terça-feira, 30 de agosto de 2022

30 de agosto dia de Santa Rosa de Lima, Virgem.

30/08 Terça-feira
Festa de Primeira Classe
Paramentos Brancos

Padroeira da America Latina


  Santa Rosa de Lima nasceu em Lima, 30 de abril, Quives, provínci capital do Peru, no ano de 1586, coincidentemente no mesmo ano da aparição da Virgem Santíssima na cidade de Chiquinquira. Isabel Flores y de Oliva é o seu nome de batismo, mas sua mãe, ao ver aquele rosto rosado e belo, começou a chamá-la de Rosa, nome com a qual ficou conhecida ao que ela acrescentou o de Maria. É primeira santa da América e padroeira do Peru e da América. Nascida em a de Lima no ano de 1586, era descendente de conquistadores espanhóis. Seu nome de batismo era Isabel Flores y Oliva, mas a extraordinária beleza da criança motivou a mudança do nome de Isabel para Rosa. Seus pais eram Gaspar de Flores, espanhol arcabuz do Vice-Rei e Maria Oliva, limenha. Era a terceira dos onze filhos do casal.
   Seus pais antes ricos tornaram-se pobres devido ao insucesso numa empresa de mineração e ela cresceu na pobreza, trabalhando na terra e na costura até altas horas da noite para ajudar no sustento da família. Cultivava as rosas de seus próprio jardim e as vendia no mercado e por isso é tida como patrona das floristas. Diz-se que tangia graciosa a viola e a harpa e tinha voz doce e melodiosa. Além de muito bela, Rosa era tida como a moça mais virtuosa e prendada de Lima.Foi pretendida pelos jovens mais ricos e distintos de Lima e arredores, mas a todos rejeitou, por amar a Cristo como esposo. Em idade de casar, fez o voto de castidade e tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, após lutar contra o desejo contrário dos pais. Construiu uma cela estreita e pobre no fundo do quintal da casa dos pais e começou a ter vida religiosa, penitenciando seu corpo com jejuns e cilícios dolorosos e conta-se que utilizava muitas vezes um aro de prata guarnecido com fincos, semelhante a uma coroa de espinhos. Foi extremamente bondosa e caridosa para com todos, especialmente para com os índios e negros, aos quais prestava os serviços mais humildes em caso de doença. Segundo os relatos de seus biógrafos e dos amigos que a acompanharam, dentre eles seu confessor Frei Juan de Lorenzana, por sua piedade e devoção Santa Rosa recebeu de Deus o dom dos milagres. Era constantemente visitada pela Virgem Maria e pelo Menino Jesus, que quis repousar certa vez entre seus braços e a corou com uma grinalda de rosas, que se tornou seus símbolo. Também é afirmado que tinha constantemente junto a si seu Anjo da Guarda, com quem conversava. Ainda em vida lhe foram atribuídos muitos favores; milagres de curas, conversões, propiciação das chuvas e até mesmo o impedimento da invasão de Lima pelos piratas holandeses em 1615.   
 Apesar de agraciada com experiências místicas fora do comum, nunca lhe faltou a cruz, a fim de que compartilhasse dos sofrimentos do Divino Mestre: sofrimentos provindos de duras incompreensões e perseguições e, nos últimos anos de vida, de sofrimentos físicos, agudas dores devidas à prolongada doença que a levou à morte em 24 de agosto de 1617, aos 31 anos de idade. Suas últimas palavras foram " Jesus está comigo!" Seu sepultamento  pranteado por todo o Vice Reino do Peru e seu túmulo tornou-se repleto de milagres, bem como também os lugares onde viveu e trabalhou pela causa da Igreja. Foi a primeira santa canonizada da América e proclamada padroeira da América Latina. Conta-se que o Papa Clemente relutava em elevá-la aos altares, mas foi convencido após presenciar uma milagrosa chuva de pétalas de rosa que caiu sobre ele, vinda do céu e que atribuiu a Santa Rosa de Lima.
Intróito/ Sal. 44, 8.
Senhor amou a justiça e odiou a iniqüidade; por isso, ó Deus, o teu Deus te ungiu com óleo de alegria mais excelentemente do que todos os teus companheiros.
Ps. ibid.2, Do meu coração brotou uma palavra excelente; é que dirijo minhas obras a um rei.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus Todo-Poderoso, doador de todas as bênçãos, você advertiu a bem-aventurada Rosa do orvalho celestial de sua graça, e você o fez brilhar nas Índias com todo o brilho da pureza e da paciência: conceda aos seus servos correr ao odor de sua perfumes, para que eles mesmos mereçam tornar-se o bom odor de Jesus Cristo, que, sendo Deus, vive e reina.

Leitura da Epístola dos 

II Coríntios 10, 17-18; 11,1-2
 17 Ora, quem se gloria, glorie-se no Senhor. 18 Pois merece a aprovação não aquele que se recomenda a si mesmo, mas aquele que o Senhor recomenda.1 Oxalá suportásseis um pouco de loucura de minha parte! Oh, sim! Tolerai-me. 2 Eu vos consagro um carinho e amor santo, porque vos desposei com um esposo único e vos apresentei a Cristo como virgem pura.

Gradual. Sal. 44, 5.Spécie matou e pulchritúdine matou inténde, prospere provenha e reina.Com tua glória e tua majestade, avança, marcha vitoriosamente e reina.V/. Propter veritátem et mansuetúdinem et iustítiam: et deducet te mirabíliter déxtera tua.V/. Pela verdade, mansidão e justiça; e seu direito o guiará maravilhosamente.
Aleluia, aleluia. V/. Ibid., 15 e 16. Adducéntur Regi Virgines post eam: próximæ eius afferéntur tibi in lætítia. Aleluia. Aleluia, aleluia. V/. Virgens serão trazidas ao rei depois de você; seus companheiros serão apresentados em meio à alegria e alegria. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho
                                                          
São Mateus 25, 1-13
1.Então o Reino dos céus será semelhante a dez virgens, que saíram com suas lâmpadas ao encontro do esposo.2.Cinco dentre elas eram tolas e cinco, prudentes.3.Tomando suas lâmpadas, as tolas não levaram óleo consigo.4.As prudentes, todavia, levaram de reserva vasos de óleo junto com as lâmpadas.5.Tardando o esposo, cochilaram todas e adormeceram.6.No meio da noite, porém, ouviu-se um clamor: Eis o esposo, ide-lhe ao encontro.7.E as virgens levantaram-se todas e prepararam suas lâmpadas.8.As tolas disseram às prudentes: Dai-nos de vosso óleo, porque nossas lâmpadas se estão apagando.9.As prudentes responderam: Não temos o suficiente para nós e para vós; é preferível irdes aos vendedores, a fim de o comprardes para vós.10.Ora, enquanto foram comprar, veio o esposo. As que estavam preparadas entraram com ele para a sala das bodas e foi fechada a porta.11.Mais tarde, chegaram também as outras e diziam: Senhor, senhor, abre-nos!12.Mas ele respondeu: Em verdade vos digo: não vos conheço!13.Vigiai, pois, porque não sabeis nem o dia nem a hora.

Ofertório/ Sal. 44, 10.
As filhas dos reis estão na tua glória; a rainha está à sua direita em roupas tecidas com ouro, cobertas de bordados.

Secreta
Que seja aceita por ti, Senhor, a oferenda feita por teu povo santo em honra de teus santos por cujos méritos reconhecem ter recebido ajuda na tribulação.

Comunhão/São Matheus. 25, 4 e 6.
Cinco virgens prudentes levaram azeite em suas vasilhas com suas lâmpadas; mas no meio da noite ouviu-se um grito: Aqui vem o noivo; vá diante de Cristo, seu Senhor.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Tu tens, Senhor, nutrido tua família com dons sagrados; por favor, reavive-nos sempre, graças à intervenção do santo cuja festa celebramos.

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

segunda-feira, 29 de agosto de 2022

29 de agosto Degolação de São João Batista e dia de Santa Sabina, Mártir.

29/08 Segunda-feira
     Festa de Terceira Classe
 Paramentos Verdes 

   Os Santos Padres que a prisão de São João se efetuara em dezembro, tendo o Santo ficado encarcerado até agosto do ano seguinte. Era em agosto que Herodes festejava pomposamente o seu aniversário natalício. Ao suntuoso banquete estavam presentes muitos convivas, entre estes os Príncipes da Galiléia.  Fazia parte do programa uma dança oriental executada pela filha de Herodíades, chamada Salomé.  Tão bem a jovem desempenhou o papel de dançarina, que Herodes, para lhe mostrar seu contentamento, prometeu dar-lhe tudo o que pedisse, ainda que fosse a metade do reino. Esta promessa, tão levianamente emitida, o rei ainda a confirmou com um juramento. Salomé, tão admirada quão perplexa, diante dessa inesperada liberalidade do monarca, foi ter com a mãe, para saber o seu parecer. Herodíades achou chegado o momento de livrar-se do odiado profeta, e nenhum instante hesitou. "Vai - disse à filha resolutamente - e pede a cabeça de João Batista". Sem pestanejar e afoitamente, a leviana dançarina transmitiu a ordem da mãe ao Rei e disse-lhe em voz alta, para que todos pudessem ouvir: "Quero que me dês num prato, a cabeça de João Batista". Ao ouvir um pedido tão bárbaro e desapiedado, Herodes apavorou-se mas, não querendo desapontar a moça e lembrando-se do juramento que fizera, anuiu e mandou o algoz ao cárcere onde João se achava. A ordem de decapitá-lo foi cumprida imediatamente e pouco momento depois, Salomé teve satisfeito o seu desejo: a cabeça de João Batista, apresentada num prato.

Os discípulos, logo que souberam do crime, retiraram o corpo do querido mestre do cárcere e deram-lhe honroso enterro. 

