu tens, Senhor, nutrido tua família com dons sagrados; por favor, reavive-nos sempre, graças à intercessão do santo cuja festa celebramos.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário. 

segunda-feira, 30 de maio de 2022

30 de maio dia de Santa Jeanne d'Arc,Virgem.


30/05  Segunda-feira 
Festa de Segunda Classe
Paramentos Brancos



Gálatas, 1,6-12 - Se eu ainda estivesse preocupado em agradar aos homens, não seria servo de Cristo.
   Filha de Jaques d'Arc e Isabel, camponeses muito pobres, Joana nasceu em Domrémy, na região francesa de Lorena, em 6 de janeiro de 1412. Cresceu no meio rural, piedosa, devota e analfabeta, assinava seu nome utilizando uma simples, mas significativa, cruz. Significativa porque já aos treze anos começou a viver experiências místicas.
  Ouvia as "vozes" do arcanjo Miguel, das santas Catarina de Alexandria e Margarida de Antioquia, avisando que ela teria uma importante missão pela frente e deveria preparar-se para ela. Os pais, no início, não deram importância , depois acharam que estava louca e por fim acreditaram, mas temeram por Joana.
  A França vivia a Guerra dos Cem Anos com a Inglaterra, governada por Henrique VI. Os franceses estavam enfraquecidos com o rei deposto e os ingleses tentando firmar seus exércitos para tomar de vez o trono. As mensagens que Joana recebia exigiam que ela expulsasse os invasores, reconquistasse a cidade de Orleans e reconduzisse ao trono o rei Carlos VII, para ser coroado na catedral de Reims, novamente como legítimo rei da França. A ordem para ela não parecia impossível, bastava cumpri-la, pois tinha certeza de que Deus estava a seu lado. O problema maior era conseguir falar pessoalmente com o rei deposto.
  Conseguiu aos dezoito anos de idade. Carlos VII só concordou em seguir seus conselhos quando percebeu que ela realmente tinha por trás de si o sinal de Deus. Isso porque Joana falou com o rei sobre assuntos que na verdade eram segredos militares e de Estado, que ninguém conhecia, a não ser ele. Deu-lhe, então, a chefia de seus exércitos. Joana vestiu armadura de aço, empunhou como única arma uma bandeira com a cruz e os nomes de Jesus e Maria nela bordados, chamando os comandantes à luta pela pátria e por Deus.
  E o que aconteceu na batalha que teve aquela figura feminina, jovem e mística, que nada entendia de táticas ou estratégias militares, à frente dos soldados, foi inenarrável. Os franceses sitiados reagiram e venceram os invasores ingleses, livrando o país da submissão.
  Carlos VII foi, então, coroado na catedral de Reims, como era tradição na realeza francesa.
  A luta pela reconquista demorara cerca de um ano e ela desejava voltar para sua vida simples no campo. Mas o rei exigiu que ela continuasse comandando os exércitos na reconquista de Paris. Ela obedeceu, mas foi ferida e também traída, sendo vendida para os ingleses, que decidiram julgá-la por heresia. Num processo religioso grotesco, completamente ilegal, foi condenada à fogueira como "feiticeira, blasfema e herética". Tinha dezenove anos e morreu murmurando os nomes de Jesus e Maria, em 30 de maio de 1431, diante da comoção popular na praça do Mercado Vermelho, em Rouen.
  Não fossem os fatos devidamente conhecidos e comprovados, seria difícil crer na existência dessa jovem mártir, que sacrificou sua vida pela libertação de sua pátria e de seu povo. Vinte anos depois, o processo foi revisto pelo papa Calisto III, que constatou a injustiça e a reabilitou. Joana d'Arc foi canonizada em 1920 pelo papa Bento XV, sendo proclamada padroeira da França. O dia de hoje é comemorado na França como data nacional, em memória de santa Joana d'Arc, mártir da pátria e da fé. porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também. 39. Propôs-lhes também esta comparação: Pode acaso um cego guiar outro cego? Não cairão ambos na cova? 40. O discípulo não é superior ao mestre; mas todo discípulo perfeito será como o seu mestre. 41. Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão e não reparas na trave que está no teu olho? 42. Ou como podes dizer a teu irmão: Deixa-me, irmão, tirar de teu olho o argueiro, quando tu não vês a trave no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e depois enxergarás para tirar o argueiro do olho de teu irmão."

Intróito/Sal. 26, 7, 8 e 9.
Ouve, Senhor, a minha voz, que te clama, aleluia; meu coração te disse: meus olhos te buscaram; a tua face, Senhor, buscarei, não desvies de mim a tua face, aleluia, aleluia.
Ps. ibidem, 1.O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei?
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus todo-poderoso e eterno: faça com que nossa vontade seja sempre dedicada a você; e que servimos a Vossa Majestade com um coração sincero.

Leitura da Epístola dos

I São Pedro 4,7-11.
7 O fim de todas as coisas está próximo. Sede, portanto, prudentes e vigiai na oração. 8 Antes de tudo, mantende entre vós uma ardente caridade, porque a caridade cobre a multidão dos pecados (Pr 10,12). 9 Exercei a hospitalidade uns para com os outros, sem murmuração. 10 Como bons dispensadores das diversas graças de Deus, cada um de vós ponha à disposição dos outros o dom que recebeu: 11 a palavra, para anunciar as mensagens de Deus; um ministério, para exercê-lo com uma força divina, a fim de que em todas as coisas Deus seja glorificado por Jesus Cristo. A ele seja dada a glória e o poder por toda a eternidade! Amém.

Aleluia, aleluia. V/. Sal. 46, 9. Regnávit Dóminus super omnes gentes: Deus sedet super sedem sanctam suam. Aleluia, aleluia. V/. Deus reinará sobre todas as nações; Deus está sentado em seu trono santo.
Aleluia. V/. Ioann. 14, 18. Non vos relínquam órphanos: vado, et vénio ad vos, et gaudébit cor vestrum. Aleluia. Aleluia. V/. não vos deixarei órfãos; Eu vou e volto para você e seu coração se alegrará. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São João 15,26-27 ; 16, 1-4
26 Quando vier o Paráclito, que vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. 27 Também vós dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio1 Disse-vos essas coisas para vos preservar de alguma queda. 2 Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que todo aquele que vos tirar a vida julgará prestar culto a Deus. 3 Procederão deste modo porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4 Disse-vos, porém, essas palavras para que, quando chegar a hora, vos lembreis de que vo-lo anunciei. E não vo-las disse desde o princípio, porque estava convosco.

Ofertório/Sal. 46, 6.
Deus subiu com gritos de alegria, e o Senhor com o som da trombeta, aleluia.

Secreta
Que este sacrifício imaculado nos purifique, Senhor, e dê às nossas almas o vigor da graça sobrenatural.

Praefatio de Ascensione. Prefácio à Ascensão 
 
Comunhão/São João 17.12-13 e 15.
Pai, quando eu estava com eles, eu os guardei em seu nome, aqueles que você me deu, aleluia. Mas agora eu venho a você; Não vos peço que os retireis do mundo, mas que os preserveis do mal, aleluia, aleluia.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Alimentados por teus dons sagrados, ó Senhor, nós te suplicamos, concede-nos permanecer sempre em ação de graças.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

domingo, 29 de maio de 2022

Domingo depois da Ascensão.

29/05 Domingo 
Festa de Segunda Classe 
Paramentos Brancos


Intróito/Sal. 26, 7, 8 e 9.
Ouve, Senhor, a minha voz, que te clama, aleluia; meu coração te disse: meus olhos te buscaram; a tua face, Senhor, buscarei, não desvies de mim a tua face, aleluia, aleluia.
Ps. ibidem, 1.O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei?
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus todo-poderoso e eterno: faça com que nossa vontade seja sempre dedicada a você; e que servimos a Vossa Majestade com um coração sincero.

Leitura da Epístola dos

I São Pedro 4,7-11.
7 O fim de todas as coisas está próximo. Sede, portanto, prudentes e vigiai na oração. 8 Antes de tudo, mantende entre vós uma ardente caridade, porque a caridade cobre a multidão dos pecados (Pr 10,12). 9 Exercei a hospitalidade uns para com os outros, sem murmuração. 10 Como bons dispensadores das diversas graças de Deus, cada um de vós ponha à disposição dos outros o dom que recebeu: 11 a palavra, para anunciar as mensagens de Deus; um ministério, para exercê-lo com uma força divina, a fim de que em todas as coisas Deus seja glorificado por Jesus Cristo. A ele seja dada a glória e o poder por toda a eternidade! Amém.

Aleluia, aleluia. V/. Sal. 46, 9. Regnávit Dóminus super omnes gentes: Deus sedet super sedem sanctam suam. Aleluia, aleluia. V/. Deus reinará sobre todas as nações; Deus está sentado em seu trono santo.
Aleluia. V/. Ioann. 14, 18. Non vos relínquam órphanos: vado, et vénio ad vos, et gaudébit cor vestrum. Aleluia. Aleluia. V/. não vos deixarei órfãos; Eu vou e volto para você e seu coração se alegrará. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São João 15,26-27 ; 16, 1-4
26 Quando vier o Paráclito, que vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. 27 Também vós dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio1 Disse-vos essas coisas para vos preservar de alguma queda. 2 Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que todo aquele que vos tirar a vida julgará prestar culto a Deus. 3 Procederão deste modo porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4 Disse-vos, porém, essas palavras para que, quando chegar a hora, vos lembreis de que vo-lo anunciei. E não vo-las disse desde o princípio, porque estava convosco.

Ofertório/Sal. 46, 6.
Deus subiu com gritos de alegria, e o Senhor com o som da trombeta, aleluia.

Secreta
Que este sacrifício imaculado nos purifique, Senhor, e dê às nossas almas o vigor da graça sobrenatural.

Praefatio de Ascensione. Prefácio à Ascensão 
 
Comunhão/São João 17.12-13 e 15.
Pai, quando eu estava com eles, eu os guardei em seu nome, aqueles que você me deu, aleluia. Mas agora eu venho a você; Não vos peço que os retireis do mundo, mas que os preserveis do mal, aleluia, aleluia.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Alimentados por teus dons sagrados, ó Senhor, nós te suplicamos, concede-nos permanecer sempre em ação de graças.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sábado, 28 de maio de 2022

Dia 28 de maio dia de São Agostinho. Bispo de Cantuária OSB

28/05 Sábado
Festa de Terceira Classe 
Paramentos Brancos

 Um século após são Patrício ter convertido os irlandeses ao catolicismo, a atuação de Agostinho foi tão importante para a Inglaterra que modificou as estruturas da região da mesma forma que seu antecessor o fizera. No final do século VI, o cristianismo já tinha chegado à poderosa ilha havia dois séculos, mas a invasão dos bárbaros saxões da Alemanha atrasou sua propagação e quase destruiu totalmente o que fora implantado.
 Pouco se sabe a respeito da vida de Agostinho antes de ser enviado à Grã-Bretanha. Ele nasceu em Roma, Itália. Era um monge beneditino do mosteiro de Santo André, fundado pelo papa Gregório Magno naquela cidade. E foi justamente esse célebre papa que ordenou o envio de missionários às ilhas britânicas.
 Em 597, para lá partiram quarenta monges, todos beneditinos, sob a direção do monge Agostinho. Mas antes ele quis viajar à França, onde se inteirou das dificuldades que a missão poderia encontrar, pedindo informações aos vários bispos que evangelizaram nas ilhas e agora se encontravam naquela região da Europa. Todos desaconselharam a continuidade da missão. Mas, tendo recebido do papa Gregório Magno a informação de que a época era propícia apesar dos perigos, pois o rei de Kent, Etelberto, havia desposado a princesa católica Berta, filha do rei de Paris, ele resolveu, corajosamente, enfrentar os riscos.
 A chegada foi triunfante. Assim que desembarcaram, os monges seguiram em procissão ao castelo do rei, tendo a cruz à sua frente e entoando pausadamente cânticos sagrados. Agostinho, com a ajuda de um intérprete, colocou ao rei as verdades cristãs e pediu permissão para pregá-las em seus domínios. Impressionado com a coragem e a sinceridade do religioso, o rei, apesar de todas as expectativas em contrário, deu a permissão imediatamente.
 No Natal de 597, mais de dez mil pessoas já tinham recebido o batismo. Entre elas, toda a nobreza da corte, precedida pelo próprio rei Etelberto. Com esse resultado surpreendente, Agostinho foi nomeado arcebispo da Cantuária primeira diocese fundada por ele.
 A notícia chegou ao papa Gregório Magno, que, com alegria, enviou mais missionários à Inglaterra. Assim, Agostinho prosseguiu e ampliou o trabalho de evangelização, fundando as dioceses de Londres e de Rochester. Não conseguiu a conversão de toda a ilha porque a Inglaterra era dividida entre vários reinos rivais, mas as sementes que plantou se desenvolveram no decorrer dos séculos.
 Agostinho morreu no dia 25 de maio de 604, sendo sepultado na igreja da Cantuária, que hoje recebe o seu nome e ainda guarda suas relíquias. O Martirológio Romano indica a festa litúrgica de santo Agostinho da Cantuária no dia 27 de maio.

Intróito/Sal.131, 9-10.
Que seus sacerdotes, Senhor, se revestem de justiça e que seus santos se regozijem. Em consideração a Davi, seu servo, não despreze a face de seu Cristo. (TP Aleluia, aleluia. )
Ps. Ibid, 1.Lembra-te, Senhor, de David e de toda a sua doçura.
V/. Glória Patri.

Coleta
Ó Deus, que pela pregação e pelos milagres do Beato Agostinho, vosso Confessor e Pontífice, condescendestes em iluminar a nação inglesa com a luz da verdadeira fé, concedei que, por sua intercessão, os corações desnorteados voltem à unidade da vossa verdade , e que estamos todos unidos de coração em sua vontade.

Leitura da Epístola dos

I Tessalonicenses 2, 2-9
"2.Apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, como sabeis, ousamos, confiados em nosso Deus, pregar-vos o Evangelho de Deus em meio de muitas lutas. 3.A nossa pregação não provém de erro, nem de intenções fraudulentas, nem de engano. 4.Mas, como Deus nos julgou dig­nos de nos confiar o Evangelho, falamos, não para agradar aos homens, e sim a Deus, que sonda os nossos corações. 5.Com efeito, nunca usamos de adulação, como sabeis, nem fomos levados por fins interesseiros. Deus é testemunha."
"6.Não buscamos glórias humanas, nem de vós nem de ou­tros. 7.Na qualidade de apóstolos de Cristo, poderíamos apresentar-nos como pessoas de autoridade. Todavia, nos fizemos discretos no meio de vós. Como a mãe a acariciar os seus filhinhos,* 8.assim, em nossa ternura por vós, desejávamos não só comunicar-vos o Evangelho de Deus, mas até a nossa própria vida, porquanto nos sois muito queridos. 9.Vós vos lembrais, irmãos, dos nossos trabalhos e de nossa fadiga. Trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, pregamos-vos o Evangelho de Deus."

 Aleluia, aleluia. V/. Sal. 109, 4. Iurávit Dóminus, et non poenitébit eum: Vocês são sacérdos in ætérnum, secúndum órdinem Melchísedech.Aleluia, aleluia. V/. O Senhor jurou e não se arrependerá: tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
Aleluia. V/. Ecl. 45, 9. Amávit eum Dóminus, et ornávit eum: stolam glóriæ índuit eum. Aleluia.Aleluia. V/. O Senhor o amou e o adornou, ele o vestiu com um manto de glória. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas. 10, 1-9.
Naquele tempo o Senhor designou outros setenta discípulos e os enviou à sua frente, dois a dois, a todas as cidades e lugares para onde ele deveria ir. Ele lhes disse: A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da messe que envie trabalhadores para a sua messe. Ide: eis que vos envio como cordeiros entre lobos. Não carregue bolsa, mochila ou sandálias e não cumprimente ninguém no caminho. Em qualquer casa que você entrar, primeiro diga: "Paz para esta casa!" E se houver ali um filho da paz, a vossa paz repousará sobre ele; caso contrário, ele voltará. Fique nesta casa, comendo e bebendo o que tiver na casa deles, porque o operário merece o seu salário. Não vá de casa em casa. E em qualquer cidade em que entrares e fores recebido, coma o que lhe será servido; cure os enfermos que estão ali, e diga-lhes: "O reino de Deus está perto"

Ofertório/Sal. 88, 25.
A minha verdade e a minha misericórdia estarão com ele e pelo meu nome surgirá o seu poder. (TP Aleluia. )

Secreta
Vimo-vos oferecer este sacrifício, Senhor, na solenidade do Beato Agostinho, vosso Pontífice e Confessor, rogando-vos humildemente: que as ovelhas perdidas, uma vez que voltem ao seu único aprisco, sejam ali nutridas com este alimento salutar .

Præfatio paschalis, in qua dicitur: in hoc potíssimum. Prefácio de Páscoa
 
Comunhão/ Matheus. 24,46-47.
Bem-aventurado o servo que o senhor, ao chegar, encontrar vigiando; em verdade vos digo que ele o designará sobre todos os seus bens. (TP Aleluia. )(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Reanimada por esta vítima da salvação: nós vos suplicamos, Senhor: que em apoio da intercessão do Beato Agostinho, ela esteja em toda parte e constantemente imolada para a vossa glória.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Dia 27 dia de São Beda, Confessor e Doutor.

27/05 Sexta-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos
  O extraordinário  São Beda foram escritas por ele mesmo no livro "História da Inglaterra", um dos mais raros e completos registros da formação do povo inglês antes do século VIII, narradas assim: "Eu, Beda, servo de Cristo e sacerdote, e monge do mosteiro de São Pedro e São Paulo, da Inglaterra, nasci neste país. Aos sete anos, fui levado ao mosteiro para ser educado pelos monges. Beda nasceu no ano 672, tendo sido educado e orientado espiritualmente pelo próprio são Bento Biscop, abade do mosteiro, que, impressionado com seus dons e inteligência, o tratava como próprio filho, na cidade de Wearmouth.
Cedo, Beda percebeu que um sermão podia ser ouvido por apenas algumas pessoas, mas podia ser lido por milhares delas e por muitos séculos.
  Por isso ele desejou escrever, e escreveu muito, sem se cansar, com cuidado e esmero no conteúdo e estilo, resultando em livros agradáveis de ler, verdadeiras obras literárias, sobre os mais variados temas, indo do teológico ao intelectual.
 Ao todo, foram sessenta obras sobre teologia, filosofia, cronologia, aritmética, gramática, astronomia, música e até medicina. Beda gostava de aprender, por isso pesquisava e estudava; e também de ensinar, por isso escrevia e dava aulas. Ajudou a formar várias gerações de monges, que, atraídos pela linguagem simples, encantadora e acessível, eram dirigidos, por meio dessas matérias, para os ensinamentos de Deus.
  O papa Gregório II chamou-o a Roma, para tê-lo como seu auxiliar, mas Beda implorou para permanecer na solidão do mosteiro, onde ficou até seus últimos momentos de vida. Só saiu por poucos dias para estabelecer as bases da Escola de York, na qual, depois, estudou e se formou o famoso mestre Alcuíno, fundador da primeira universidade de Paris.
  Ainda em vida, era chamado de "venerável Beda", ou "Beda, o Venerável". Morreu com sessenta e três anos, na paz do seu mosteiro, em Jarrow, Inglaterra, no dia 25 de maio de 735. Muitos séculos depois, pelo imensurável serviço prestado à Igreja, o papa Leão XIII, em 1899, proclamou-o santo e doutor da Igreja. São Beda, único santo inglês que possui o título de doutor da Igreja, é celebrado no dia 25 de maio.

Intróito/ Eccli. 15, 5.
No meio da Igreja ele abriu a boca: e o Senhor o encheu com o espírito de sabedoria e entendimento: ele o vestiu com o manto da glória. (TP Aleluia, aleluia. )
Sal. 91.2. É bom louvar ao Senhor e cantar o teu nome, ó Altíssimo.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, que ilustra a vossa Igreja pela ciência do bem-aventurado Beda, vosso Doutor e Confessor, concedei em vossa bondade aos vossos servos que sejam sempre iluminados pela sua sabedoria e ajudados pelos seus méritos.

Leitura da Epístola

II Timóteo 4, 1-8
"1. Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: 2. prega a palavra, insiste oportuna e inoportunamente, repreende, amea­ça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. 3. Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); 4. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. 5. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério. 6. Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima.* 7. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. 8. Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.*"

Aleluia, aleluia. V/. Ecl. 45, 9. Amávit eum Dóminus, et ornávit eum: stolam glóriæ índuit eum. Aleluia. Aleluia, aleluia. V/. O Senhor o amou e o adornou: Ele o vestiu com um manto de glória.
Aleluia. V/. Osee 14, 6. Iustus germinábit sicut lílium: et florébit in ætérnum ante Dóminum. Aleluia. Aleluia. V/. O justo brotará como o lírio: e florescerá para sempre na presença do Senhor. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho 

São Mateus 5,13-19
13.Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens.14.Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha15.nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa.16.Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus.17.Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.18.Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.19.Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus.

Ofertório/Sal. 91, 13.
O justo florescerá como a palmeira, e se multiplicará como o cedro do Líbano. (TP Aleluia. )

Secreta
Que a piedosa intercessão de São Beda, Confessor e Doutor, não nos falte, Senhor, torne nossos dons agradáveis ​​a Vós e obtenha sempre vossa indulgência para nós.

Præfatio paschalis, in qua dicitur: in hoc potíssimum. Prefácio de Páscoa
 
Comunhão/Lucas. 12, 42.
Aqui está o servo fiel e prudente que o mestre designou sobre sua família para dar-lhes no tempo designado sua medida de trigo. (TP Aleluia. )(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que, Senhor, o teu santo sacrifício nos traga a salvação, que o bendito Beda, teu Confessor e teu admirável Doutor, interceda por nós.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário. 

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Ascenção de Nosso Senhor

 26/05 Quinta-feira Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo
Festa de Primeira Classe 
Paramentos Brancos

Intróito/Atos 1, 11.
Homens da Galiléia, por que vocês ficam surpresos quando olham para o céu? Aleluia. Da mesma forma que você o viu subir ao céu, ele voltará, aleluia, aleluia, aleluia.
Sal. 46, 2.Nações, batam palmas; celebre a Deus com gritos de alegria.
V/. Glória Patri.

Coleta
Nós vos suplicamos, ó Deus Todo-Poderoso, concedei-nos esta graça: nós que cremos que vosso único Filho, nosso Redentor, subiu hoje aos céus; que nós mesmos também habitemos em espírito em mansões celestiais.

Leitura da Epístola do livro da 

Atos dos Apóstolos 1,1-11
1.Em minha primeira narração, ó Teófilo, contei toda a seqüência das ações e dos ensinamentos de Jesus,2.desde o princípio até o dia em que, depois de ter dado pelo Espírito Santo suas instruções aos apóstolos que escolhera, foi arrebatado (ao céu).3.E a eles se manifestou vivo depois de sua Paixão, com muitas provas, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas do Reino de Deus.4.E comendo com eles, ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem o cumprimento da promessa de seu Pai, que ouvistes, disse ele, da minha boca;5.porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui há poucos dias.6.Assim reunidos, eles o interrogavam: Senhor, é porventura agora que ides instaurar o reino de Israel?7.Respondeu-lhes ele: Não vos pertence a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder,8.mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo.9.Dizendo isso elevou-se da (terra) à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos..10.Enquanto o acompanhavam com seus olhares, vendo-o afastar-se para o céu, eis que lhes apareceram dois homens vestidos de branco, que lhes disseram:11.Homens da Galiléia, por que ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que acaba de vos ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu.

Aleluia, aleluia. V/. Sal. 46, 6. Ascéndit Deus in iubilatióne, et Dóminus in voce tubæ.Aleluia, aleluia. V/. Deus subiu com gritos de alegria, e o Senhor com o som da trombeta.
Aleluia. V/. Sal. 67, 18-19. Dóminus in Sina in sancto, ascendens in altum, captívam duxit captivitátem. Aleluia.Aleluia. V/. O Senhor em seu santuário como no Sinai, subindo ao alto, levou cativos. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho


São Marcos 16,14-20

14.Por fim apareceu aos Onze, quando estavam sentados à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e dureza de coração, por não acreditarem nos que o tinham visto ressuscitado.15.E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.16.Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.17.Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas,18.manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados.19.Depois que o Senhor Jesus lhes falou, foi levado ao céu e está sentado à direita de Deus.20.Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.

Ofertório/ Sal. 46, 6.
Deus subiu com gritos de alegria, e o Senhor com o som da trombeta, aleluia.

Secreta
Aceita, Senhor, as oferendas que te apresentamos em honra da gloriosa ascensão de teu Filho e concede-nos com bondade sermos libertos dos perigos da vida presente, para então alcançarmos a vida eterna.

Praefatio de Ascensione.da Ascensão do Senhor é dito apenas no dia da festa da Ascensão.

Comunhão/Sal. 67, 33-34.
Celebre o Senhor que sobe ao mais alto no oriente, aleluia.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Nós Vos suplicamos, Deus Todo-Poderoso e Misericordioso, concedei-nos que aquilo que recebemos como alimento durante estes mistérios visivelmente celebrados, obtenhamos o efeito invisível.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

26 de maio dia de São Filipe de Neri,Confessor.

 

Em Roma era conhecido pelo apelido Pipo Bono. Para todos será sempre o santo da alegria. Mas Filipe Néri não é um bonachão ingênuo. Um toscano legítimo, brincalhão, sorridente, sem pelos na língua, sim, porém tem fé, caridade, sabedoria profunda, e sobre isto não brinca.
 Florentino nascido em 1515, filho de um escrivão, muito cedo órfão de mãe, Felipe não demonstra sinais precoces de vocação religiosa, ainda que frequente os Dominicanos do convento de São Marcos, aquele onde se encontra Savonarola. Com 18 anos, deixa Florença para sempre. O pai o envia a um parente comerciante em São Germano, hoje Cassino, para que aprenda aquela profissão. Nada feito. Ei-lo em Roma, em 1534: não sabe, mas ficará por lá durante toda a vida, 60 anos sem interrupção. É professor na casa de um rico florentino e estuda teologia e filosofia na Universidade da Sapienza. Mas um dia pega todos os seus livros, menos a Bíblia e Santo Tomás,. e vai vendê-los no mercado, depois dá o dinheiro aos pobres. “Se queremos dedicar-nos totalmente ao nosso próximo não devemos reservar-nos nem tempo nem espaço”. E ele quer se dedicar ao próximo de verdade.
 Tem 24 anos e se põe a trabalhar. Visita os encarcerados, conforta os doentes, socorre os indigentes. Mas ama, sobretudo, os meninos pobres, aos quais prodigaliza pão, a alegria, a companhia e a instrução religiosa. E reza, reza muito. No dia 32 de maio de 1551, vigília da festa da Santíssima Trindade e aniversário da morte na fogueira do Frei Jerônimo Savonarola, na idade de 35 anos, Filipe Néri é ordenado sacerdote. [Entra a fazer parte dos capelães da igreja de São Jerônimo da Caridade. Ali sua bondade, a simpatia, a caridade e a cultura o tornam logo o líder. Começam a se reunir, sempre mais numerosos, nobres, o povo simples, negociantes, artistas, banqueiros, sacerdotes para ler as Escrituras, meditá-las, rezar, cantar juntos; primeiro, ocupam seus pobres quartos, depois num sótão da igreja. Parece a volta às origens, aos Atos dos Apóstolos, aos primeiros cristãos. Nasce assim, por obra de São Felipe Néri, o Oratório. Daí sairão grandes homens da Igreja, como César Barônio, que será seu primeiro sucessor. Mas o Oratório não é só oração, uma espécie de monte Tabor para se refugiar. Não, os seus membros devem tornar-se samaritanos para os feridos do mundo: dessa forma, eis que se põe a prestar serviços por turno como enfermeiros no hospital próximo. São Felipe inventa também a peregrinação às sete Igrejas de Roma, a quinta-feira “gorda”, em contraposição ao carnaval: um dia inteiro de missas, pregações, cantos, orações, com merenda nos pratos. Algumas vezes os peregrinos são mais de mil. Os sucessos lhe criam desconfianças, incompreensões, invejas como sempre acontecem com os santos. Mas ele não perde o bom humor. Em 1564 sua pequena comunidade se transfere junto a igreja de São João dos Florentinos e se torna ronrona em prática uma nova ordem religiosa, também se Felipe é contrário; ele não quer regras, vínculos, separações. Chamá-los-ão Filipinos. Em 1577 vai em Santa Maria da Vallicella. Ele permanece nos seus quartinhos em São Jerônimo, até que o Papa e a saúde lhe permitem. E continua vagueando por Roma em procura dos meninos pobres. Para eles se torna mendigo. Conta-se que um nobre chateado por seus pedidos de ajuda lhe largou um bofetão. E ele: “Este é para mim, e vos agradeço. Agora dai-me alguma coisa para os meus meninos” Sempre assim Pipo Bono. Até a morte. Esta chega no dia 26 de maio de 1595, na idade de 80 anos, assistido pelo cardeal Frederico Borromeu, aquele do qual fala Manzoni nos “Promessi Sposi”. Descobrir-se-á que ele tinha um coração maior do que o normal, mas quem o conhecera já o sabia. No dia 12 de março de 1622 o Papa Gregório XV o proclama santo.

 
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dia Santo Rosário

quarta-feira, 25 de maio de 2022

Vigília de Ascensão.

25/05  Quarta-feira 
Festa de Segunda Classe
Paramentos Brancos
  
Intróito/É. 48, 20.
Com gritos de alegria publique-o, seja conhecido, aleluia; proclame até os confins da terra: o Senhor livrou o seu povo, aleluia, aleluia.
Sal. 65, 1-2.Aclame a Deus de alegria, ó terra inteira; cante um hino ao seu nome; glorificar o seu louvor.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, de quem procede todo o bem, conceda aos seus servos suplicantes: que, por sua inspiração, nossos pensamentos sejam direcionados para o que é bom; e que nossa vontade, guiada pelo Senhor, a realize.

Leitura da Epístola de São Paulo aos

Efésios 4,7-13
7 Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo, 8 pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19). 9 Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra? 10 Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas. 11 A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores, 12 para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo, 13 até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo.

Aleluia, aleluia. V/. Surréxit Christus, et illúxit nobis, quos redemit sánguine suo. Aleluia, aleluia. V/. Cristo ressuscitou e fez resplandecer a sua luz sobre nós, a quem redimiu com o seu sangue.
Aleluia. V/. Ioann. 16, 28. Exívi a Patre, et veni in mundum: íterum relínquo mundum, et vado ad Patrem. Aleluia. Aleluia. V/. saí do Pai e vim ao mundo; Deixo o mundo novamente e vou para o Pai. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho 

São João 17, 1-11
1 Jesus afirmou essas coisas e depois, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora. Glorifica teu Filho, para que teu Filho glorifique a ti; 2 e para que, pelo poder que lhe conferiste sobre toda criatura, ele dê a vida eterna a todos aqueles que lhe entregaste. 3 Ora, a vida eterna consiste em que conheçam a ti, um só Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo que enviaste. 4 Eu te glorifiquei na terra. Terminei a obra que me deste para fazer. 5 Agora, pois, Pai, glorifica-me junto de ti, concedendo-me a glória que tive junto de ti, antes que o mundo fosse criado. 6 Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste. Eram teus e deste-mos e guardaram a tua palavra. 7 Agora eles reconheceram que todas as coisas que me deste procedem de ti. 8 Porque eu lhes transmiti as palavras que tu me confiaste e eles as receberam e reconheceram verdadeiramente que saí de ti, e creram que tu me enviaste. 9 Por eles é que eu rogo. Não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. 10 Tudo o que é meu é teu, e tudo o que é teu é meu. Neles sou glorificado. 11 Já não estou no mundo, mas eles estão ainda no mundo; eu, porém, vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me encarregaste de fazer conhecer, a fim de que sejam um como nós.

Ofertório/Sal. 65, 8-9 e 20.
Nações, bendizei o nosso Deus e ouvimos os acentos do seu louvor; é ele que manteve minha alma viva, e que não permitiu que meus pés tremessem. Bendito seja Deus que não rejeitou minha oração nem retirou sua misericórdia de mim, aleluia.

Secreta
Recebe, Senhor, as orações dos fiéis com a oblação destas hóstias, para que, por estes piedosos testemunhos de nossa devoção, alcancemos a glória celestial.

Præfatio paschalis, in qua dicitur: in hoc potíssimum. Prefácio de Páscoa
 
Comunhão/Sal. 95, 2.
Cantai ao Senhor aleluia, cantai ao Senhor e bendizei o seu nome, proclamai a sua salvação dia a dia, aleluia, aleluia.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Concede-nos, Senhor, depois de nos saciares pela virtude do banquete celeste, desejar o que é justo e receber o que desejamos.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário