quinta-feira, 3 de março de 2022

Quinta-feira depois das Cinzas.

03/03 Quinta-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Roxos

 http://4.bp.blogspot.com/-2_BscSl5wCk/VgPizdqKVgI/AAAAAAABow0/8EDlV6M4z8U/s1600/Lc-7.JPG

Intróito/Sal. 54, 17, 19, 20 e 23 1.
Quando clamei ao Senhor, ele ouviu a minha voz; ele me livrou de todos os que se aproximam para me destruir. Aquele que existe antes de todos os séculos e que durará para sempre, os humilhou. Lance seus pensamentos no Senhor e ele mesmo o alimentará.Ps. ibid., 2-3. Ouve, ó Deus, a minha oração, e não desprezes a minha súplica. Ouça-me e responda-me.V/. Glória Patri.

Coleta
Ó Deus, que o pecado ofenda e a penitência aplaque, atenda em sua clemência as orações de seu povo suplicante e digne-se afastar as pragas de sua ira, que merecemos por nossos pecados.


Leitura da Epístola extraída do livro de

Isaías 38,1-6

1 Naquele tempo, Ezequias esteve doente, quase à morte. O profeta Isaías, filho de Amós, veio ter com ele e lhe disse: Eis o que disse o Senhor: põe em ordem a tua casa porque vais morrer, não te restabelecerás. 2 Então Ezequias voltou-se para a parede e se pôs a orar ao Senhor; 3 Senhor, disse ele, lembrai-vos de que tenho andado diante de vós com lealdade, de todo o coração, segundo a vossa vontade. E chorava abundantemente. 4 Depois a palavra do Senhor foi dirigida a Isaías nestes termos: 5 Vai dizer a Ezequias: eis o que diz o Senhor, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi tua oração e vi tuas lágrimas, prolongarei tua vida por quinze anos, 6 livrar-te-ei, a ti e a esta cidade, das mãos do rei da Assíria. Protegerei esta cidade. 

Gradual/Sal. 54, 23, 17, 18 e 19.
Lance seus pensamentos no Senhor e ele mesmo o alimentará.
V /  Quando clamei ao Senhor, ele ouviu a minha voz; ele me livrou de todos os que se aproximam para me destruir.

Sequência do Santo Evangelho 

Mateus 8,5-13 
5 Entrou Jesus em Cafarnaum. Um centurião veio a ele e lhe fez esta súplica: 6 Senhor, meu servo está em casa, de cama, paralítico, e sofre muito. 7 Disse-lhe Jesus: Eu irei e o curarei. 8 Respondeu o centurião: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado. 9 Pois eu também sou um subordinado e tenho soldados às minhas ordens. Eu digo a um: Vai, e ele vai; a outro: Vem, e ele vem; e a meu servo: Faze isto, e ele o faz... 10 Ouvindo isto, cheio de admiração, disse Jesus aos presentes: Em verdade vos digo: não encontrei semelhante fé em ninguém de Israel. 11 Por isso, eu vos declaro que multidões virão do Oriente e do Ocidente e se assentarão no Reino dos céus com Abraão, Isaac e Jacó, 12 enquanto os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores, onde haverá choro e ranger de dentes. 13 Depois, dirigindo-se ao centurião, disse: Vai, seja-te feito conforme a tua fé. Na mesma hora o servo ficou curado.

Ofertório/Sal 24, 1 -3.
A ti, Senhor, elevo a minha alma; meu Deus, confio em ti, para que não tenha de que me envergonhar, e para que todos os meus inimigos não zombem de mim, porque todos os que esperam em ti não serão confundidos.

Secreta
Nós vos suplicamos, Senhor, olhai com benevolência para este sacrifício presente, para que aumente a nossa piedade e sirva a nossa salvação.

Prefácio da Quaresma.
 
Comunhão/Sal. 50, 21.
Você aceitará um sacrifício de justiça, oblações e holocaustos em seu altar, Senhor.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Tendo recebido a bênção do dom celestial, dirigimo-nos, ó Deus Todo-Poderoso, ardentes súplicas para que aquele que opera neste sacramento, realize também a nossa salvação.
Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.