Os assassinos não escaparam do castigo de Deus. O Rei da Arábia, cuja filha, esposa de Herodes, por este tirano tinha sido repudiada, abriu campanha contra o adúltero, venceu-o e exilou-o. O imperador de Roma, por sua vez, desterrou-o para Lion, na Gália. Assim, abandonado por todos, fugiu com Herodíades para a Espanha, onde ambos morreram na maior miséria. Consta que Salomé,  ao atravessar em pleno e regiroso inverno um rio coberto de gelo, este cedeu e os pedaços de gelo, chocando-se um contra o outro, cortaram-lhe a cabeça. 

O martírio de São João se deu um ano antes da morte de Nosso Senhor. O corpo do Santo foi enterrado na Samaria. Seu túmulo foi profanado em 362 pelos pagãos. Piedosos monges salvaram pequenos restos que foram entregues a Santo Atanásio, em Alexandria. 

A cabeça de São João Batista foi encontrada em Emese, na Síria em 453 e é hoje a relíquia mais insigne da catedral de Breslau. 

 Sabina, em Roma pertencia e nasceu de uma família nobre, em uma época em que pouco foi organizado cristianismo primitivo. 

 Há referências a Santa Sabina foi uma pagã nobre casada com um senador romano Valentino. 

 Santa Sabina tinha uma escrava chamada Serafina de origem siria. No tratamento diário, a governanta perguntou sobre as crenças religiosas de sua empregada e lhe pediu para explicar melhor. 

 Assim, Santa Serafina, o servo, levou à conversão de sua padroeira, Santa Sabina, revelando toda uma nova e diferente de seu status nobre romano. 

 Santa Sabina foi batizada. Eu costumava ir secretamente para os serviços religiosos cristãos realizadas nas catacumbas de Roma, onde conheceu e viveu com pessoas muito diferentes dos encontrados entre seu status social, embora todos fossem iguais em suas convicções e aos olhos de Deus. 

 Foi capturada durante uma Santa Missa nas catacumbas, Santa Serafina foi levada pelas autoridades romanas, que perseguia os cristãos apesar de ser uma senhora de classificação, sendo levada diante do prefeito Elpídio obrigou a abjurar como não abjurou e confessou sua fé em Cristo e foi presa e condenada  a morte indo para o seu martírio. 

 Como  era uma cidadã de Romana, foi concedida a permissão de seu martírio por decapitação, e não tão lento como para ser usado em outros casos. 

 Durante o pontificado do Papa São Celestino I (422-432) foi ordenado construír no Monte Aventino, em Roma, a Basílica de Santa Sabina. O culto do santo se espalhou por toda a Idade Média. 

A Sabina Santa é considerada a santa padroeira de Roma, mas também donas de casa e crianças com dificuldades. Suas relíquias encontram-se na Basílica de Santa Sabina all'Aventino, fundada em 425 por Petrus, um sacerdote da Iliria, sobre as ruínas de um lugar considerado protegido pela santa.

Intróito/Sal. 118, 46-47.
Falei dos teus preceitos diante dos reis, e não me confundi; e meditei nos teus mandamentos, porque os amo.
Sal. 91.2.É bom louvar ao Senhor: e cantar o teu nome, ó Altíssimo.
V/. Glória Patri.

Coleta                                                                                                              Rogamos a Vós, Senhor, que a solene festa do vosso santo Precursor e Mártir João Batista, nos conceda as graças eficazes da salvação.

Oratio.S. Sabinæ Martyris: Coleção
Deus, qui inter cetera poténtiæ tuæ mirácula étiam in sexu frágili victóriam martýrii contulísti: grants propítius; ut, qui beátæ Sabínæ Mártyris tuæ natalítia cólimus, per eius ad te exémpla gradiámur. Por Dominum. Deus, entre outras maravilhas de seu poder, você fez com que a vitória do martírio fosse conquistada até mesmo pelo sexo mais fraco: conceda, em sua bondade, que honrando no céu o nascimento da Beata Sabina, sua mártir, nós cheguemos até você imitando seus exemplos.

Leitura do Profeta

Jeremias., 1, 17-19. 
"17.Tu, porém, cinge-te com o teu cinto e levanta-te para dizer-lhes tudo quanto te ordenar. Não temas a presença deles; senão, eu te aterrorizarei à vista deles; 18.quanto a mim, desde hoje, faço de ti uma fortaleza, coluna de ferro e muro de bronze, erguido) diante de toda nação, diante dos reis de Judá e seus chefes, diante de seus sacerdotes e de todo o povo da nação. 19.Eles te combaterão, mas não conseguirão vencer-te, porque estou contigo, para livrar-te”. 

Gradual. Pr. 91, 13 e 14.Iustus ut palma florébit: sicut cedrus Líbani multiplicábitur in domo Dómini. O justo florescerá como a palmeira; ele se multiplicará como o cedro do Líbano na casa do Senhor.V/. Ibid., 3. Ad annuntiándum mane misericórdiam tuam, et veritátem tuam per noctem.V/. Para anunciar a tua misericórdia de manhã e a tua verdade à noite.Aleluia. V/. Osee 14, 6. Iustus germinábit sicut lílium: et florébit in ætérnum ante Dóminum. Aleluia. Aleluia. V/. O justo brotará como o lírio: e florescerá para sempre na presença do Senhor. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho                                                                                    
São Marcos 18,9-14   
17.Pois o próprio Herodes mandara prender João e acorrentá-lo no cárcere, por causa de Herodíades, mulher de seu irmão Filipe, com a qual ele se tinha casado. 18.João tinha dito a Herodes: “Não te é permitido ter a mulher de teu irmão”. 19.Por isso, Herodíades o odiava e queria matá-lo, não o conseguindo, porém. 20.Pois Herodes respeitava João, sabendo que era um homem justo e santo; protegia-o e, quando o ouvia, sentia-se embaraçado. Mas, mesmo assim, de boa mente o ouvia. 21.Chegou, porém, um dia favorável em que Herodes, por ocasião do seu natalício, deu um banquete aos grandes de sua corte, aos seus oficiais e aos principais da Galileia. 22.A filha de Herodíades apresentou-se e pôs-se a dançar, com grande satisfação de Herodes e dos seus convivas. Disse o rei à moça: “Pede-me o que quiseres, e eu to darei”. 23.E jurou-lhe: “Tudo o que me pedires te darei, ainda que seja a metade do meu reino”. 24.Ela saiu e perguntou à sua mãe: “Que hei de pedir?”. E a mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25.Tornando logo a entrar apressadamente à presença do rei, exprimiu-lhe seu desejo: “Quero que sem demora me dês a cabeça de João Batista”. 26.O rei entristeceu-se; todavia, por causa da sua promessa e dos convivas, não quis recusar. 27.Sem tardar, enviou um carrasco com a ordem de trazer a cabeça de João. Ele foi, decapitou João no cárcere, 28.trouxe a sua cabeça num prato e a deu à moça, e esta a entregou à sua mãe. 29.Ouvindo isso, os seus discípulos foram tomar o seu corpo e o depositaram num sepulcro"

Ofertório/Sal. 20, 2-3.
Senhor, o justo se alegrará com a tua força, e se regozijará com grande alegria, porque tu o salvaste: tu lhe concedeste o desejo do seu coração.

Secreta
Que as ofertas que trazemos em honra da paixão de seu santo mártir João Batista, nós te pedimos, Senhor, sejam benéficas para nossa salvação por sua intercessão.

Secreta Santa SabinaHóstias tibi, Dómine, beátæ Sabínæ Mártyris tuæ dicátas méritis, benígnus assúme: et ad perpétuum nobis tríbue proveníre subsídium. Per Dominum nostrum. Receba com bondade, Senhor, as hóstias oferecidas para honrar os méritos da Beata Sabina, sua Virgem e Mártir, e conceda-nos ajuda contínua.
Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur praefatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum.

Comunhão/Sal. 20, 4.
Tu pões na cabeça dele, Senhor, uma coroa de pedras preciosas.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que a solenidade de São João Batista, Senhor, nos conceda a graça de reverenciar os augustos sacramentos que recebemos e que nos foram revelados, bem como de regozijar-nos cada vez mais por vê-los realizados entre nós.

Pro S. Sabina
Divíni múneris largitáte satiáti, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, intercedente beáta Sabína Mártyre tua, in eius sempre participatióne vivámus. Por Dominum.Cheios da grandeza do vosso dom celestial, vos suplicamos, ó Senhor nosso Deus, que a Beata Sabina, vossa Mártir, intercedendo por nós, vivamos sempre da participação neste sacramento.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

domingo, 28 de agosto de 2022

Decimo Segundo Domingo depois de Pentecoste

28/08 Domingo 
Festa de Segunda Classe
Paramentos Verdes



Intróito/Sal. 69, 2-3.
Ó Deus, vem em meu auxílio; Senhor, apresse-se em me ajudar: que meus inimigos, que procuram tirar minha vida, sejam confundidos e envergonhados.
Ps. ibid., 4.Deus todo-poderoso e misericordioso, por cuja graça os vossos fiéis vos servem bem e louvável; concede-nos, segundo a nossa oração, correr sem vacilar no caminho que conduz aos bens que prometeste. Por nosso Senhor.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus todo-poderoso e misericordioso, por cuja graça os vossos fiéis vos servem bem e louvável; concede-nos, segundo a nossa oração, correr sem vacilar no caminho que conduz aos bens que prometeste. Por nosso Senhor.

Leitura da Epístola dos  
II Coríntios 3,4-9                                                                                            
4.Tal é a convicção que temos em Deus por Cristo.5.Não que sejamos capazes por nós mesmos de ter algum pensamento, como de nós mesmos. Nossa capacidade vem de Deus.6.Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica.7.Ora, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de tal glória que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos no rosto de Moisés, por causa do resplendor de sua face (embora transitório),8.quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito!9.Se o ministério da condenação já foi glorioso, muito mais o há de sobrepujar em glória o ministério da justificação !

Gradual. Sal. 33, 2-3.Benedícam Dóminum in omni témpore: sempre laus eius in ore meo.Bendirei o Senhor em todos os momentos; o seu louvor estará sempre na minha boca.
V/. Em Dómino laudábitur ánima mea: áudiant mansuéti, et læténtur. A minha alma porá a sua glória no Senhor; ouçam-me os mansos, e regozijem-se.
Aleluia, aleluia. V/. Sal. 87, 2.Dómine, Deus salútis meæ, in die clamávi et nocte coram te. Aleluia.Senhor Deus da minha salvação, clamo a ti dia e noite. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 10,23-37  
23.E voltou-se para os seus discípulos, e disse: Ditosos os olhos que vêem o que vós vedes,24.pois vos digo que muitos profetas e reis desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram.25.Levantou-se um doutor da lei e, para pô-lo à prova, perguntou: Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna?26.Disse-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como é que lês?27.Respondeu ele: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento (Dt 6,5); e a teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).28.Falou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isto e viverás.29.Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo?30.Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto.31.Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante.32.Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante.33.Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão.34.Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele.35.No dia seguinte, tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo-lhe: Trata dele e, quanto gastares a mais, na volta to pagarei.36.Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões?37.Respondeu o doutor: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Então Jesus lhe disse: Vai, e faze tu o mesmo.

Ofertório/ Êxodo 32, 11, 13 e 14.
Moisés orou na presença do Senhor, seu Deus, e disse: Por que, Senhor, estás zangado com o teu povo? Deixe sua raiva dobrar; lembre-se de Abraão, Isaque e Jacó, a quem você jurou dar uma terra que mana leite e mel. E o Senhor apaziguado não prejudicou seu povo do qual ele havia falado.

Secreta
Olha bem, rogamos-te, Senhor, para a oferta que te apresentamos nos altares sagrados; que, obtendo para nós a indulgência, rende honra ao Teu Nome.

Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur præfatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum .

Comunhão/Sal. 103, 13 e 14-15.
A terra, Senhor, se fartará do fruto das tuas obras; da terra tiras o pão, e o vinho alegra o coração do homem; o óleo espalha alegria em seu rosto, e o pão fortalece seu coração.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Fazei, nós vos imploramos, Senhor, que esta participação nos Santos Mistérios nos vivifique, e que seja para nós ao mesmo tempo purificação e defesa.

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

28 de agosto Santo Agostinho, Bispo, Confessor e Doutor



  Santo Agostinho nascido norte da África na cidade africana de Tagaste,na atual Argélia, filho de pai pagão, chamado Patrício e mãe católica, Mônica. Teve uma juventude viciosa e cheia de desvios doutrinários. 
  Aurélio Agostinho, o Santo Agostinho de Hipona foi um importante bispo cristão e teólogo. Nasceu na região norte da África em 354 e morreu em 430.  Logo, em sua formação, teve importante influência do maniqueísmo (sistema religioso que une elementos cristãos e pagãos).
  Converteu-se por influência de Santo Ambrósio, bispo de Milão, e sobretudo graças às orações e lágrimas de sua mãe Santa Mônica. Ordenado sacerdote, foi durante 34 anos bispo de Hipona, no norte da África. Além de pastor dedicado e zeloso, foi intelectual brilhantíssimo, dos maiores gênios, já produzidos em dois mil anos de História da Igreja. Escreveu numerosas obras de filosofia. Teologia e Espiritualidade, que exerceram e ainda exercem enorme influência. 
  Santo Agostinho ensinou retórica nas cidades italianas de Roma e Milão.      Nesta última cidade teve contato com o neoplatonismo cristão.
Viveu num monastério por um tempo. Em 395, passou a ser bispo, atuando em Hipona (cidade do norte do continente africano). Escreveu diversos sermões importantes. Em “A Cidade de Deus”, Santo Agostinho combate às heresias e a paganismo. Na obra “Confissões” fez uma descrição de sua vida antes da conversão ao cristianismo.
Santo Agostinho analisava a vida levando em consideração a psicologia e o conhecimento da natureza. Porém, o conhecimento e as idéias eram de origem divina.
Combateu vigorosamente as heresias de seu tempo como verdadeiro bispo, nada era mais importante do que a fé Catolica. 
   As obras de Santo Agostinho influenciaram muito o pensamento teológico da Igreja Católica na Idade Média.
Morreu em 28 de agosto (dia suposto) de 420, durante um ataque dos vândalos (povo bárbaro germânico) ao norte da África.
Santo Agostinho é considerado o santo protetor dos teólogos, impressores e cervejeiros. Seu dia é 28 de agosto, dia de sua suposta morte.

Algumas obras de Santo Agostinho:
- Da Doutrina Cristã (397-426)
- Confissões (397-398)
- A Cidade de Deus (413-426)
- Da Trindade (400-416)
- Retratações
- De Magistro
- Conhecendo a si mesmo

Frases e Pensamentos de Santo Agostinho:
- "Milagres não são contrários à natureza, mas apenas contrários ao que entendemos sobre a natureza."
- "Certamente estamos na mesma categoria das bestas; toda ação da vida animal diz respeito a buscar o prazer e evitar a dor."
- "Se você acredita no que lhe agrada nos evangelhos e rejeita o que não gosta, não é nos evangelhos que você crê, mas em você."
- "Ter fé é acreditar nas coisas que você não vê; a recompensa por essa fé é ver aquilo em que você acredita."
- "A pessoa que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar."
- "A confissão das más ações é o passo inicial para a prática de boas ações."
- "A verdadeira medida do amor é não ter medida."
- "Orgulho não é grandeza, mas inchaço. E o que está inchado parece grande, mas não é sadio."

  De Santo Agostinho, disse o Papa Leão XIII: "É um gênio vigoroso que, dominando todas as ciências humanas e divinas, combateu todos os erros de seu tempo".

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sábado, 27 de agosto de 2022

27 de agosto dia de São José Calasânsio, Confessor

27/08 Sábado
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos


Nasceu em Peralta de la Sal, Aragão, Espanha, o ano de 1557.
S. José Calasâncio foi com S.João Baptista de la Salle, um dos grandes educadores da juventude no século XVII. Nasceu em 1556 na província de Huesca, Espanha. Desde muito novo foi muito devoto. Estudo direito civil e canónico. Faz o doutorado em Alcalá, mas terminando volta para a sua terra e funda as "academias" para jovens. Em 1583, recebe o sacerdócio. Tinha apenas 28 anos quando o bispo de Jaca o nomeou seu teólogo. Com a morte do pai em 1586, José viu-se com uma notável riqueza que começou a distribuir por esmolas. Em 1590 foi nomeado vigário-geral para toda a diocese devido às reformas eclesiásticas que foi obtendo. Movido por uma inquietação interior pediu ao seu director autorização para ir a Roma, licença que lhe foi dada. Chegou na quaresma de 1592. Durante cinco anos teve uma vida oculta. Levanta-se cedo para fazer a peregrinação das basílicas antes da aurora. Ajudava nos hospitais e prisões e quando em 1596 surge a peste em Roma, ajuda S.Camilo de Léllis a combatê-la. Não gostava de ver a ignorância religiosa das pessoas e por isso em 1597 criou a primeira "escola pia" no presbitério de Santa Doroteia, no Transtévere, perto da ponte Sisto. Em 1617 o papa Paulo V, criou, com o pessoal de Calasâncio, uma congregação pulina dos Pobres da Mãe de Deus das Escolas pias. Em 1621, foi erecta como congregação de votos solenes por Gregório XV soa nome de Clérigos Pobres da Mãe de Deus. José foi nomeado Geral em 1622. Estas escolas se propagaram com muitas rapidez: Itália, Alemanha, Boémia, Polónia. Surgiram graves problemas nesta obras ao ponto de José e todo a cúria generalícia serem presos. José tinha na altura 86 anos. Foi ovido pelo Santo Ofício. Foram momentos de grande provação, em que viu a sua obra quase completamente destruída. São José Calasâncio, entretanto, não desanimou..Manteve-se sereno e tranquilo e confiante em Deus. E a sua obra novamente surgiu das cinzas. Entretanto, somente oito anos após a sua morte, José tinha-o profetizado.O papa Alexandre VI, em 1656, aprovava definitivamente o Instituto. São José Calasâncio morreu aos noventa anos de idade, em 1648.

Intróito/Sal. 33, 12.
Vinde, meus filhos, ouvi-me: eu vos ensinarei o temor do Senhor.
Ps. ibid., 2.Bendirei o Senhor em todos os momentos: seu louvor estará sempre em meus lábios.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, por São José, vosso Confessor, vos dignastes dar à vossa Igreja novas ajudas para formar os jovens na ciência e na piedade: fazei, suplicamos-vos, que, auxiliados pelo seu exemplo e pela sua intercessão, atuemos e ensinemos em de modo a ganhar as recompensas eternas.

Leitura da Epístola dos 
                                                                                                                                                     
Sabedoria 10,10-14                                                                                 
 10.foi ela que guiou por caminhos retos o justo que fugia à ira de seu irmão; mostrou-lhe o reino de Deus, e deu-lhe o conhecimento das coisas santas; ajudou-o nos seus trabalhos, e fez frutificar seus esforços;11.cuidou dele contra ávidos opressores e o fez conquistar riquezas;12.ela o protegeu contra seus inimigos e o defendeu dos que lhe armavam ciladas; e no duro combate, deu-lhe vitória, a fim de que ele soubesse quanto a piedade é mais forte que tudo.13.Ela não abandonou o justo vendido, mas preservou-o do pecado.14.Desceu com ele à prisão, e não o abandonou nas suas cadeias, até que lhe trouxe o cetro do reino e o poder sobre os que o tinham oprimido; revelou-lhe a mentira de seus acusadores, e conferiu-lhe uma glória eterna.

Gradual. Sal. 36, 30-31.Os iusti meditábitur sapiéntiam, et lingua eius loquétur iudícium.A boca do justo meditará em sabedoria e sua língua proferirá equidade.V/. Lex Dei eius in corde ipsíus: et non supplantabúntur gressus eius. V/. A lei do seu Deus está em seu coração e não será anulada.
Aleluia, aleluia. V/. Iac. 1, 12. Beátus vir, qui sofreste tentação: quóniam, cum probátus fúerit, accípiet corónam vitae. Aleluia. Aleluia, aleluia. V/. Bem-aventurado o homem que sofre a prova com paciência, pois quando for provado receberá a coroa da vida. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho   

São Mateus 18,1-5                                                                               
1.Neste momento os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-lhe: Quem é o maior no Reino dos céus?2.Jesus chamou uma criancinha, colocou-a no meio deles e disse:3.Em verdade vos declaro: se não vos transformardes e vos tornardes como criancinhas, não entrareis no Reino dos céus.4.Aquele que se fizer humilde como esta criança será maior no Reino dos céus.5.E o que recebe em meu nome a um menino como este, é a mim que recebe.

Ofertório/ Ps 9, 17.
O Senhor ouviu o desejo dos pobres: aos seus ouvidos chegou a voz de seus corações.

Secreta
Cobrimos hoje o teu altar com oferendas, Senhor, para que nos beneficiem pelos méritos daquele a quem fizeste nosso protetor.

Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur præfatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum .

Comunhão/São Marcos 10, 14.
Deixem vir a mim as criancinhas e não as impeçam de fazê-lo, pois a elas pertence o reino dos céus.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Santificados, Senhor, pelo sacramento da salvação, vos suplicamos, pelas orações de São José, vosso Confessor, que nos conceda avançar cada vez mais no espírito de piedade.
  
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário

sexta-feira, 26 de agosto de 2022

26 de agosto dia de Santo Zeferino,Papa.

 26/08 Sexta-feira
Festa de Quarta Classe
Paramentos Verdes

Santo Zeferino (em latim: Zephyrinus) foi o primeiro Papa do século III e décimo quinto da Igreja, sucedendo a Vítor I.Natural de Roma, foi eleito em 199. O seu pontificado se caracterizou por duras lutas teológicas que levaram, por exemplo à excomunhão de Tertuliano. Seu crítico, São Hipólito, o descreveu como um homem simples, sem educação e dominado pelo seu assessor, Calisto. 
 No início de seu pontificado, o imperador Septímio Severo moveu, por decreto, intensa  perseguição contra a Igreja, fato que levou São Zeferino a tomar as primeiras providências no sentido de zelar pelo rebanho, levando seu auxílio e consolo naqueles dias de grande tribulação. Pessoalmente,  de dia e de noite,  percorreu infatigavelmente diversas  casas, cavernas e locais subterrâneos.  Colocou em risco a própria vida, visitando e consolando não só os encarcerados, mas também os condenados, que acompanhava até aos cadafalsos.   A todos alentava com palavras e esmolas, levando a eles o Pão dos fortes, regado com o Sangue de Cristo. A cruel perseguição perdurou por nove anos consecutivos, até a morte do imperador Severo, quando a  Igreja recobrou um certo período de paz. Zeferino foi o primeiro Pontífice que desejou criar uma catacumba na Via Ápia, cujos cuidados foram por ele confiados ao diácono Calisto (e, por isso, chamada de catacumba de Calisto). Zeferino estabeleceu que os fiéis católicos, depois dos 14 anos, comungassem, pelo menos na ocasião da Festa da Páscoa. Determinou o uso da patena e dos cálices sagrados, até então confeccionados em madeira. Durante seu pontificado, a cabeça da heresia reergueu-se furiosamente.  Praxeas, que no pontificado anterior havia retratado-se da pregação de sua heresia patripasiana (negação da Santíssima Trindade), novamente tentou semear sua doutrina errônea e, por isto, foi duramente combatido pelo Papa.  Foi martirizado em 20 de dezembro de 217, sendo venerado como santo no dia 26 de agosto.

  Santo Zeferino (em latim: Zephyrinus) foi o primeiro Papa do século III e décimo quinto da Igreja, sucedendo a Vítor I.Natural de Roma, foi eleito em 199. O seu pontificado se caracterizou por duras lutas teológicas que levaram, por exemplo à excomunhão de Tertuliano. Seu crítico, São Hipólito, o descreveu como um homem simples, sem educação e dominado pelo seu assessor, Calisto.                                                                                                                                                                         
  No início de seu pontificado, o imperador Septímio Severo moveu, por decreto, intensa  perseguição contra a Igreja, fato que levou São Zeferino a tomar as primeiras providências no sentido de zelar pelo rebanho, levando seu auxílio e consolo naqueles dias de grande tribulação. Pessoalmente,  de dia e de noite,  percorreu infatigavelmente diversas  casas, cavernas e locais subterrâneos.  Colocou em risco a própria vida, visitando e consolando não só os encarcerados, mas também os condenados, que acompanhava até aos cadafalsos.   A todos alentava com palavras e esmolas, levando a eles o Pão dos fortes, regado com o Sangue de Cristo. A cruel perseguição perdurou por nove anos consecutivos, até a morte do imperador Severo, quando a  Igreja recobrou um certo período de paz. Zeferino foi o primeiro Pontífice que desejou criar uma catacumba na Via Ápia, cujos cuidados foram por ele confiados ao diácono Calisto (e, por isso, chamada de catacumba de Calisto). Zeferino estabeleceu que os fiéis católicos, depois dos 14 anos, comungassem, pelo menos na ocasião da Festa da Páscoa. Determinou o uso da patena e dos cálices sagrados, até então confeccionados em madeira. Durante seu pontificado, a cabeça da heresia reergueu-se furiosamente.  Praxeas, que no pontificado anterior havia retratado-se da pregação de sua heresia patripasiana (negação da Santíssima Trindade), novamente tentou semear sua doutrina errônea e, por isto, foi duramente combatido pelo Papa.  Foi martirizado em 20 de dezembro de 217, sendo venerado como santo no dia 26 de agosto.

Intróito/Sal. 67, 6-7 e 36.
Deus está no seu lugar santo, Deus que faz os homens de uma só alma habitarem na sua casa: ele dará virtude e força ao seu povo.
Ps. ibid., 2.Que Deus se levante e seus inimigos sejam dissipados, e aqueles que o odeiam fujam de diante de sua face.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus Todo-Poderoso e Eterno, que pela abundância da tua bondade supera os méritos e desejos daqueles que te rezam, derrama sobre nós a tua misericórdia: perdoa as faltas que agitam a consciência, concede até o que rezas.

Leitura da Epístola dos 
I Coríntios 15,1-10   
1.Eu vos lembro, irmãos, o Evangelho que vos preguei, e que tendes acolhido, no qual estais firmes.2.Por ele sereis salvos, se o conservardes como vo-lo preguei. De outra forma, em vão teríeis abraçado a fé.3.Eu vos transmiti primeiramente o que eu mesmo havia recebido: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras;4.foi sepultado, e ressurgiu ao terceiro dia, segundo as Escrituras;5.apareceu a Cefas, e em seguida aos Doze.6.Depois apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez, dos quais a maior parte ainda vive (e alguns já são mortos);7.depois apareceu a Tiago, em seguida a todos os apóstolos.8.E, por último de todos, apareceu também a mim, como a um abortivo.9.Porque eu sou o menor dos apóstolos, e não sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus.10.Mas, pela graça de Deus, sou o que sou, e a graça que ele me deu não tem sido inútil. Ao contrário, tenho trabalhado mais do que todos eles; não eu, mas a graça de Deus que está comigo.
Gradual. Sal. 27, 7 e 1.Em Deo sperávit cor meum, et adiútus sum: et reflóruit caro mea, et ex voluntáte mea confitébor illi. Meu coração esperou em Deus, e fui socorrido, e minha carne floresceu novamente, e eu o louvarei do fundo da minha alma.V/. Ad te, Dómine, clamávi: Deus meus, ne síleas, ne discédas a me. Senhor, eu clamei a ti; meu Deus, não fique calado, não me abandone. Aleluia, aleluia. V/. Sal. 80, 2-3.Exsultáte Deo, adiutóri nostro, iubiláte Deo Iacob: súmite psalmum iucúndum cum cíthara. Aleluia. Alegrai-vos em Deus nosso protetor, cantai ao Deus de Jacó, cantai o salmo harmonioso na cítara. Aleluia.
Sequência do Santo Evangelho

São Marcos 7,31-37                                                                               
31.Ele deixou de novo as fronteiras de Tiro e foi por Sidônia ao mar da Galiléia, no meio do território da Decápole.32.Ora, apresentaram-lhe um surdo-mudo, rogando-lhe que lhe impusesse a mão.33.Jesus tomou-o à parte dentre o povo, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e tocou-lhe a língua com saliva.34.E levantou os olhos ao céu, deu um suspiro e disse-lhe: Éfeta!, que quer dizer abre-te!35.No mesmo instante os ouvidos se lhe abriram, a prisão da língua se lhe desfez e ele falava perfeitamente.36.Proibiu-lhes que o dissessem a alguém. Mas quanto mais lhes proibia, tanto mais o publicavam.37.E tanto mais se admiravam, dizendo: Ele fez bem todas as coisas. Fez ouvir os surdos e falar os mudos!
Ofertório/ Sal. 29, 2-3
Senhor, cantarei a tua grandeza, porque me levantaste e não deste aos meus inimigos motivos para se regozijarem contra mim; Senhor, eu clamei a ti, e tu me curaste.

Secreta
Olha, Senhor, com bondade a homenagem de nossa servidão, para que nossos dons sejam uma oferta agradável para você e se tornem a ajuda de nossa fraqueza.

Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur præfatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum .

Comunhão/Prov. 3, 9-10.
Honra ao Senhor com os teus bens, e dá-lhe as primícias dos teus frutos; e os teus celeiros se encherão de fartura, e os teus lagares transbordarão de vinho.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Fazei, Senhor, vos suplicamos, que encontremos na recepção do vosso Sacramento o auxílio da alma e do corpo, para que, salvos em ambos, encontremos a nossa glória no pleno efeito do celeste remédio.

 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário