segunda-feira, 29 de agosto de 2022

29 de agosto Degolação de São João Batista e dia de Santa Sabina, Mártir.

29/08 Segunda-feira
     Festa de Terceira Classe
 Paramentos Verdes 

   Os Santos Padres que a prisão de São João se efetuara em dezembro, tendo o Santo ficado encarcerado até agosto do ano seguinte. Era em agosto que Herodes festejava pomposamente o seu aniversário natalício. Ao suntuoso banquete estavam presentes muitos convivas, entre estes os Príncipes da Galiléia.  Fazia parte do programa uma dança oriental executada pela filha de Herodíades, chamada Salomé.  Tão bem a jovem desempenhou o papel de dançarina, que Herodes, para lhe mostrar seu contentamento, prometeu dar-lhe tudo o que pedisse, ainda que fosse a metade do reino. Esta promessa, tão levianamente emitida, o rei ainda a confirmou com um juramento. Salomé, tão admirada quão perplexa, diante dessa inesperada liberalidade do monarca, foi ter com a mãe, para saber o seu parecer. Herodíades achou chegado o momento de livrar-se do odiado profeta, e nenhum instante hesitou. "Vai - disse à filha resolutamente - e pede a cabeça de João Batista". Sem pestanejar e afoitamente, a leviana dançarina transmitiu a ordem da mãe ao Rei e disse-lhe em voz alta, para que todos pudessem ouvir: "Quero que me dês num prato, a cabeça de João Batista". Ao ouvir um pedido tão bárbaro e desapiedado, Herodes apavorou-se mas, não querendo desapontar a moça e lembrando-se do juramento que fizera, anuiu e mandou o algoz ao cárcere onde João se achava. A ordem de decapitá-lo foi cumprida imediatamente e pouco momento depois, Salomé teve satisfeito o seu desejo: a cabeça de João Batista, apresentada num prato.

Os discípulos, logo que souberam do crime, retiraram o corpo do querido mestre do cárcere e deram-lhe honroso enterro. 

Os assassinos não escaparam do castigo de Deus. O Rei da Arábia, cuja filha, esposa de Herodes, por este tirano tinha sido repudiada, abriu campanha contra o adúltero, venceu-o e exilou-o. O imperador de Roma, por sua vez, desterrou-o para Lion, na Gália. Assim, abandonado por todos, fugiu com Herodíades para a Espanha, onde ambos morreram na maior miséria. Consta que Salomé,  ao atravessar em pleno e regiroso inverno um rio coberto de gelo, este cedeu e os pedaços de gelo, chocando-se um contra o outro, cortaram-lhe a cabeça. 

O martírio de São João se deu um ano antes da morte de Nosso Senhor. O corpo do Santo foi enterrado na Samaria. Seu túmulo foi profanado em 362 pelos pagãos. Piedosos monges salvaram pequenos restos que foram entregues a Santo Atanásio, em Alexandria. 

A cabeça de São João Batista foi encontrada em Emese, na Síria em 453 e é hoje a relíquia mais insigne da catedral de Breslau. 

 Sabina, em Roma pertencia e nasceu de uma família nobre, em uma época em que pouco foi organizado cristianismo primitivo. 

 Há referências a Santa Sabina foi uma pagã nobre casada com um senador romano Valentino. 

 Santa Sabina tinha uma escrava chamada Serafina de origem siria. No tratamento diário, a governanta perguntou sobre as crenças religiosas de sua empregada e lhe pediu para explicar melhor. 

 Assim, Santa Serafina, o servo, levou à conversão de sua padroeira, Santa Sabina, revelando toda uma nova e diferente de seu status nobre romano. 

 Santa Sabina foi batizada. Eu costumava ir secretamente para os serviços religiosos cristãos realizadas nas catacumbas de Roma, onde conheceu e viveu com pessoas muito diferentes dos encontrados entre seu status social, embora todos fossem iguais em suas convicções e aos olhos de Deus. 

 Foi capturada durante uma Santa Missa nas catacumbas, Santa Serafina foi levada pelas autoridades romanas, que perseguia os cristãos apesar de ser uma senhora de classificação, sendo levada diante do prefeito Elpídio obrigou a abjurar como não abjurou e confessou sua fé em Cristo e foi presa e condenada  a morte indo para o seu martírio. 

 Como  era uma cidadã de Romana, foi concedida a permissão de seu martírio por decapitação, e não tão lento como para ser usado em outros casos. 

 Durante o pontificado do Papa São Celestino I (422-432) foi ordenado construír no Monte Aventino, em Roma, a Basílica de Santa Sabina. O culto do santo se espalhou por toda a Idade Média. 

A Sabina Santa é considerada a santa padroeira de Roma, mas também donas de casa e crianças com dificuldades. Suas relíquias encontram-se na Basílica de Santa Sabina all'Aventino, fundada em 425 por Petrus, um sacerdote da Iliria, sobre as ruínas de um lugar considerado protegido pela santa.

Intróito/Sal. 118, 46-47.
Falei dos teus preceitos diante dos reis, e não me confundi; e meditei nos teus mandamentos, porque os amo.
Sal. 91.2.É bom louvar ao Senhor: e cantar o teu nome, ó Altíssimo.
V/. Glória Patri.

Coleta                                                                                                              Rogamos a Vós, Senhor, que a solene festa do vosso santo Precursor e Mártir João Batista, nos conceda as graças eficazes da salvação.

Oratio.S. Sabinæ Martyris: Coleção
Deus, qui inter cetera poténtiæ tuæ mirácula étiam in sexu frágili victóriam martýrii contulísti: grants propítius; ut, qui beátæ Sabínæ Mártyris tuæ natalítia cólimus, per eius ad te exémpla gradiámur. Por Dominum. Deus, entre outras maravilhas de seu poder, você fez com que a vitória do martírio fosse conquistada até mesmo pelo sexo mais fraco: conceda, em sua bondade, que honrando no céu o nascimento da Beata Sabina, sua mártir, nós cheguemos até você imitando seus exemplos.

Leitura do Profeta

Jeremias., 1, 17-19. 
"17.Tu, porém, cinge-te com o teu cinto e levanta-te para dizer-lhes tudo quanto te ordenar. Não temas a presença deles; senão, eu te aterrorizarei à vista deles; 18.quanto a mim, desde hoje, faço de ti uma fortaleza, coluna de ferro e muro de bronze, erguido) diante de toda nação, diante dos reis de Judá e seus chefes, diante de seus sacerdotes e de todo o povo da nação. 19.Eles te combaterão, mas não conseguirão vencer-te, porque estou contigo, para livrar-te”. 

Gradual. Pr. 91, 13 e 14.Iustus ut palma florébit: sicut cedrus Líbani multiplicábitur in domo Dómini. O justo florescerá como a palmeira; ele se multiplicará como o cedro do Líbano na casa do Senhor.V/. Ibid., 3. Ad annuntiándum mane misericórdiam tuam, et veritátem tuam per noctem.V/. Para anunciar a tua misericórdia de manhã e a tua verdade à noite.Aleluia. V/. Osee 14, 6. Iustus germinábit sicut lílium: et florébit in ætérnum ante Dóminum. Aleluia. Aleluia. V/. O justo brotará como o lírio: e florescerá para sempre na presença do Senhor. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho                                                                                    
São Marcos 18,9-14   
17.Pois o próprio Herodes mandara prender João e acorrentá-lo no cárcere, por causa de Herodíades, mulher de seu irmão Filipe, com a qual ele se tinha casado. 18.João tinha dito a Herodes: “Não te é permitido ter a mulher de teu irmão”. 19.Por isso, Herodíades o odiava e queria matá-lo, não o conseguindo, porém. 20.Pois Herodes respeitava João, sabendo que era um homem justo e santo; protegia-o e, quando o ouvia, sentia-se embaraçado. Mas, mesmo assim, de boa mente o ouvia. 21.Chegou, porém, um dia favorável em que Herodes, por ocasião do seu natalício, deu um banquete aos grandes de sua corte, aos seus oficiais e aos principais da Galileia. 22.A filha de Herodíades apresentou-se e pôs-se a dançar, com grande satisfação de Herodes e dos seus convivas. Disse o rei à moça: “Pede-me o que quiseres, e eu to darei”. 23.E jurou-lhe: “Tudo o que me pedires te darei, ainda que seja a metade do meu reino”. 24.Ela saiu e perguntou à sua mãe: “Que hei de pedir?”. E a mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25.Tornando logo a entrar apressadamente à presença do rei, exprimiu-lhe seu desejo: “Quero que sem demora me dês a cabeça de João Batista”. 26.O rei entristeceu-se; todavia, por causa da sua promessa e dos convivas, não quis recusar. 27.Sem tardar, enviou um carrasco com a ordem de trazer a cabeça de João. Ele foi, decapitou João no cárcere, 28.trouxe a sua cabeça num prato e a deu à moça, e esta a entregou à sua mãe. 29.Ouvindo isso, os seus discípulos foram tomar o seu corpo e o depositaram num sepulcro"

Ofertório/Sal. 20, 2-3.
Senhor, o justo se alegrará com a tua força, e se regozijará com grande alegria, porque tu o salvaste: tu lhe concedeste o desejo do seu coração.

Secreta
Que as ofertas que trazemos em honra da paixão de seu santo mártir João Batista, nós te pedimos, Senhor, sejam benéficas para nossa salvação por sua intercessão.

Secreta Santa SabinaHóstias tibi, Dómine, beátæ Sabínæ Mártyris tuæ dicátas méritis, benígnus assúme: et ad perpétuum nobis tríbue proveníre subsídium. Per Dominum nostrum. Receba com bondade, Senhor, as hóstias oferecidas para honrar os méritos da Beata Sabina, sua Virgem e Mártir, e conceda-nos ajuda contínua.
Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur praefatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum.

Comunhão/Sal. 20, 4.
Tu pões na cabeça dele, Senhor, uma coroa de pedras preciosas.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que a solenidade de São João Batista, Senhor, nos conceda a graça de reverenciar os augustos sacramentos que recebemos e que nos foram revelados, bem como de regozijar-nos cada vez mais por vê-los realizados entre nós.

Pro S. Sabina
Divíni múneris largitáte satiáti, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, intercedente beáta Sabína Mártyre tua, in eius sempre participatióne vivámus. Por Dominum.Cheios da grandeza do vosso dom celestial, vos suplicamos, ó Senhor nosso Deus, que a Beata Sabina, vossa Mártir, intercedendo por nós, vivamos sempre da participação neste sacramento.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário