domingo, 26 de junho de 2022

Terceiro Domingo depois da Pentecostes

26/06 Domingo
 Festa de Segunda Classe 
Paramentos Verdes
 

Intróito/Sal. 24, 16 e 18.
Olha para mim e tem piedade de mim, Senhor, porque estou só e pobre, vê a minha humilhação e o meu trabalho e perdoa-me todos os meus pecados.
Ps. ibid., 1-2.A Ti, Senhor, elevo a minha alma, ó meu Deus, em Ti confio, não serei confundido.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, protetor daqueles que esperam em ti, e sem o qual não há nada firme ou santo: multiplica sobre nós as tuas misericórdias; para que, sob tua lei e tua conduta, passemos de tal maneira pelos bens temporais, que não percamos os eternos.

 Leitura da Epístola dos

1ª de São Pedro Apóstolo 5, 6-11
6 Humilhai-vos, pois, debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele vos exalte no tempo oportuno. 7 Confiai-lhe todas as vossas preocupações, porque ele tem cuidado de vós. 8 Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar. 9 Resisti-lhe fortes na fé. Vós sabeis que os vossos irmãos, que estão espalhados pelo mundo, sofrem os mesmos padecimentos que vós. 10 O Deus de toda graça, que vos chamou em Cristo à sua eterna glória, depois que tiverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, vos tornará inabaláveis, vos fortificará. 11 A ele o poder na eternidade! Amém.

Gradual. Sal. 54, 23, 17 e 19.GradualIacta cogitátum tuum in Dómino: et ipse te enútriet.Lance seus cuidados no seio do Senhor, e ele mesmo o alimentará.
V/. Dum clamárem ad Dóminum, exaudívit vocem meam ab his, qui apropínquant mihi.V/. Enquanto eu clamava ao Senhor, Ele respondeu minha oração para me livrar daqueles que me atacam.
Aleluia, aleluia.Aleluia, aleluia.
V/. Ps. 7, 12. Deus iudex iustus, fortis et pátiens, numquid iráscitur per síngulos dies? Aleluia.V/. Deus é um juiz justo, forte e paciente, ele ficará com raiva todos os dias? Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho 

São Lucas 15, 1-10
1 Aproximavam-se de Jesus os publicamos e os pecadores para ouvi-lo. 2 Os fariseus e os escribas murmuravam: Este homem recebe e come com pessoas de má vida! 3 Então lhes propôs a seguinte parábola: 4 Quem de vós que, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? 5 E depois de encontrá-la, a põe nos ombros, cheio de júbilo, 6 e, voltando para casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Regozijai-vos comigo, achei a minha ovelha que se havia perdido. 7 Digo-vos que assim haverá maior júbilo no céu por um só pecador que fizer penitência do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. 8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma delas, não acende a lâmpada, varre a casa e a busca diligentemente, até encontrá-la? 9 E tendo-a encontrado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Regozijai-vos comigo, achei a dracma que tinha  perdido.

Ofertório/Sal. 9, 11-12 e 13.
É em Ti que todos aqueles que conheceram o teu nome confiam, Senhor, pois não abandonas aqueles que te procuram. Cantai ao Senhor que habita em Sião, porque não se esqueceu da oração dos pobres.

Secreta
Olha, Senhor, para estes dons da Igreja que te pede, e concede aos crentes que os recebam sempre de maneira santa para sua salvação.

Comunhão/ São Lucas. 15, 10.
Eu lhes digo, um pecador penitente é motivo de alegria entre os anjos de Deus.
(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que o santo sacramento recebido por nós, Senhor, nos dê vida e, purificando-nos de nossas faltas, nos prepare para desfrutar sem fim de sua misericórdia.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário