terça-feira, 5 de outubro de 2021

05 de outubro dia de São Plácido e Companheiros, Mártires

05/10 Terça-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos
   Os sete anos, Plácido foi confiado aos cuidados de São Bento a fim de que recebesse uma boa educação.  Já no mosteiro, um dia, brincando às margens de um lago, Plácido desequilibrou-se e caiu na água.  Bento, que estava em seu quarto, teve a visão de que o menino estava se afogando e ordenou a um jovem monge que fosse salvá-lo.  Já fora de perigo, o menino contou ter visto a imagem de Bento o socorrendo.  Este evento, foi considerado miraculoso e o menino o tomou como um aviso para que se colocasse a serviço de Deus.

Quando atingiu a idade, Plácido entrou para o convento dirigido por São Bento.  Seu pai, homem muito rico e influente em Roma, apoiou sua decisão, de tal modo que doou à ordem vários terrenos na Sicília, ao sul da Itália,  para construção de novos conventos.

Bento, então, encarregou Plácido de dirigir o convento na Sicília, uma vez que os terrenos doados por seu pai estavam sendo ameaçados por especuladores.  Lá, Plácido fundou um mosteiro e construiu um novo convento e mais uma igreja, abrigando, assim, inúmeros religiosos passavam a sua vida trabalhando e dedicando-se à oração, à penitência e à caridade junto com outros monges no convento.                                                                                                   
Piratas avessos ao cristianismo desembarcaram na ilha e destruíram o Mosteiro que viviam santos mártirando Plácido, monge, discípulo de São Bento, abade; Eutíquio e Vitorino, seus irmãos; Flávia, virgem, sua irmã; Donato e Firmato, diáconos; Fausto e mais trinta monges, trucidados em defesa da fé de Nosso Senhor Jesus Cristo pelo pirata Manuca.                                 
Em Agosto de 1588, foram descobertos no coro de São João Batista de Messina três corpos de homens e um de mulher. Eram os de Plácido, dos dois irmãos e da irmã. Depois encontraram-se outros, mas o número de trinta foi ultrapassado. Desde então, a festa de São Plácido foi instituída para toda a Igreja, e o seu nome passou a figurar no martirológio romano Mais tarde, aprisionado pelos sarracenos, morreu nas mãos dos piratas Manuca, com outros irmãos. Diz assim o resumo do martirológio.
Leitura da Epístola   

I Coríntios 1,4-8
4. Não cesso de agradecer a Deus por vós, pela graça divina que vos foi dada em Jesus Cristo. 5. Nele fostes ricamente contemplados com todos os dons, com os da palavra e os da ciência, 6. tão solidamente foi confirmado em vós o testemunho de Cristo. 7. Assim, enquanto aguardais a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, não vos falta dom algum. 8. Ele há de vos confirmar até o fim, para que sejais irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Sequência do Santo Evangelho 

São Mateus 9,1-8 
1. Jesus tomou de novo a barca, passou o lago e veio para a sua cidade. 2. Eis que lhe apresentaram um paralítico estendido numa padiola. Jesus, vendo a fé daquela gente, disse ao paralítico: "Meu filho, coragem! Teus pecados te são perdoados." 3. Ouvindo isto, alguns escribas murmuraram entre si: "Este homem blasfema." 4. Jesus, penetrando-lhes os pensamentos, perguntou-lhes: "Por que pensais mal em vossos corações? 5. Que é mais fácil dizer: Teus pecados te são perdoados, ou: Levanta-te e anda? 6. Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra o poder de perdoar os pecados: Levanta-te - disse ele ao paralítico -, toma a tua maca e volta para tua casa." 7. Levantou-se aquele homem e foi para sua casa. 8. Vendo isto, a multidão encheu-se de medo e glorificou a Deus por ter dado tal poder aos homens.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.