segunda-feira, 29 de novembro de 2021

29 de novembro dia de São Saturnino, Bispo e Mártir.

29/11 Segunda-feira
Feria de Quarta Classe
Paramentos Roxos 

Santo Saturnino morreu martirizado em 250 por se recusar a obedecer a obrigação foi feita para todos os cidadãos pelo imperador romano Décio, a sacrificar aos deuses pagãos.
Nascido em Cartago, iniciou seu bispado em Toulose, na França, onde provocou a raiva de muitos sacerdotes não cristãos.  Conta-se que possuía uma pequena capela, onde pregava e, aos poucos, ia conquistando cada vez mais adeptos.

Para chegar ao local da capela, Saturnino passava diante de um templo erguido em homenagem a Júpiter.  Como Saturnino não prestava culto ao deus pagão, despertou a ira dos sacerdotes daquele templo, que um dia o prenderam e o obrigaram a sacrificar um touro.  Como se negasse a fazê-lo, e, ainda mais, afirmando não temer o poder de Júpiter por não considerá-lo Deus, teve seu corpo amarrado junto com o do touro e, depois, o animal foi ferido a golpes de espada.  A fúria do bicho machucado, despedaçou o corpo de Saturnino, que foi arrastado pelas escadas do templo. Senhoras piedosas o recolheram e enterraram.

Ainda hoje, Saturnino é um santo bastante popular na França e na Espanha, sendo, pelo tipo de morte que teve, muito lembrado nas touradas.

O que é ser intolerantes com as diferentes seitas?É santificando nossa vida sendo zelosos pela verdade.


Religião:Quem tem esse poder de ligar os homens a Deus?

 A palavra "religião" deriva do latim religare, religar, voltar a ligar.
Com base na revelação de Deus.A religião tem o papel fundamental de nós religar a Deus. Contudo, este ato implica algo mais do que o meramente humano, a religião não tem origem propriamente humana, pois não há religião se não houver revelação, sendo esta dada por um intermediário o Cristo e assim  seguindo as suas doutrinas com auxilio de sua graça, quem tem esse poder de ligar os homens a Deus.

Se ouve-se outras religiões Deus nem teria a necessidade de enviar seu filho ao Mundo para nos redimir:
 Declara o Concílio de Trento (1545-1563), sob Pio IV (1559-1565):
·        "O concilio... por inspiração do Espírito Santo, ensina, declara e manda... Este Deus e Senhor Nosso, Jesus Cristo quis oferecer-se a si mesmo a Deus Pai, como sacrifício apresentado sobre a ara da cruz em sua morte, para conseguir para eles o eterno perdão..." (Dz. 938). "... que nos reconciliou com Deus por meio de Seu Sangue fazendo-Se por nós a Justiça, a Santidade e a Redenção..." (Dz 790).
Sagradas Escrituras:
·        "Preço do resgate por muitos..." (Mt 20,28).
·        "O qual se deu a Si mesmo em preço do resgate..." (1Tm 2,6).
·        "São justificados por Sua graça..." (Rm 3,24).
·        "...Ele se deu a Si mesmo por nós para redimir-nos de toda iniquidade..." (1Tm 2,14).
·        "...este é Meu Sangue da Aliança que se derrama sobre muitos para a remissão dos pecados..." (Mt 26,28).
São Paulo atribui à morte de Cristo a reconciliação dos pecados com Deus, ou seja, a restauração da antiga relação de filhos e amigos com Deus (cf. Rm 5,10). 


A UNICIDADE DE DEUS
  
Não existe mais que um único Deus - O concílio de Latrão (1215), sob Inocêncio III (1198-1216) declarou:
·        "Firmemente cremos e simplesmente confessamos que Deus é apenas Um" (Dz. 428). "A santa Igreja Católica Apostólica romana crê e confessa que existe um único Deus Verdadeiro e Vivo" (Dz. 1782).
Provas das Escrituras:
·        "Ouve,ó Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor" (Dt 6,4).
·        "Sabemos que o ídolo não é nada no mundo e que não existe mais que um único Deus." (1 Cor. 8,4).
·        v. tb. At 14,14; 17,23; Rm 3,39; Ef 4,6; 1Tim 1,17; 2,5.
Os Santos Padres provam a unicidade de Deus por Sua perfeição absoluta e pela unidade da ordem do mundo. Diz Tertuliano:
·        "O Ser Supremo e Excelentíssimo precisa ser único, e não pode haver igual a Ele, porque se não for assim, Ele não seria o Ser Supremo, e como Deus é o Ser Supremo, com razão diz nossa verdade Cristã: Se Deus não é o Único, não há nenhum Deus"

São Tomás [de Aquino] deduz especulativamente a unicidade de Deus devido à Sua simplicidade, da infinidade de Suas perdições e da unidade do universo (S.Th. I,11,3).
A história comparada das religiões nos ensina que a evolução religiosa da humanidade não passou do politeísmo ao monoteísmo, mas sim, ao contrário, ou seja, do monoteísmo ao politeísmo (cf. Rm 1,18). Se opõe a este dogma básico do Cristianismo o politeísmo dos pagãos e o dualismo agnóstico-maniqueista que supunha a existência de dois princípios não criados e eternos.

    A exemplo de Saturnino que foi amarrado na cintura do animal que, arrastando o santo pelas escadarias do templo, despedaçou os seus membros para que o Papa, Cardiais, Bispos, Sarcedotes e leigos  recebam a graça de serem zelosos em defender a nossa Santa Religião e que consigam enxegar seus erros e não neguem mais Nosso Senhor diante de homens com reuniões com seitas.    "Ouve,ó Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor" (Dt 6,4).

Intróito/Salmos 24, 1-3.

Para ti a explosão da minha alma, ó meu Deus! Em ti a minha confiança: para que não me envergonhe e para que os meus inimigos não riam de mim, porque quem conta com a tua vinda não ficará desapontado. Salmos Ibidem, 4 Mostra-me o teu caminho, Senhor, e ensina-me a segui-lo.( Não se diz Gloria Patri no advento).

Coleta
Manifestai, Senhor, o vosso poder e vinde para que, pela vossa proteção, mereçamos ser livres dos perigos iminentes de nossos pecados e, com vosso auxílio, alcancemos a salvação. Vós que viveis e reinais.

No domingo não se faz nenhuma comemoração.
 

Leitura da Epístola do bem-aventurado Apóstolo Paulo aos Romanos

Romanos 13, 11-14
11 Isso é tanto mais importante porque sabeis em que tempo vivemos. Já é hora de despertardes do sono. A salvação está mais perto do que quando abraçamos a fé. 12 A noite vai adiantada, e o dia vem chegando. Despojemo-nos das obras das trevas e vistamo-nos das armas da luz. 13 Comportemo-nos honestamente, como em pleno dia: nada de orgias, nada de bebedeira; nada de desonestidades nem dissoluções; nada de contendas, nada de ciúmes. 14 Ao contrário, revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e não façais caso da carne nem lhe satisfaçais aos apetites.  

Gradual/ Sl. 24, 3 e 4
Todos os que esperam em Vós, Senhor, não serão confundidos. V.Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos, e ensinai-me as vossas veredas.
 
Aleluia, aleluia/v. Sl. 84, 8.
V. Mostrai, Senhor, a vossa misericórdia, e concedei-nos a vossa salvação. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho segundo  

São Lucas 21, 25-33
25 Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. 26 Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos céus serão abaladas. 27 Então verão o Filho do Homem vir sobre uma nuvem com grande glória e majestade. 28 Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação. 29 Acrescentou ainda esta comparação: Olhai para a figueira e para as demais árvores. 30 Quando elas lançam os brotos, vós julgais que está perto o verão. 31 Assim também, quando virdes que vão sucedendo estas coisas, sabereis que está perto o Reino de Deus. 32 Em verdade vos declaro: não passará esta geração sem que tudo isto se cumpra. 33 Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão.

Ofertório/ Sl. 24,1 - 3
Para Ti, Senhor, levantei a minha alma: Meu Deus, em Ti confio, que eu me não sinta envergonhado nem riam de mim os meus inimigos. Pois todos os que esperam em Ti não serão confundidos.
 
Secreta
 Fazei, Senhor, que purificados pela poderosa virtude destes dons sagrados, alcancemos, mais puros, a fonte destes mesmos dons. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Prefácio da Santíssima Trindade(Missal) na semana o prefacio é comum 
 
Comunhão.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)
São João 11, 26. – Aquele que me serve, venha apos de Mim: e onde Eu estiver aí estará também meu servo.

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
 
Depois da comunhão. 
– Possamos nós, Senhor, receber a vossa misericórdia no vosso templo, para podermos preceder com as devidas homenagens as próximas solenidades da nossa redenção. Por Nosso Senhor.

Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário.