quinta-feira, 24 de novembro de 2022

24 e novembro dia de São João da Cruz,Confessor e Doutor.

 24/11 Quinta-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos
 
   São João da Cruz nasceu em 1542, provavelmente no dia 24 de Junho, em Fontiveros, província da cidade de Ávila, na Espanha. Os seus pais chamavam-se Gonzalo de Yepes e Catalina Alvarez. Gonzalo pertencia a uma família de posses da cidade de Toledo. Por ter-se casado com uma jovem de classe “inferior”, foi deserdado por seus pais e tornou-se tecelão de seda. Em 1548, a família muda-se para Arévalo. Em 1551 transfere-se para Medina del Campo, onde o futuro reformador do Carmelo estuda numa escola destinada a crianças pobres. Por suas aptidões, torna-se empregado do diretor do Hospital de Medina del Campo. Entre 1559 a 1563 estuda Humanidades com os Jesuítas. Ingressou na Ordem do Carmo aos vinte e um anos de idade, em 1563, quando recebe o nome de Frei João de São Matias, em Medina del Campo. Pensa em tornar-se irmão leigo, mas seus superiores não o permitiram. Entre 1564 e 1568 faz sua profissão religiosa e estuda em Salamanca. Tendo concluído com êxito seus estudos teológicos, em 1567 ordena-se sacerdote e celebra sua Primeira Missa. No entanto, ficou muito desiludido pelo relaxamento da vida monástica em que viviam os Conventos Carmelitas. Decepcionado, tenta passar para a Ordem dos Cartuxos, ordem muito austera, na qual poderia viver a severidade de vida religiosa à que se sentia chamado. Em Setembro de 1567 encontra-se com Santa Teresa de Ávila, que lhe fala sobre o projeto de estender a Reforma da Ordem Carmelita também aos padres, surgindo posteriormente os carmelitas descalços. O jovem de apenas vinte e cinco anos de idade aceitou o desafio. Trocou o nome para João da Cruz. No dia 28 de Novembro de 1568, juntamente com Frei Antônio de Jesús Heredia, inicia a Reforma. O desejo de voltar à mística religiosidade do deserto custou ao santo fundador maus tratos físicos e difamações. Em 1577 foi preso por oito meses no cárcere de Toledo. Nessas trevas exteriores acendeu-se-lhe a chama de sua poesia espiritual. "Padecer e depois morrer" era o lema do autor da "Noite escura da alma", da "Subida ao Monte Carmelo", do "Cântico Espiritual" e da "Chama de amor viva".
Entregou sua alma em 14 de dezembro de 1591, 49 anos de idade.Foi canonizado em 1726 e proclamado Doutor da Igreja em 1926.

Intróito/Ga. 6, 14.
Eu desejo nunca me gloriar, exceto na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual o mundo está crucificado por mim e eu pelo mundo.
Salmos 118, 1.Bem-aventurados os que andam sem mancha no caminho, que andam na lei do Senhor.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, que inspirastes em São João, vosso Confessor e Doutor, um amor sublime de abnegação perfeita e da Cruz: fazei que, procurando imitá-lo sempre, alcancemos a glória eterna.

Comemoração S. Chrysogoni Mart. : E recordamos São Crisógono, Mártir:
Oratio.Adésto, Dómine, supplicatiónibus nostris: ut, qui ex iniquitáte nostra reos nos esse cognóscimus, beáti Chrysógoni Mártyris tui intercessióne liberémur. Por Dominum nostrum. Senhor, ouve as nossas súplicas, para que, reconhecendo-nos culpados, sejamos libertos das nossas iniquidades, graças à intercessão do teu bem-aventurado Mártir Crisógono.

Leitura da Epístola

II Timóteo 4,1-8
1 Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: 2 prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. 3 Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. 4 Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. 5 Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério. 6 Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima. 7 Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. 8 Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição. 

Gradual. Mat. 16, 24.Qui vult post me veníre, ábneget semetípsum, et tollat ​​​​crucem suam, et sequátur me. Quem quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.
V/. isai. 26, 9. Anima mea desiderávit te in nocte: sed et spíritu meo in præcordiis meis de mane vigilábo ad te. V/. Minha alma te desejou durante a noite: estarei vigilante diante de ti desde a manhã com meu espírito em meu coração.
Aleluia, aleluia. V/. Ecli. 51, 18 e 22. Quæsívi sapiéntiam in oratióne mea: multam invéni in meípso, et multum proféci in ea. Aleluia. Aleluia, aleluia. V/. Procurei sabedoria em minha oração: encontrei muito em mim e fiz grandes progressos nela. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São Mateus 5, 13 -19
13 Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. 14 Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha 15 nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. 16 Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. 17 Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição. 18 Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. 19 Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus. 

Ofertório/ Profeta Isai. 60, 19.
O Senhor será uma luz eterna para você, e ele será o seu Deus em sua glória.

Secreta
Não nos falte, Senhor, a piedosa intercessão de São João, vosso Confessor e Doutor: torne-vos agradáveis ​​os nossos dons e obtenha sempre para nós a vossa indulgência.

Para São Crisógono
secretaOblátis, quǽsumus, Dómine, placáre munéribus: et, intercedénte beáto Chrysógono Mártyre tuo, a cunctis nos defénde perículis. Por Dominum. Deixa-te comover, Senhor, pela oferta destes dons; e preserva-nos de todos os perigos pela intercessão de teu santo mártir Crisógono.

Comunhão/Profeta Isai. 53, 10-11.
Por causa das tristezas de sua alma, ele verá uma longa linhagem, e a vontade do Senhor será realizada por sua mão.
 (Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Que, Senhor, que o vosso santo sacrifício nos traga a salvação, interceda por nós o Beato João, vosso Confessor e vosso admirável Doutor.

Para São Crisógono
pós-comunhão pós-comunhão
Tui, Dómine, perceptióne sacramenti, et a nostris mundémur occúltis, et ab hóstium liberémur insídiis. Por Dominum. Pela participação no vosso sacramento, Senhor, sejamos purificados das nossas culpas ocultas e libertos das ciladas dos nossos inimigos.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário