sábado, 5 de março de 2022

Sábado depois das Cinzas.

05/03 Sábado 
Festa de Terceira Classe
Paramentos Roxos
 http://www.trinityfellowship.net/wp-content/uploads/2015/11/Am%C3%A9d%C3%A9e_Varint_-_Christ_marchant_sur_la_mer-feature-sized.jpg

Intróito/Sal. 29, 11.
O Senhor ouviu e teve misericórdia de mim; o Senhor se fez meu protetor.Ps. ibid., 2.Eu te exaltarei, Senhor, porque você me levantou e não alegrou meus inimigos sobre mim. V/. Glória Patri.

Coleta
Ouvi favoravelmente, Senhor, nossas súplicas e concedei-nos celebrar com submissão e devoção este jejum solene que foi salutarmente instituído para a cura de nossas almas e nossos corpos.

Leitura da Epístola extraída do livro de

Isaías 58,9-14
9 Então às tuas invocações, o Senhor responderá, e a teus gritos dirá: Eis-me aqui! Se expulsares de tua casa toda a opressão, os gestos malévolos e as más conversações; 10 se deres do teu pão ao faminto, se alimentares os pobres, tua luz levantar-se-á na escuridão, e tua noite resplandecerá como o dia pleno. 11 O Senhor te guiará constantemente, alimentar-te-á no árido deserto, renovará teu vigor. Serás como um jardim bem irrigado, como uma fonte de águas inesgotáveis. 12 Reerguerás as ruínas antigas, reedificarás sobre os alicerces seculares; chamar-te-ão o reparador de brechas, o restaurador das moradias em ruínas. 13 Se te abstiveres de calcar aos pés o sábado, de cuidar de teus negócios no dia que me é consagrado, se achares o sábado um dia maravilhoso, se achares respeitável o dia consagrado ao Senhor, se tu o venerares não seguindo os teus caminhos, não te entregando às tuas ocupações e às conversações, 14 então encontrarás tua felicidade no Senhor: eu te farei galgar as alturas da terra, e gozar a herança de Jacó, teu pai; porque a boca do Senhor falou.

Gradual/Sal. 26, 4.
Há uma coisa que pedi ao Senhor, e só a buscarei: é habitar na casa do Senhor
V /  Contemplar as delícias e ser protegido pelo seu santo templo.

Sequência do Santo Evangelho 

São Marcos 6, 47-56
47 À noite, achava-se a barca no meio do lago e ele, a sós, em terra. 48 Vendo-os se fatigarem em remar, sendo-lhes o vento contrário, foi ter com eles pela quarta vigília da noite, andando por cima do mar, e fez como se fosse passar ao lado deles. 49 À vista de Jesus, caminhando sobre o mar, pensaram que fosse um fantasma e gritaram; 50 pois todos o viram e se assustaram. Mas ele logo lhes falou: Tranquilizai vos, sou eu; não vos assusteis! 51 E subiu para a barca, junto deles, e o vento cessou. Todos se achavam tomados de um extremo pavor, 52 pois ainda não tinham compreendido o caso dos pães; os seus corações estavam insensíveis. 53 Navegaram para o outro lado e chegaram à região de Genesaré, onde aportaram. 54 Assim que saíram da barca, o povo o reconheceu. 55 Percorrendo toda aquela região, começaram a levar, em leitos, os que padeciam de algum mal, para o lugar onde ouviam dizer que ele se encontrava. 56 Onde quer que ele entrasse, fosse nas aldeias ou nos povoados, ou nas cidades, punham os enfermos nas ruas e pediam-lhe que os deixassem tocar ao menos na orla de suas vestes. E todos os que tocavam em Jesus ficavam sãos.

Ofertório/Sal. 118, 154 e 125
Senhor, restaura-me a vida segundo a tua palavra, para que eu conheça os teus testemunhos.

Secreta
Recebe, Senhor, este sacrifício por cuja imolação queres dignamente ser aplacado, e concede-nos, por favor, que purificados por sua virtude, te oferecemos em nossa alma sentimentos que te agradam.

Prefácio à Quaresma.
 
Comunhão/ Sal. 2, 11-12.
Sirva ao Senhor com temor e regozije-se nele com tremor. Apegue-se à doutrina para que não pereça fora do caminho reto.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Alimentados por um dom que é o princípio de uma vida celestial, pedimos-te, Senhor, que o que para nós é um mistério na vida presente, se torne uma ajuda para alcançarmos o da eternidade.

Vamos rezar. Humilhem suas cabeças diante de Deus.

Que os teus fiéis, ó Deus, sejam fortalecidos pelos teus dons, para que, ao recebê-los, os busquem novamente, e, buscando-os sempre mais, os recebam sem fim


 Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.