quinta-feira, 6 de outubro de 2022

06 de outubro dia São Bruno, Confessor.

06/10 Quinta-feira  
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos

 São Bruno, filho de nobre família de Colônia (Renânia) na Alemanha. nasceu no ano de 1035. Desde a infância trazia Bruno o cunho de uma alma eleita, o que se lhe manifestava na aversão a tudo que era leviano, na prudência, modéstia e predileção para tudo que era de Deus e de seu santo serviço. Tendo a idade própria, freqüentou a escola de São Cuniberto, na qual fez tão brilhantes progressos, que o Arcebispo de Colônia, Santo Hano, não hesitou em recebê-lo entre os clérigos e mais tarde lhe oferecer um canonicato. Ordenado sacerdote, passou 25 anos lecionando em Reims, na França.,. Morto o Arcebispo, Bruno aceitou um canonicato em Rheims, e é provável que tenha lá ocupado o lugar de instrutor do clero. Vendo-se perseguido pelo arcebispo simoníaco Manassés, e profundamente aborrecido das vaidades e prazeres do mundo, resolveu abandonar tudo que ao mundo o ligava e procurar a solidão. Fundou a primeira casa dos Cartuxos. Estes religiosos consagram-se à penitência e à oração. Ao cabo desse tempo, sendo já cinqüentenário, decidiu, com mais seis companheiros, adotar uma nova forma de vida eremítica em um local deserto e inóspito do sul da França. Nasceu assim a Grande Cartuxa. Mais tarde foi chamado a Roma pelo Papa Urbano II, que tinha sido seu discípulo em Reims. Recusou terminantemente aceitar um bispado, e fundou uma nova Cartuxa, na Calábria.     

Foi nesta sua segunda fundação que entregou a alma ao Senhor, aos 66 anos de idade.   

Intróito/ Sal. 36, 30-31
A boca do justo meditará sobre a sabedoria, e a sua língua proferirá eqüidade; a lei de seu Deus está em seu coração.
Ps. Ibid., 1.Não tenha inveja dos ímpios e não tenha inveja dos que praticam a iniqüidade.
V/. Glória Patri.

Coleta
Que a intercessão de seu confessor São Bruno nos ajude, rogamos, Senhor, para que seus méritos e suas orações nos obtenham o perdão dos pecados pelos quais ofendemos gravemente vossa majestade.

Leitura da Epístola dos  
Eclesiástico 31,8-11
8. Bem-aventurado o rico que foi achado sem mácula, que não correu atrás do ouro, que não colocou sua esperança no dinheiro e nos tesouros! 9. Quem é esse homem para que o felicitemos? Ele fez prodígios durante sua vida. 10. Àquele que foi tentado pelo ouro e foi encontrado perfeito, está reservada uma glória eterna: ele podia transgredir a lei e não a violou; ele podia fazer o mal e não o fez. 11. Por isso seus bens serão fortalecidos no Senhor, e toda a assembleia dos santos louvará suas esmolas.

Gradual.Pr.91,13e14.Iustus ut palma florébit: sicut cedrus Líbani multiplicábitur in domo Dómini. Os justos florescerão como a palmeira e se multiplicarão como o cedro do Líbano na casa do Senhor.
V/. Ibid., 3. Ad annuntiándum mane misericórdiam tuam, et veritátem tuam per noctem.V/. Para anunciar a tua misericórdia de manhã e a tua verdade à noite.
Aleluia, aleluia. V/. Iac. 1, 12. Beátus vir, qui sofreste tentação: quóniam, cum probátus fúerit, accípiet corónam vitae. Aleluia. Aleluia, aleluia. V/. Bem-aventurado o homem que sofre a prova com paciência, pois quando for provado receberá a coroa da vida. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São Lucas 12,35-40  
35.Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. 36. Sedes semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lhe abram. 37.Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. 38. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos! 39. Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa. 40. Estai, pois, preparados, porque, à hora em que não pensais, virá o Filho do Homem.

Ofertório/Sal. 88, 25.
A minha verdade e a minha misericórdia estarão com ele e pelo meu nome surgirá o seu poder.

Secreta
Nós imolamos a ti, Senhor, uma multidão de louvores em memória de teus santos, em quem confiamos para triunfar sobre os males da vida presente e escapar dos males da vida futura.


Comunhão/ São Lucas. 12, 42.
Bem-aventurado o servo que o senhor, ao chegar, encontrar vigiando; em verdade vos digo que ele o designará sobre todos os seus bens(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Nós vos suplicamos, ó Deus Todo-Poderoso, que tendo recebido um alimento todo celestial e que o Beato Bruno seu Confessor, intercedendo por nós, sejamos, graças à sua ajuda, equipados contra todas as adversidades.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário