quinta-feira, 10 de novembro de 2022

10 de novembro dia Santo André Avelino

10/11 Quinta-feira
Festa de Terceira Classe
Paramentos Brancos

Ele nasceu em Castronuovo em 1521 , por John Avellino e Appella Margaret. Ele foi batizado com o nome de Lancelot, o primeiro dos dois irmãos. Ele recebeu sua educação de seu tio Don Cesare Appella, que era reitor do país. Em 1532 ele se mudou para Senise , aldeia a poucos quilômetros de distância, onde estudou clássicos , matemática e música para quatro anos. Em 17 ago 1537 o Bispo de Anglona , Pietro Paolo Parisio o ordenou diácono . Durante quatro anos, ele ajudou seu tio sacerdote no trabalho de catequese na paróquia. Foi ordenado sacerdote entre 1545 e 1546 . No ano seguinte, ele se matriculou na " Universidade de Nápoles para um grau em utroque jure .
Em 1548 ele fez o conhecimento do jesuíta espanhol Diego Lainez pai, a presença de um retiro realizado pelo sacerdote causou uma profunda mudança na maneira de pensar de Lancelot que indicam como o momento de sua verdadeira conversão. A partir desse momento, ele decidiu continuar seus estudos jurídicos, mas para dar-se o grau, dominar e combater os movimentos instintivos de sua própria vontade; fazer progressos todos os dias no caminho da perfeição, dedicando-se totalmente a Deus, abraçando o estado religioso da família Teatina . Gaetano Thiene , fundou em 1533 uma comunidade de este reformador fim em Nápoles, na grande basílica de San Paolo Maggiore .
Após completar seus estudos, como acordado, ele renunciou a sua formatura projetos e aspirações de grandeza abandonando. Esperando para ser aceito entre os Teatinos, ele trabalhou no arcebispado de Nápoles como advogado. Durante este período, ele foi capaz de defender um padre no tribunal o caso foi vencido, mas apenas com o uso de mentiras. Este fato Lancellotto Ele marcou profundamente que ele decidiu deixar tudo o que poderia prejudicar o seu serviço a Deus, Ele retornou ao país e concedeu em favor de seu irmão, a parte de sua herança de direito. Logo, ele foi chamado para Nápoles pelo vigário geral Scipio Rebiba.
Em 1551 ele foi nomeado para reformar os costumes do mosteiro de St. Arcanjo em Baiano . Naquele tempo era costume nas famílias nobres para colocar suas filhas no convento que não tinha encontrado um casamento adequado. Este costume criado em mosteiros um estado de degradação e falta de coerência com a verdade a vida monástica . Don Lancelot se dedicou com todas as suas forças para a reforma desta comunidade com a introdução de uma gestão mais disciplinada e cuidadosa da vida de freiras. Isto causou-lhe ressentimento e críticas, que resultou em uma tentativa de assassinato.
Em 14 de agosto 1556 , entrou como postulante no San Paolo, em Nápoles Teatinos. Em 30 de novembro do mesmo ano, ele tomou o hábito de noviça, tendo o novo nome de André. Em 25 de janeiro 1558 tomou votos. No ano seguinte, ele foi recebido em Roma pelo Papa Paulo IV co-fundador com São Caetano de Thiene Ordem dos Clérigos Teatini Regular. Em 1560, foi nomeado mestre de noviços, cargo que ocupou por 10 anos. Ele foi muito apreciado como confessor .
Em 1567 Padre Don Andrea Avellino foi nomeado reitor do San Paolo Maggiore, em Nápoles. Papel que cobria várias vezes ao longo dos próximos dez anos. Visitante foi a província da Lombardia Teatinos entre 1573 e 1577 eo sino Província de 1590 a 1591 .
Suas regras para melhor realizar as suas actividades foram maiores:
Agir de acordo com as palavras de sabedoria, com firmeza e gentileza;
Imitar o Senhor que primeiro ensinou pelo exemplo e, em seguida, com a palavra;
Ter em mente a admoestação de São Bernardo para ver todos os Reitores, dissimular muito, pouco correta;

Avaliar a vontade dos membros, apreciar o seu trabalho e torná-lo conhecido, porque, como um exemplo e incentivo para os outros. 


Intróito/ Sal. 36, 30-31
A misericórdia do homem é exercida para com o próximo; mas a misericórdia de Deus se estende a toda carne. Aquele que tem misericórdia ensina e corrige, como um pastor faz com seu rebanho.
Sal. 1, 1.Bem-aventurado o homem que não andou no conselho dos ímpios, que não parou no caminho dos pecadores, e que não se assentou no púlpito da peste.
V/. Glória Patri.

Coleta
Ó Deus, que, pelo heróico voto de fazer progressos diários na virtude, puseste no coração do vosso Confessor, Beato André, admiráveis ​​graus para vos subir; concede-nos, por seus méritos e por sua intercessão, participar desta mesma graça, para que, sempre tendendo ao mais perfeito, alcancemos alegremente a altura de tua glória.
E comemorou Ss. Tryphonis, Respicii e Nymphæ Virg., Mm.: E recordamos os Santos Trifão, Respice e Ninfa, Virgem, Mártires:
Oratio.Fac nos, quǽsumus, Dómine, sanctórum Mártyrum tuórum Tryphónis, Respícii et Nymphæ sempre festa sectári: quorum suffrágiis, protectiónis tuæ dona sentiámus. Por Dominum. Pedimos-te, Senhor, que honremos sempre a festa dos teus santos Mártires, Trifão, Respice e Ninfa, para que, favorecidos pelos seus sufrágios, possamos experimentar os benefícios da tua proteção.

Leitura da Epístola dos 

Ecl. 31, 8-11.
Bem-aventurado o homem que foi achado sem mancha, que não correu atrás do ouro, e que não pôs a sua esperança na prata e nos tesouros. Quem é ele ? E nós o louvaremos, porque ele fez coisas maravilhosas durante sua vida. Ele foi provado pelo ouro e considerado perfeito, ele terá glória eterna; ele podia violar a lei e não a violou; ele poderia ter feito o mal, e não o fez. Portanto, seus bens estão confirmados no Senhor, e toda a congregação dos santos publicará suas esmolas.

Gradual. Sal. 106, 8-9.Confiteántur Dómino misericórdiæ eius: et mirabília eius fíliis hóminum.Louvem ao Senhor por sua misericórdia e por suas maravilhas para com os filhos dos homens.
V/. Quia satiávit ánimam inánem: et ánimam esuriéntem satiavit bonis. V/. Pois ele satisfez a alma cansada, e encheu a alma faminta de coisas boas.
Aleluia, aleluia. V/. Prov. 31, 20. Manum suam apéruit ínopi: et palmas suas exténdit ad páuperem. Aleluia.Aleluia, aleluia. V/. Ele abriu a mão para os necessitados e estendeu os braços para os pobres.


Sequência do Santo Evangelho 

São Lucas 12,35-40 
35.Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.36.Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,37.    porque a Deus nenhuma coisa é impossível.38.    Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.39.Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá.40.Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.

Ofertório/São João. 29, 14-16.
Revesti-me de justiça, e a equidade me serviu de manto e diadema. Fui olho de cego e pé de coxo; fui pai de pobre.

Secreta
Oferecemos-te, Senhor, estes dons da nossa piedade; Que eles sejam agradáveis ​​a você em honra de seus justos, e que eles sejam benéficos para nós, graças a sua misericórdia.

Comunhão/ São  Lucas. 6, 38.
Dai, e dar-se-vos-á: uma boa medida será derramada no vosso seio, espremida e sacudida, e transbordará.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Alimentados de comida e bebida celestiais, rogamos e suplicamos, ó nosso Deus, que nos conceda a ajuda das orações daquele em cuja festa as recebemos.
Pro Ss Martyribus Santos Mártires
Pós-comunhão Præsta nobis, quǽsumus, Dómine: intercedéntibus sanctis Martýribus tuis Tryphóne, Respício e Nympha; ut, quod ore contíngimus, pura mente capiámus. Por Dominum. Concede-nos, por favor, Senhor, que por intercessão de teus santos mártires Tryphon, Respice e Ninfa guardemos em um coração puro, o que nossas bocas receberam.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário