quarta-feira, 25 de maio de 2022

Vigília de Ascensão.

25/05  Quarta-feira 
Festa de Segunda Classe
Paramentos Brancos
  
Intróito/É. 48, 20.
Com gritos de alegria publique-o, seja conhecido, aleluia; proclame até os confins da terra: o Senhor livrou o seu povo, aleluia, aleluia.
Sal. 65, 1-2.Aclame a Deus de alegria, ó terra inteira; cante um hino ao seu nome; glorificar o seu louvor.
V/. Glória Patri.

Coleta
Deus, de quem procede todo o bem, conceda aos seus servos suplicantes: que, por sua inspiração, nossos pensamentos sejam direcionados para o que é bom; e que nossa vontade, guiada pelo Senhor, a realize.

Leitura da Epístola de São Paulo aos

Efésios 4,7-13
7 Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo, 8 pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19). 9 Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra? 10 Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas. 11 A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores, 12 para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo, 13 até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo.

Aleluia, aleluia. V/. Surréxit Christus, et illúxit nobis, quos redemit sánguine suo. Aleluia, aleluia. V/. Cristo ressuscitou e fez resplandecer a sua luz sobre nós, a quem redimiu com o seu sangue.
Aleluia. V/. Ioann. 16, 28. Exívi a Patre, et veni in mundum: íterum relínquo mundum, et vado ad Patrem. Aleluia. Aleluia. V/. saí do Pai e vim ao mundo; Deixo o mundo novamente e vou para o Pai. Aleluia.

Sequência do Santo Evangelho 

São João 17, 1-11
1 Jesus afirmou essas coisas e depois, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora. Glorifica teu Filho, para que teu Filho glorifique a ti; 2 e para que, pelo poder que lhe conferiste sobre toda criatura, ele dê a vida eterna a todos aqueles que lhe entregaste. 3 Ora, a vida eterna consiste em que conheçam a ti, um só Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo que enviaste. 4 Eu te glorifiquei na terra. Terminei a obra que me deste para fazer. 5 Agora, pois, Pai, glorifica-me junto de ti, concedendo-me a glória que tive junto de ti, antes que o mundo fosse criado. 6 Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste. Eram teus e deste-mos e guardaram a tua palavra. 7 Agora eles reconheceram que todas as coisas que me deste procedem de ti. 8 Porque eu lhes transmiti as palavras que tu me confiaste e eles as receberam e reconheceram verdadeiramente que saí de ti, e creram que tu me enviaste. 9 Por eles é que eu rogo. Não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. 10 Tudo o que é meu é teu, e tudo o que é teu é meu. Neles sou glorificado. 11 Já não estou no mundo, mas eles estão ainda no mundo; eu, porém, vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me encarregaste de fazer conhecer, a fim de que sejam um como nós.

Ofertório/Sal. 65, 8-9 e 20.
Nações, bendizei o nosso Deus e ouvimos os acentos do seu louvor; é ele que manteve minha alma viva, e que não permitiu que meus pés tremessem. Bendito seja Deus que não rejeitou minha oração nem retirou sua misericórdia de mim, aleluia.

Secreta
Recebe, Senhor, as orações dos fiéis com a oblação destas hóstias, para que, por estes piedosos testemunhos de nossa devoção, alcancemos a glória celestial.

Præfatio paschalis, in qua dicitur: in hoc potíssimum. Prefácio de Páscoa
 
Comunhão/Sal. 95, 2.
Cantai ao Senhor aleluia, cantai ao Senhor e bendizei o seu nome, proclamai a sua salvação dia a dia, aleluia, aleluia.(Quem não pode comungar em especie, fazer comunhão espiritual)

Nosso Senhor Jesus Cristo numa aparição revelou a sóror Paula Maresca, fundadora do convento de Sta. Catarina de Sena de Nápoles, como se refere na sua vida, e lhe mostrou dois vasos preciosos, um de ouro e outro de prata, dizendo-lhe que conservava no vaso de ouro suas comunhões sacramentais e no de prata as espirituais. As espirituais com dependência exclusiva da piedade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que alimentais nossa alma na solidão do coração.
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós” (Santo Afonso Maria de Liguori)
 
Depois da comunhão.
Concede-nos, Senhor, depois de nos saciares pela virtude do banquete celeste, desejar o que é justo e receber o que desejamos.


Viva Cristo Rei e Maria Rainha.
Rezem todos os dias o Santo Rosário