domingo, 13 de novembro de 2022

Vigésimo Terceiro Domingo depois de Pentecoste

13/11 Domingo 
Festa de Primeira Classe
Paramentos Brancos

Intróito/E. 29,11,12 e 14.
Tenho pensamentos de paz e não de aflição, diz o Senhor; você me invocará e eu lhe responderei, e trarei de volta os seus cativos de todos os lugares.
Sal. 84, 2. Abençoaste, Senhor, a tua terra, livraste Jacó do cativeiro.
V/. Glória Patri.

Coleta
Perdoa, nós te imploramos, Senhor, as ofensas de teus povos; para que, por tua bondade, sejamos libertos das cadeias dos pecados que nossa fragilidade nos fez cometer. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Leitura da Epístola                                                                                                                                                      
Filipenses 3,17-21; 4, 1-3                                                                               
17 Irmãos, sede meus imitadores, e olhai atentamente para os que vivem segundo o exemplo que nós vos damos. 18 Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo, 19 cujo destino é a perdição, cujo deus é o ventre, para quem a própria ignomínia é causa de envaidecimento, e só têm prazer no que é terreno. 20 Nós, porém, somos cidadãos dos céus. É de lá que ansiosamente esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, 21 que transformará nosso mísero corpo, tornando-o semelhante ao seu corpo glorioso, em virtude do poder que tem de sujeitar a si toda criatura. 4-1 Portanto, meus muito amados e saudosos irmãos, alegria e coroa minha, continuai assim firmes no Senhor, caríssimos. 2 Exorto a Evódia, exorto igualmente a Síntique que vivam em paz no Senhor. 3 E a ti, fiel Sínzigo, também rogo que as ajudes, pois que trabalharam comigo no Evangelho, com Clemente e com os demais colaboradores meus, cujos nomes estão inscritos no livro da vida.

Gradual. Sal. 43, 8-9.Liberásti nos, Dómine, ex affligéntibus nos: et eos, qui nos odérunt, confudísti. Tu nos livraste, Senhor, daqueles que nos afligiram e confundiu os que nos odiavam.
V/. Em Deo laudábimur tota die, et in nómine tuo confitébimur in sǽcula. Em Deus nos glorificaremos o dia todo e honraremos seu nome para sempre.
Aleluia, aleluia. V/. PS, 129, 1-2. De profúndis clamávi ad te, Dómine: Dómine, exáudi oratiónem meam. Aleluia. Do fundo do abismo clamo a ti, ó Senhor; Senhor, ouça minha oração. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho

São Mateus 9, 18-26
18 Falava ele ainda, quando se apresentou um chefe da sinagoga. Prostrou-se diante dele e lhe disse: Senhor, minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe-lhe as mãos e ela viverá. 19 Jesus levantou-se e o foi seguindo com seus discípulos. 20 Ora, uma mulher atormentada por um fluxo de sangue, havia doze anos, aproximou-se dele por trás e tocou-lhe a orla do manto. 21 Dizia consigo: Se eu somente tocar na sua vestimenta, serei curada. 22 Jesus virou-se, viu-a e disse-lhe: Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou. E a mulher ficou curada instantaneamente. 23 Chegando à casa do chefe da sinagoga, viu Jesus os tocadores de flauta e uma multidão alvoroçada. Disse-lhes: 24 Retirai-vos, porque a menina não está morta; ela dorme. Eles, porém, zombavam dele. 25 Tendo saído a multidão, ele entrou, tomou a menina pela mão e ela levantou-se. 26 Esta notícia espalhou-se por toda a região.

Ofertório/ Sal. 129, 1-2.
Do fundo do abismo. Eu clamo a ti, ó Senhor, Senhor, ouve a minha oração. Do fundo do abismo clamo a ti, Senhor.

Secreta
Para aumentar nosso zelo em servi-lo, oferecemos-lhe, Senhor, este sacrifício de louvor, para que, sendo favorável a nós, complete em nós o que sem mérito de nossa parte, a sua graça começou. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Praefatio de sanctissima Trinitate; non vero in feriis, quando adhibetur Missa huius dominicæ, sed tunc dicitur præfatio communis. Prefácio à Santíssima Trindade  ; mas nos feriados, quando é retomada a Missa daquele domingo, reza-se o Prefácio Comum .

Comunhão/ São Marcos,  11, 24.
Bem-aventurado o servo que o senhor, ao chegar, encontrar vigiando; em verdade vos digo que ele o designará sobre todos os seus bens. (Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Rogamos-te, ó Senhor nosso Deus, que não permitas que aqueles a quem concedes a alegria de participar do banquete divino sucumbam aos perigos que ameaçam a humanidade. Pedimos isso por Jesus Cristo Nosso Senhor.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário